David Grossman

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
David Grossman
David Grossman
Data de nascimento 1954 (61 anos)
Local de nascimento Jerusalém,  Israel
Género(s) Romance, poesia, ensaios e literatura infantil
Magnum opus Ver: Amor
Cônjuge Michal

David Grossman (Jerusalém, 1954) é um escritor israelense.

A obra do escritor é mundialmente conhecida pelo tom pacifista e esquerdista. O intelectual defende que a literatura pode ser uma poderosa arma para resgatar a dimensão humana do conflito. Ele assina a autoria de mais de vinte livros, traduzidos em vários idiomas, sendo que quatro deles já estão no mercado brasileiro. Além de suas histórias e personagens, falou sobre a literatura israelense e seu aspecto político.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

David Grossman nasceu em 1954 em Jerusalém, filho de um taxista, mais tarde transformado em livreiro, que lhe transmitiu o amor pelos livros. Estudou filosofia na Universidade de Jerusalém, cumpriu o serviço militar de 1971 a 1975, e trabalhou como jornalista na rádio nacional durante 25 anos, até ser despedido por se ter recusado a abafar uma notícia sobre a criação de um Estado declarado pela Autoridade Palestiniana. A escrita chegou pouco depois de conhecer a mulher, Michal. [2] Grossman perdeu seu filho Uri, na Guerra Israelo-Libanesa de 2006.

Obras[editar | editar código-fonte]

Ficção

Não Ficção

  • O Vento Amarelo: retrato da Palestina ocupada (título no Brasil) - no original The Yellow Wind (1987)
  • Sleeping on a Wire: Conversations with Palestinians in Israel (1992)
  • Death as a Way of Life: Israel Ten Years after Oslo (2003)
  • Mel de Leão (título no Brasil) ou O mel do leão: o mito de Sansão (título em Portugal) - no original Lion’s honey : the myth of Samson (2005)

Referências

  1. Folha UOL
  2. Revista Visão n.º 1167 (16-22 julho 2015), David Grossman, pág. 91.
Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.