David Oistrakh

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde maio de 2018). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
David Oistrakh
Nascimento 30 de setembro de 1908
Odessa
Morte 24 de outubro de 1974 (66 anos)
Amsterdã
Sepultamento Cemitério Novodevichy
Cidadania Império Russo, República Socialista Soviética Ucraniana, União Soviética
Alma mater Conservatório de Moscou
Ocupação violinista
Prêmios Prêmio Stalin, Ordem de Lenin, Artista do Povo da União Soviética, Ordem da Insígnia de Honra, Medalha de "Mérito de Trabalho da Grande Guerra Patriótica 1941-1945", Prêmio Lenin, Artista Honorário da República Socialista Federativa Soviética da Rússia, Medalha "Em Comemoração aos 800.º Aniversário de Moscou", Ordem do Leão da Finlândia, Grammy Award
Empregador Conservatório de Moscou
Causa da morte ataque cardíaco
Página oficial
http://www.oistrakh.com/
David Oistrakh

David Fyodorovich Oistrakh David Fiodorovič Ojstrah; (Odessa, 30 de setembro de 1908 - Amesterdão, 24 de outubro de 1974), foi um virtuoso violinista russo-ucraniano, um dos mais consagrados no século XX. [1]Fez muitas gravações. A ele se dedicaram numerosas obras para violino.

Filho de uma cantora de ópera, habituou-se em idade tenra à música. Ganhou seu primeiro violino aos 3 anos de idade. Ele certa vez declarou que era como um brinquedo, não havia nada mais divertido como sair com seu violino para passear na rua. Inocente criança, sonhava em ser um violinista de rua. Aos 5 anos de idade, com insistência, ganhou o primeiro violino de seus pais com intuito sério. Estudou com o renomado mestre musical Piotr Solomonovich Stoliarsky, seu primeiro e único professor. Morreu aos 24 de outubro de 1974, em Amsterdã, um dia após uma "corriqueira brilhante" apresentação no Concertgebow como maestro de sinfonias de Brahms. No momento da partida teve o conforto dos braços da mulher amada, sua esposa Tamara, que conhecia há 50 anos. Deixou também um filho, nascido em 1931, Igor, violinista exímio.

Referências

  1. Press, The Associated (25 de outubro de 1974). «David Oistrakh, Violinist, Dies». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331 
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]