David Miliband

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
David Miliband
Nome nativo David Miliband
Nascimento 15 de julho de 1965
Londres
Cidadania Reino Unido
Etnia judeu
Progenitores Mãe:Marion Kozak
Pai:Ralph Miliband
Cônjuge Louise Shackelton
Alma mater Corpus Christi College, Instituto de Tecnologia de Massachusetts, Bradford Grammar School, Haverstock School
Ocupação político, diplomata, economista

David Wright Miliband (Londres, Inglaterra, 15 de julho de 1965) é um político britânico que foi parlamentar pelo Partido Trabalhista por South Shields (entre 2001 e 2013). Ele também foi Secretário de Estado para relações exteriores entre 2007 e 2010 durante o governo de Gordon Brown. Seu irmão, Ed Miliband, foi o líder dos Trabalhistas de 2010 a 2015, período que também esteve a frente da Oposição Oficial. Esta foi a primeira vez que havia dois irmãos simultaneamente ocupando cargos no Gabinete de Governo, desde Edward, Lorde Stanley e Oliver Stanley em 1938.[1]

Nascido em Londres, David estudou na Universidade de Oxford e no Instituto de Tecnologia de Massachusetts, onde ele começou sua carreira no Instituto para Pesquisas de Políticas Públicas, no Reino Unido. Aos 29 anos, tornou-se chefe de política de Tony Blair enquanto o partido trabalhista estava na oposição e ele foi um grande contribuinte do manifesto que seu partido fez para as eleições de 1997, no qual os Trabalhistas se saíram muito bem. Blair o nomeou para a sua equipe na Downing Street de 1997 a 2001, sendo que neste último ano Miliband foi eleito para o Parlamento, representando South Shields, em Londres.[2]

Miliband passou parte da sua carreira em ministérios pequenos, como o Departamento de Educação e Aptidões, antes de se juntar ao Gabinete de governo em 2006 como Secretário de Meio ambiente. Durante sua passagem nesta pasta, políticas de mudança climática se consolidaram e passaram a ser tema recorrente entre os legisladores. Quando Gordon Brown se tornou Primeiro-ministro em 2007, David foi promovido ao cargo de Secretário de Relações Exteriores. Aos 41 anos, ele se tornou o mais jovem a assumir esta pasta desde David Owen trinta anos antes. Em setembro de 2010, ele perdeu por pouco a eleição para o cargo de Líder do Partido Trabalhista para o seu irmão, Ed Miliband. No fim do mesmo mês, ele anunciou que, "para evitar comparações com o irmão Ed" e eventuais distrações para o seu partido, ele não ficaria mais no "Gabinete de Sombra".[3]

Em 15 de abril de 2013, Miliband renunciou ao seu cargo no Parlamento para assumir o posto de Presidente e Diretor executivo do Comitê Internacional de Resgate, na cidade de Nova Iorque.[4]

Referências

  1. "David Miliband Biography". Página acessada em 21 de novembro de 2014.
  2. "David Miliband: Red to green in a generation". Página acessada em 21 de novembro de 2014.
  3. Mulholland, Hélène (29 de setembro de 2010). «David Miliband quits frontline politics». The Guardian. Londres. Consultado em 29 de setembro de 2010. Cópia arquivada em 1 de outubro de 2010 
  4. "David Miliband faces a diplomatic test at the IRC". Página acessada em 21 de novembro de 2014.
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.