David Thorstad

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
David Thorstad
Nascimento 6 de junho de 1941
Nacionalidade estadunidense

David Thorstad (n. 6 de junho de 1941)[1] é um ativista político e escritor estadunidense. Desde os anos 1970 tem sido um ativista destacado do movimento pelos direitos dos homossexuais, e em 1978 foi membro fundador da North American Man/Boy Love Association (NAMBLA), a organização mais importante do ativismo pedófilo.

Biografia[editar | editar código-fonte]

De 1967 a 1973, Thorstad foi membro do Partido Socialista dos Trabalhadores (SWP), que anteriormente havia sido a organização trotskista mais importante dos Estados Unidos. Após ter deixado o SWP por causa da sua atitude em relação à homossexualidade, em 1976 publicou uma compilação de documentos internos do partido relativos ao debate deste sobre o movimento gay de libertação, com o título Gay Liberation and Socialism: Documents from the Discussions on Gay Liberation Inside the Socialist Workers Party (1970-1973)[2]. No início dos anos setenta Thorstad foi presidente da Gay Activists Alliance, grupo líder do movimento de libertação gay de Nova Iorque[3].

Em junho de 1974, Thorstad e John Lauritsen publicam o livro The Early Homosexual Rights Movement (1864-1935), um importante trabalho que relaciona o moderno movimento gay de libertação com os antigos movimentos pelos direitos dos homossexuais, especialmente na Alemanha, e mostra a relação entre esses movimentos e o movimento socialista[4]. Posteriormente, a obra foi traduzida para o espanhol[5] e o alemão[6].

Em 1978, Thorstad foi membro fundador da North American Man/Boy Love Association (NAMBLA), que se tornaria a organização mais numerosa e importante do ativismo pedófilo. Desde uma data indeterminada[carece de fontes?] e até setembro de 1996, ele exerceu como membro do Comitê Diretivo da organização. Em 1995 foi nomeado porta-voz oficial da organização.

Em 1985 esreveu a introdução do livro A Witchhunt Foiled: The FBI vs. NAMBLA[7], que documenta os fatos acontecidos a causa da falsa acusação contra um membro da NAMBLA da desaparição do menino Etan Patz[8], sucesso que provocou uma publicidade muito negativa para a organização.

A adesão de David Thorstad à NAMBLA o levou a romper com a maior parte da corrente principal do movimento pelos direitos dos homossexuais, que desde o início dos anos 1980 se tornou cada vez mais hostil às opiniões e atividades da organização. Em 1998, Thorstad declarou publicamente: "Pederastia é a forma principal que a homossexualidade masculina tem adoptado ao longo da civilização occidental, e não apenas no Occidente! Pederastia é inseparável dos pontos culminantes da cultura occidental: a Grécia Antiga e o Renascimento". Thorsard define os membros do atual movimento pelos direitos dos homossexuais como "zumbis politicamente corretos" e o "radicalismo de grupos como Queer Nation" como "grotesco e ofensivo"[9].

Seus pontos de vista aparecem resumidos em seus artigos "Man/Boy Love and the American Gay Movement", em Male Intergenerational Intimacy: Historical, Socio-Psychological and Legal Perspectives (Theo Sandfort, Edward Brongersma e Alex van Naerssen)[10], e "Homosexuality and the American Left: The Impact of Stonewall", em Gay Men and the Sexual History of the Political Left (Gert Hekma, Harry Oosterhuis e James Steakley)[11].

Referências

  1. Hocquenghem, Guy; Hennig, Jean-Luc; Thompson, Michael; Soukaz, Lionel. Le Gay Voyage: Guide et regard homosexuels sur les grandes métropoles. Paris: Albin Michel, 1980.
  2. Gay Liberation and Socialism: Documents from the Discussions on Gay Liberation Inside the Socialist Workers Party (1970-1973). Nova Iorque: [s. n.], 1976.
  3. Hubert, Kennedy. "Sexual Hysteria—Then and Now", Gay and Lesbian Historical Society of Northern California, OurStories, 1991, pp. 17–18.
  4. Lauritsen, John; Thorstad, David. The homosexual rights movement (1864-1935). [s. l., s. n.], 1973.
  5. Lauritsen, John; Thorstad, David. Los primeros movimientos en favor de los derechos homosexuales, 1864-1935. Barcelona: Tusquets, 1974.
  6. Lauritsen, John; Thorstad, David. Die frühe Homosexuellenbewegung: 1864 - 1935. Hamburgo: Libertäre Assoz, 1984.
  7. Kennedy, Hubert. "A Witch-hunt foiled: The FBI vs. NAMBLA". The Advocate, nº 446 (1986-05-13), p. 54.
  8. Jenkins, Philip. Moral Panic: Changing Concepts of the Child Molester in Modern America. Yale University Press: 2004. ISBN 978-0-300-10963-4.
  9. David Thorstad em BoyWiki.
  10. Sandfort, Theo; Brongersma, Edward. Male Intergenerational Intimacy: Historical, Socio-Psychological, and Legal Perspectives Nova Iorque: Haworth Press, 1990. ISBN 978-0-918393-78-4.
  11. Hekma, Gert; Oosterhuis, Harry; Steakley, James. Gay Men and the Sexual History of the Political Left. Binghamton: Harrington Park Press, 1995. ISBN 1-56023-067-3.

Ver também[editar | editar código-fonte]