Dassault Mirage 4000

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wiki letter w.svg
Por favor melhore este artigo, expandindo-o. Mais informação pode ser encontrada no artigo «Dassault Mirage 4000» na Wikipédia em inglês e também na página de discussão. (fevereiro de 2016)
Mirage 4000
Picto infobox Mig 29.png
Mirage 4000 exposto no Museu de Bourget, França
Descrição
Tipo / Missão Protótipo de caça
País de origem  França
Fabricante Dassault Aviation-Breguet
Período de produção 1979-1980
Quantidade produzida 1 unidade(s)
Desenvolvido de Mirage 2000
Primeiro voo em 9 de março de 1979 (37 anos)
Tripulação 1
Especificações
Dimensões
Comprimento 18,70 m (61,4 ft)
Envergadura 12 m (39,4 ft)
Altura 5,80 m (19,0 ft)
Área das asas 73  (786 ft²)
Alongamento 2
Peso(s)
Peso vazio 13 000 kg (28 700 lb)
Propulsão
Motor(es) 2 x turbofans de pós-combustão SNECMA M53-2
Força de empuxo (por motor) 9 979 kgf (97 900 N)
Performance
Velocidade máxima 2 445 km/h (1 320 kn)
Alcance (MTOW) 2 000 km (1 240 mi)
Teto máximo 20 000 m (65 600 ft)
Notas
Dados de: Dassault Aviation[1]

O Mirage 4000 foi um protótipo de duas turbinas desenvolvido pela empresa francesa Dassault Aviation e que teve como base o caça Mirage 2000, em que compartilhava de um mesmo conjunto de características, como motores, asas em delta e aviônicas.

O desenvolvimento do protótipo foi totalmente financiado pelo seu fabricante, sendo este projeto posteriormente descontinuado.

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Os estudos com o Mirage 4000 começaram no ano de 1976, em paralelo com as do Mirage 2000, caça que tinha acabado de ser escolhido para equipar a Força Aérea Francesa. Comparável em tamanho com os caças americano F-15 Eagle ou com o russo Su-27 Flanker, esta aeronave podia carregar três vezes mais combustível do que o Mirage 2000 e podia ser reabastecido em vôo. Foi construído utilizando-se de materiais compostos de carbono permitindo uma considerável redução de peso e uma excelente resistência à fadiga, se tornando o primeiro avião do mundo a utilizar tal material.

O Mirage 4000 era equipado com canards na frente perto da entrada de ar e vinha equipado com dois motores SNECMA_M53-2 capazes de gerar 10 toneladas de impulso.

Um ano após os primeiros testes com o Mirage 2000, o protótipo fez o seu primeiro vôo no dia 9 de Março de 1979 na cidade de Istres, sob o comando de Jean-Marie Saget [2]. No dia 11 de Abril do mesmo ano, durante o seu sexto teste, a aeronave já ultrapassava a velocidade de Mach 2. Durante os testes a aeronave apresentou um desempenho excepcional, atingindo a uma altura de 50.000 pés a velocidade de Mach 2 num tempo de 3 minutos e 50 segundos[2].

Cancelamento do Projeto[editar | editar código-fonte]

O rei da Arábia Saudita e o Xá do Irã haviam demonstrado interesse no projeto antes mesmo de seu primeiro vôo. Mas apesar disso, após várias conversas, as negociações acabaram não se concretizando e a Arábia Saudita acabou optando pela escolha do caça americano F-15. A França também se encontrava envolvido no programa do Mirage 2000, e optou por não financiar os cinco modelos que tinham sido pré-estabelecidos pelo fabricante. O programa foi finalmente abandonado no final dos anos 1980.

O protótipo chegou a realizar cerca de 290 voos e alguns dos conhecimentos adquiridos acabaram influenciando na construção do novo caça Rafale. Atualmente o protótipo se encontra no Museu do Ar e do Espaço, na cidade de Bourget na França.

Aviões Similares[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. "Mirage 4000". Dassault Aviation.
  2. a b «Dassault Mirage 4000». Consultado em 2009-08-15.