David Remnick

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

David Remnick (Hackensack, 29 de outubro de 1958) é um jornalista norte-americano, escritor, e editor de revista. Ele foi correspondente pelo Washington Post em Moscou, e ganhou um Pulitzer em 1994 pelo seu livro Lenin's Tomb: The Last Days of the Soviet Empire. É editor da revista The New Yorker desde 1998. No Brasil, foi editada pela Companhia das Letras em 2006 uma coletânea sua de perfis para a revista, que foi publicada dentro da Coleção Jornalismo Literário sob o nome Dentro da Floresta.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido em Hackensack, Nova Jersey, foi criado em Hillsdale, Nova Jersey, em uma casa secular judaica com, ele disse, "um monte de livros ao redor." Ele formou-se na Universidade de Princeton, com bacharelado em literatura comparada, em 1981; lá, ele conheceu o escritor John McPhee e ajudou a fundar o Nassau Weekly. Ele é casado com a repórter do New York Times Esther Fein e tem três filhos, Alex, Noah, e Natasha. Ele gosta de jazz e cinema clássico e é fluente em russo.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.