Darlan Alves

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Darlan Alves
Informações pessoais
Nome completo Darlan Alves Carneiro
Data de nasc. 14 de outubro de 1972 (46 anos)
Local de nasc. Brasília, DF, Brasil
Informações profissionais
Escolas de samba
Anos Escolas
1997
1997
2002-2003
2004
2005-2016
2014
2014-2015
2016
2017-2019
Tom Maior (apoio)
Pérola Negra (apoio)
Tom Maior
Vila Maria
Rosas de Ouro
Bonecos Cobiçados
Vila Alemã
Tradição de Ouro
X-9 Paulistana
Última atualização: segunda-feira, 15 de julho de 2019

Darlan Alves Carneiro, mais conhecido como Darlan Alves (Brasília, 14 de Outubro de 1972) é um intérprete de samba-enredo com passagens em escolas de samba de São Paulo. que atualmente defende as cores da X9 Paulistana.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Darlan Alves passou a conviver no mundo do samba, sendo ritmista da Tom Maior e na mesma escola onde seus passos no carro de som, ao ser convidado a fazer parte da equipe de apoio e exercendo a mesma função na Águia de Ouro, Pérola Negra e retornando a escola de origem, onde teve a primeira chance de atuar como intérprete oficial e ainda como compositor onde foi autor da Tom Maior em seis oportunidades; Águia de Ouro em duas; Mancha Verde, Pérola Negra, Morro da Casa Verde em uma única vez e em duas oportunidades foi o autor do samba-enredo da Tradição, onde foi agraciado com o Prêmio S@mba-Net de melhor samba enredo do Grupo B[1], no ano de 2011 e fez parte do grupo Quesito Melodia, onde canta com outros intérpretes: Carlos Júnior, Douglinhas e Vaguinho.Também é compositor do exaltação oficial da unidos de Vila Maria e da bateria Puro Balanço(Mancha Verde) em 2012 foi autor do enredo da escola de samba Rosas de Ouro "o Reino dos Justos" homenageando o publicitário Roberto Justus.

Teve em 2004, uma rápida passagem pela Vila Maria até no ano seguinte, ao ser convidado pela direção da Rosas de Ouro, a ser o cantor oficial da agremiação, na qual e o o segundo maior intérprete numa mesma escola, no Carnaval paulistano[2] e atuando fora do Carnaval Paulista, no ano de 2014 ao defender as escolas de samba Bonecos Cobiçados, de Guaratinguetá e Vila Alemã, de Rio Claro. sendo em 2015 permanecendo na escola de Rio Claro. no ano de 2016 atuou em Santo André, pela Tradição de Ouro[3]. após mais de dez anos, saiu do microfone oficial da Roseira[4]. E chega para comandar o carro de som da agremiação da Parada Inglesa a escola de samba X-9 Paulistana[5][6][7].em 2013 fez parte do carro de som da Mocidade Independente de Padre miguel (RJ) em 2017 foi o intéprete mais premiado do carnaval paulistano, Prêmio SRZD, SASP, CARNAVALESCO E MELHOR DO ACESSO.

Referências

  1. Academia do Samba. «S@mba-Net 2011». Consultado em 27 de março de 2016 
  2. Carnavalesco (23 de novembro de 2015). «Rosas de Ouro comemora 11 anos do intérprete Darlan Alves na escola». Consultado em 27 de março de 2016 
  3. Amantes do Carnaval SP (18 de janeiro de 2016). «Darlan Alves é apresentado como novo intérprete de escola de samba Paulista». Consultado em 27 de março de 2016 
  4. Carnavalesco (5 de abril de 2016). «Darlan Alves não é mais cantor da Rosas de Ouro». Consultado em 18 de abril de 2016 
  5. SRZD (20 de abril de 2016). «Após mais de uma década na Rosas de Ouro, Darlan define sua nova escola». Consultado em 20 de abril de 2016 
  6. Redação SRZD (20 de abril de 2016). «Darlan Alves é o novo intérprete da X-9». Consultado em 23 de abril de 2016 
  7. Rodrigo Godoi, para o Carnavalesco (20 de abril de 2016). «Darlan Alves é o novo intérprete da X-9». Consultado em 24 de abril de 2016