Davi Kopenawa Yanomami

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Davi Kopenawa Yanomami
Davi Kopenawa Yanomami participa da Festa Literária Internacional de Paraty de 201
Nascimento 18 de fevereiro de 1956 (62 anos)
Alto Rio Toototobi
 Amazonas,  Brasil
Nacionalidade brasileiro
Ocupação Xamã e líder político

Davi Kopenawa Yanomami (Alto Rio Toototobi, Amazonas, 18 de fevereiro de 1956) é um xamã e líder político yanomami.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ainda criança, viu a população de sua terra natal ser dizimada por duas epidemias, ambas trazidas pelo contato com o homem branco: uma de gripe, em 1959, e outra de sarampo, em 1967. Trabalhou na Fundação Nacional do Índio como intérprete. Mudou-se para a aldeia Watorik+ na década de 1980. Casou-se com a filha do pajé e se tornou chefe do posto indígena Demini[1].

Foi um dos responsáveis pela demarcação do território Yanomami em 1992. Recebeu o prêmio ambiental Global 500 da ONU. Em 2010, viu suas palavras La chute du ciel, escrita em parceria com o antropólogo francês Bruce Albert, ser lançada na França[2]. O livro foi traduzido para o inglês, e publicado no Brasil em 2015, traduzido por Beatriz Perrone-Moisés com prefácio de Eduardo Viveiros de Castro. O livro é um manifesto Xamânico e testemunho autobiográfico de Davi para denunciar a destruição de seu povo. Foi escrito a partir de suas palavras contadas a Bruce Albert, seu amigo há mais de três décadas.

Em 2014, denunciou ter sido ameaçado de morte por garimpeiros[3].

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]