David Teniers, o Velho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Celebração na Cidade, Accademia Carrara, Bergamo

David Teniers, o Velho (1582 - 29 de julho, 1649) foi um pintor flamengo nascido em Antuérpia.

Estou inicialmente com seu irmão, Juliaan Teniers, após com Rubens em Antuérpia e, mais tarde, com Adam Elsheimer em Roma. Entrou para a Guilda de São Lucas de Antuérpia em 1606.[1]

Trabalhava principalmente com pinturas de paisagens e cenas com camponeses, marcada com alto senso de humor, que muitas vezes eram confundidas com obras de seu filho, David Teniers, o Jovem.[1]

Suas obras podem ser encontradas na Igreja de São Paulo, em Antuérpia, na National Gallery, em Londres e galerias de São Petersburgo, Madri, Bruxelas, Munique, Dresden e Berlin. [1]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c Este artigo incorpora texto da Encyclopædia Britannica (11ª edição), publicação em domínio público.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre David Teniers, o Velho

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.