Dave Cowens

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Dave Cowens
Dave Cowens.jpeg
Dave Cowens em 1976
Informações pessoais
Nome completo David William Cowens
Data de nasc. 25 de outubro de 1945 (73 anos)
Local de nasc. Newport, Kentucky, Estados Unidos
Informações profissionais
Período como jogador 1970–1983 (13 anos)
Posição em que jogava Ala-pivô / Pivô
Número da camisa 18, 36
Altura 6 ft 9 in (2,06 m)
Peso 230 lb (104 kg)
Período como treinador 1978–2009 (31 anos)
Clubes de juventude
1967–1970 Estados Unidos Florida State
Clubes profissionais1
Anos Clubes Jogos (pontos)
1970–1980
1982–1983
1970–1983
Estados Unidos Boston Celtics
Estados Unidos Milwaukee Bucks
Total
00815 0(14.876)
00040 000(324)
00855 0(15.200)
Times que treinou
Anos Clubes Jogos (V - D)
1978–1979
1994–1996
1996–1999
1999–2000
2000–2001
2006
2006–2009
Estados Unidos Boston Celtics
Estados Unidos San Antonio Spurs (Assistente)
Estados Unidos Charlotte Hornets
Estados Unidos Golden State Warriors (Assistente)
Estados Unidos Golden State Warriors
Estados Unidos Chicago Sky
Estados Unidos Detroit Pistons (Assistente)
00068 (27-41)

0179 (109-70)

00105 (25-80)

Dave Cowens (Newport, 25 de outubro de 1948[1]) é um ex-jogador e treinador de basquetebol profissional. Durante a sua carreira na National Basketball Association (NBA), Cowens, que tem 2.06 m, jogou no Boston Celtics e no Milwaukee Bucks.[2] Cowens foi duas vezes campeão da NBA (1974 e 1976) ambas atuando com o Celtics.

Ele foi introduzido no Basketball Hall of Fame em 1991.[3]

Carreira universitária[editar | editar código-fonte]

Depois de estudar no ensino médio em Newport Catholic High em sua cidade natal, Newport, Kentucky, Cowens jogou basquete universitário na Universidade Estadual da Flórida de 1967 a 1970.

Ele marcou 1.479 pontos em 78 jogos (média de 19,0 por jogo) na universidade e está entre os 10 maiores pontuadores de todos os tempos da Universidade Estadual da Flórida.[4]

Ele é o jogador com mais rebotes de todos os tempos da universidade com 1.340 rebotes (17,2 rebotes por jogo). Ele detém o recorde da equipe de melhor média de rebote (17,5 na temporada de 1968-1969). Ele uma vez pegou 31 rebotes (segunda melhor marca de todos os tempos) contra LSU na temporada de 1968-69.

Ele foi nomeado pra Segunda-Equipe All-America pela Sporting News em 1970. O número que ele usou (#18) foi aposentado.

Carreira na NBA[editar | editar código-fonte]

Ano de estreia[editar | editar código-fonte]

Apesar de alguns críticos acharem que Cowens era pequeno demais, Cowens foi escolhido como a quarta escolha geral do Draft da NBA de 1970 pelo Boston Celtics,[5] em grande parte por recomendação do ex-jogador e treinador, Bill Russell. "Ninguém vai dizer àquele garoto que ele não pode jogar como Pivô", disse Russell sobre Cowens.[6]

Durante seu ano de estreia, Cowens registrou uma média de 17,0 pontos e 15,0 rebotes por jogo. Ele foi nomeado para a Primeira-Equipe de Novatos e dividiu o prêmio de Novato do Ano com Geoff Petrie do Portland Trail Blazers. Ele também liderou a liga em faltas pessoais naquele mesmo ano.

Meio da carreira[editar | editar código-fonte]

Em 1973, Cowens teve uma média de 20,5 pontos, 16,2 rebotes e 4,1 assistências, enquanto ajudava os Celtics a obter um recorde de 68-14. Naquela temporada, Cowens marcou 20 pontos e pegou 32 rebotes em uma vitória em casa sobre o Houston Rockets. Ele levou o Celtics para as semifinais, onde enfrentou o New York Knicks. Eles ganharam o primeiro jogo da série depois que Cowens registrou 15 pontos e 18 rebotes. No entanto, eles perderam para os Knicks em 7 Jogos.[7]

Ele foi escolhido o MVP da NBA e o MVP do All-Star Game nessa mesma temporada. Cowens e Bill Russell são os únicos que foram eleitos o MVP da liga, mas não foram incluídos na Primeira-Equipe da NBA.

Na temporada seguinte, Cowens teve uma média de 19.0 pontos, 15.7 rebotes, 4.4 assistências e 1.3 bloqueios, enquanto guiava os Celtics para um recorde de 56-26. Cowens foi fundamental para trazer o Celtics para os playoffs, onde derrotou o Buffalo Braves em seis jogos e o New York Knicks em cinco. Nas finais, os Celtics enfrentaram o Milwaukee Bucks. As equipes dividiram os primeiros seis jogos, com cada equipe vencendo pelo menos uma vez em sua quadra. Isto levou a um decisivo Jogo 7 em Milwaukee. Os Celtics foram campeões graças a um forte desempenho de Dave Cowens, que registrou 28 pontos e 14 rebotes. John Havlicek foi nomeado o MVP das Finais da NBA.

Como prova de sua habilidade geral, Cowens é um dos cinco únicos jogadores (Scottie Pippen, Kevin Garnett, LeBron James e Giannis Antetokounmpo são os outros) a liderar sua equipe nas cinco principais categorias de estatísticas de uma temporada: pontos, rebotes, assistências, bloqueios e roubos de bola. Ele conseguiu a façanha na temporada de 1977-78, com média de 18,6 pontos, 14,0 rebotes, 4,6 assistências, 0,9 bloqueios e 1,3 roubos de bola quando o Boston terminou a temporada com um recorde de 32-50.[8]

Em sua temporada final em Boston, 1979-80, Cowens ajudou os Celtics a melhorar o seu recorde para 61-21, depois de terminar em 29-53 na temporada anterior. Juntamente com o novato Larry Bird, Cowens teve uma média de 14,2 pontos, 8,1 rebotes e 3,1 assistências. Junto com Bird, Cedric Maxwell, Pete Maravich, Chris Ford, M.L. Carr e Rick Robey, Cowens e os Celtics derrotaram o Houston Rockets por 4-0 nas semi-finais da Conferência Leste, antes de perder para o Philadelphia 76ers de Julius Erving por 4-1 nas finais da Conferência Leste.[9][10]

1° e 2° Aposentadoria[editar | editar código-fonte]

Cowens se aposentou em 1980, quando Boston contratou Kevin McHale e Robert Parish para substituí-lo. Boston, em seguida, ganhou o título de 1981 da NBA.[11] "Eu torci o tornozelo pelo menos 30 vezes ao longo da minha carreira, parti as duas pernas e fraturei um pé", disse Cowens ao se aposentar. "Dois anos atrás, uma equipe de especialistas em ossos e pés disse que estava surpresa que eu pudesse jogar até aquele ponto sem sofrer ferimentos graves."

No entanto, na temporada de 1982-83, Cowens sentiu vontade de jogar novamente e conversou com os Celtics para voltar, pois seu contrato ainda estava ativo.

"Eu acho que seria melhor", disse ele sobre uma troca. "Os Celtics estão na frente (com Bird, McHale e Parish). Eles poderiam me trocar, trabalhar em alguma coisa. Sem desrespeitar Bill Fitch, eu aconselharia qualquer jogador mais jovem a jogar por ele, mas eu provavelmente seria melhor em outro lugar."

Depois de negociar com o Phoenix Suns, o Celtics trocou Cowens para o Milwaukee Bucks, treinados por Don Nelson. Cowens obteve médias de 8,1 pontos, 6,9 rebotes e 2,1 assistências em 25 minutos por jogo com os Bucks, jogando ao lado de Bob Lanier, Marques Johnson, Sidney Moncrief e Junior Bridgeman.

O Bucks terminou a temporada com o recorde de 51-31 e derrotou o antigo time de Cowens, o Boston Celtics, por 4-0 nos playoffs da Conferência Leste. Os Bucks perderam por 4-1 para o eventual campeão da NBA, Philadelphia 76ers, nas finais da conferência Leste. Cowens se machucou no último jogo da temporada regular e não pôde jogar nos playoffs.[12]

Cowens jogou 40 jogos no total para os Bucks durante a temporada de 1982-83, antes de se aposentar definitivamente.

Durante sua carreira na NBA, Cowens terminou com um duplo-duplo de média com 17,6 pontos e 13,6 rebotes, além de 3,8 assistências e 1,1 roubos de bola em 766 jogos.[13] Cowens foi selecionado para oito All-Star Games, foi nomeado três vezes para a Segunda-Equipe da NBA e foi nomeado para a Primeira-Equipe de Defesa em 1976. Ele foi membro das equipes dos Celtics que foram campeões da NBA em 1974 e 1976.

Carreira como treinador[editar | editar código-fonte]

Cowens em 2005

Ele começou sua carreira de treinador, servindo como treinador-jogador do Boston Celtics durante a temporada de 1978-79, mas ele deixou o posto após a temporada e retornou como um jogador em tempo integral antes de se aposentar em 1980.[14]

Cowens treinou o Bay State Bombardiers da Continental Basketball Association na temporada de 1984-85.

Cowens retornou à NBA como assistente-técnico do San Antonio Spurs de 1994 a 1996 e foi considerado para o cargo de treinador do Boston Celtics durante o período de entressafra de 1995.[15]

Cowens foi treinador principal do Charlotte Hornets de 1996 a 1999 e do Golden State Warriors de 1999 a 2001, com 105 jogos.

Na temporada de 2005-2006 Cowens foi treinador principal do Chicago Sky da Women's National Basketball Association (WNBA).

Cowens foi assistente-técnico do Detroit Pistons de 2006 a 2009.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Em 1990, Cowens, um ex-democrata, concorreu como republicano ao cargo de Prefeito de Massachusetts. No entanto, porque ele não se registrou em 5 de junho de 1989, ele não pôde participar da votação principal.

Cowens considerou fazer uma campanha de adesivos para a indicação republicana, no entanto, ele decidiu abandonar.

Os Celtics aposentou a camisa 18 de Cowens em 1981.

Títulos e Homenagens[editar | editar código-fonte]

  • Em 1973, Cowens foi introduzido no Hall da Fama dos Esportes da Florida.[16]
  • Em 8 de Fevereiro de 1981, o Boston Celtics aposentou a camisa #18 de Cowens.[18]
  • Cowens foi introduzido no Hall da Fama do Basquete Universitário em 2006.[20]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Como jogador[editar | editar código-fonte]

LEGENDA
 PJ  Partidas jogadas  PI  Partidas iniciadas  MPJ  Minutos por jogo  AP  Arremessos de quadra (%)
 3P  Arremessos de 3 pontos (%)  LL  Lances-livre (%)  RT  Rebotes por jogo  AS  Assistências por jogo
 BR  Roubos de bola por jogo  TO  Tocos por jogo  PPJ  Pontos por jogo  Negrito  Melhor da carreira
Campeão da NBA

Temporada regular[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe PJ MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
1970–71 Boston 81 38.0 .422 .732 15.0 2.8 17.0
1971–72 Boston 79 40.3 .484 .720 15.2 3.1 18.8
1972–73 Boston 82 41.8 .452 .779 16.2 4.1 20.5
1973–74† Boston 80 41.9 .437 .832 15.7 4.4 1.2 1.3 19.0
1974–75 Boston 65 40.5 .475 .783 14.7 4.6 1.3 1.1 20.4
1975–76† Boston 78 39.8 .468 .756 16.0 4.2 1.2 0.9 19.0
1976–77 Boston 50 37.8 .434 .818 13.9 5.0 0.9 1.0 16.4
1977–78 Boston 77 41.8 .490 .842 14.0 4.6 1.3 0.9 18.6
1978–79 Boston 68 37.0 .483 .807 9.6 3.6 1.1 0.8 16.6
1979–80 Boston 66 32.7 .453 .083 .779 8.1 3.1 1.0 0.9 14.2
1982–83 Milwaukee 40 25.4 .444 .000 .825 6.9 2.1 0.8 0.4 8.1
Carreira 766 38.6 .460 .071 .783 13.6 3.8 1.1 0.9 17.6
All-Star 6 25.7 .500 .714 13.5 2.0 0.7 0.2 12.7

Playoffs[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe PJ MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
1972 Boston 11 40.1 .455 .596 13.8 3.0 15.5
1973 Boston 13 46.0 .473 .659 16.6 3.7 21.9
1974† Boston 18 42.9 .435 .797 13.3 3.7 1.2 0.9 20.5
1975 Boston 11 43.5 .428 .885 16.5* 4.2 1.6 0.5 20.5
1976† Boston 18 44.3 .457 .759 16.4* 4.6 1.2 0.7 21.0
1977 Boston 9 42.1 .446 .773 14.9 4.0 0.9 1.4 16.6
1980 Boston 9 33.4 .476 .000 .909 7.3 2.3 1.0 0.8 12.0
Carreira 89 42.3 .451 .000 .744 14.4 3.7 1.2 0.9 18.9

Como treinador[editar | editar código-fonte]

Playoffs
Time Ano Jogos Vitórias Derrotas % Classificação Jogos Vitórias Derrotas % Resultado final
Boston 1978–79 68 27 41 .397 5th no Atlântico - - - Não foi para os playoffs
Charlotte 1996–97 82 54 28 .659 4th na Divisão Central 3 0 3 .000 Perdeu na Primeira Rodada
Charlotte 1997–98 82 51 31 .622 3rd na Divisão Central 9 4 5 .444 Perdeu nas Semi-finais de Conf.
Charlotte 1998–99 15 4 11 .267 (Demitido)
Golden State 2000–01 82 17 65 .207 7th no Pacifico Não foi para os playoffs
Golden State 2001–02 23 8 15 .348 (Demitido)
Carreira 352 161 191 .457 12 4 8 .333

Fonte:[13]

Referências

  1. «Dave Cowens». Basketball Hall of Fame. Consultado em 14 de janeiro de 2007. Arquivado do original em 30 de outubro de 2006 
  2. 1977-78 Boston Celtics Statistics Arquivado em 23 de julho de 2011, no Wayback Machine., Basketballreference.com. Retrieved July 10, 2007.
  3. «Dave Cowens Biography». web.archive.org. 30 de outubro de 2006. Consultado em 27 de abril de 2019 
  4. «Dave Cowens College Stats». College Basketball at Sports-Reference.com (em inglês). Consultado em 27 de abril de 2019 
  5. «1970 NBA Draft». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 27 de abril de 2019 
  6. Parquet, Professor (5 de setembro de 2015). «The unusual 1982 trade of the retired Dave Cowens». CelticsBlog. Consultado em 27 de abril de 2019 
  7. Celtics.com, Marc D'Amico. «Dave Cowens - Celtics Legend». Boston Celtics (em inglês). Consultado em 27 de abril de 2019 
  8. «1977-78 Boston Celtics Roster and Stats». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 27 de abril de 2019 
  9. «1980 NBA Eastern Conference Finals - Philadelphia 76ers vs. Boston Celtics». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 27 de abril de 2019 
  10. «1979-80 Boston Celtics Roster and Stats». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 27 de abril de 2019 
  11. «1980-81 Boston Celtics Roster and Stats». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 27 de abril de 2019 
  12. «1982-83 Milwaukee Bucks Roster and Stats». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 27 de abril de 2019 
  13. a b «Dave Cowens Stats». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 27 de abril de 2019 
  14. Eskenazi, Gerald (18 de novembro de 1991). «SIDELINES: BACK IN BUSINESS; No. 32 Receives New Life on 76ers». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331 
  15. Writer, MICHAEL ARACE; Courant Staff. «FORD REACHES POINT OF NO RETURN WITH CELTICS». courant.com (em inglês). Consultado em 27 de abril de 2019 
  16. «Florida Sports Hall of Fame | Dave Cowens» (em inglês). Consultado em 27 de abril de 2019 
  17. «Honored Numbers/Jerseys». Florida State Seminoles (em inglês). 5 de julho de 2017. Consultado em 27 de abril de 2019 
  18. Ap (9 de fevereiro de 1981). «Cowens's No. 18 Retired by Celtics». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331 
  19. «The Naismith Memorial Basketball Hall of Fame :: Dave Cowens». www.hoophall.com (em inglês). Consultado em 27 de abril de 2019 
  20. «David W. Cowens». College Basketball Experience (em inglês). Consultado em 27 de abril de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]