Davis Motomiya

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

“Continue em frente e não importa o que aconteça, nunca se esqueça de ser criança.”


Davis Motomiya
本宮 大輔 Motomiya Daisuke
Primeira aparição Digimon Adventure 02 ep. 01
Última aparição Digimon Adventure tri.
Vozes Japão Reiko Kiuchi
Brasil Bruno Pontes
Portugal Tobias Monteiro
Portugal Carlos Macedo (Filme)
Perfil
Idade
  • 11(original japonês)
  • 13(versão americana)
Sexo Masculino
Raça Humano
Símbolo Milagre
Vida no animangá
Ocupação Vendedor de Macarrão
Título Líder da Segunda Geração de DigiEscolhidos
Família Pai(nome não revelado)
Mãe(nome não revelado)
Jun Motomiya(irmã)
Filho(nome não revelado)
Parceiro Digimon
Personagem de Digimon Adventure 02
Portal Animangá



Davis Motomiya (本宮 大輔, Motomiya Daisuke) é um personagem fictício do anime Digimon Adventure 02. É um dos principais e líder da Segunda Geração de DigiEscolhidos substituindo Tai Kamiya, líder da Geração anterior de DigiEscolhidos. Tem um temperamento teimoso. Seu parceiro é Veemon e ele era apaixonado por Kari, irmã mais nova de seu antecessor.

Digimon Adventure[editar | editar código-fonte]

Em 3 de agosto de 1999, Davis foi um dos garotos capturados pelos servos de Myotismon. Como resultado, tornou-se um DigiEscolhido três anos mais tarde.

Digimon Adventure 02[editar | editar código-fonte]

Davis conheceu Veemon na sua primeira ida ao DigiMundo, quando ele o libertou do seu selamento no DigiOvo da Coragem. Ao ver Kari em perigo, Davis conseguiu ativar o poder do DigiOvo e Veemon se transformou em Flamedramon que derrotou facilmente o Monochromon. Tai então entregou a Davis seu par de óculos e junto deles, a liderança. Apesar disso, no começo Davis encarava as coisas de cara e sem pensar. Cedo, Davis provou não saber exatamente o que é a verdadeira amizade, coisa que depois ele conquista ao libertar o DigiOvo da Amizade, permitindo Veemon atingir a forma de Lighdramon.

Apesar de tudo, ele frequentemente discute com seu rival T.K. pela atenção de Kari(primeiramente Davis o chamava de "você", pronunciando a palavra de forma rude). Um pouco depois, a escola de Davis estava competindo num campeonato de futebol entre escolas, e num jogo, Davis acertou o tornozelo de Ken Ichijouji. Consequentemente, quando estava no DigiMundo, Davis atacou o Imperador Digimon e reconheceu o mesmo machucado. Sem outra escolha, o Imperador Digimon revelou ser Ken.

Na batalha final contra Kimeramon, Wormmon mostrou a Davis e Veemon a fonte de poder da base do Imperador, que por sinal era o DigiOvo do Milagre. Usando-o, Veemon atingiu a forma do cavaleiro Magnamon. Depois que o DigiOvo foi usado, Davis descobriu que dentro dele estava selado o Brasão da Bondade. Kimeramon e Magnamon batalharam, mas o poder das trevas contido em Kimeramon era muito grande. Para proteger seu parceiro, Wormmon disse seu último adeus a Ken e se sacrificou para aumentar a força de Magnamon, mas antes disso, ele disse que o Brasão da Bondade pertencia a Ken. Com isso, Magnamon destruiu Kimeramon. Após ter perdido seu companheiro, Ken percebeu que os Digimons são seres vivos e não simples programas de computador. Com a paz reinando, os DigiEscolhidos começaram a reconstrução do DigiMundo, e durante isso, Veemon digivolveu para ExVeemon.

Davis foi o primeiro dos DigiEscolhidos a aceitar que Ken havia mudado. Demorou para que os outros percebecem isso (principalmente Cody). Com o aparecimento de Arukenimon, ocorreu a primeira Digivolução de DNA. ExVeemon e Stingmon se tornaram Paildramon e posteriormente, Imperialdramon e Imperialdramon Modo Guerreiro. Na noite de Natal, Davis foi até a Cidade de Nova Iorque para ajudar Mimi, Michael e outros DigiEscolhidos a combaterem um Jyureimon. Os sinais de amor por Kari começaram a desaparecer.

Durante o ataque de Daemon ao mundo humano, o Imperialdramon de Davis e Ken conseguiu atingir a mudança de modo e evoluiu para Imperialdramon Modo Guerreiro e derrotou SkullSatamon (um dos servos do vilão). Mas tarde quando os Digiescolidos derrotaram seus servos LadyDevimon e MarineDevimon o próprio Daemon surgiu para enfrentá-los. O Lorde Demônio era tão poderoso que nem mesmo com o poder de Imperialdramon Modo Guerreiro, Silphymon e Shakkoumon junto era pareos para ele. Daemon só pode ser finalmente derrotado após o uso do Digivice negro de Ken, que com a ajuda de Davis e os outros Digiescolidos conseguiram enviá-lo para o Mar de Dragomon. Uma vez no Mar de Dragomon, ele nunca mais poderia voltar.

Seu maior momento foi na batalha final contra MaloMyotismon. Davis foi o único disposto a lutar contra a Dimensão dos Sonhos(o estranho é que na série toda, todos os personagens provam que ele é um incompetente que só pensa em namorar Kari, deixando todos em grande perigo). Usando o poder que tinha naquele lugar, Davis separou as formas de Veemon (Flamedramon, Lighdramon e ExVeemon) que libertaram os outros DigiEscolhidos. Apesar de tudo, todos estavam com dúvidas de que poderiam vencer, mas Davis os deu coragem (todos os fãs da série acham que Davis foi substituído por um clone que é muito mais corajoso que o original). MaloMyotismon estava curioso para saber como Davis se livrou da sua prisão dos sonhos, Davis disse a todos que seu único sonho era crescer e abrir um carro de macarrão. Seguindo o exemplo de Davis, todos os DigiEscolhidos concentraram-se em seus sonhos que se uniram em um só desejo: destruir MaloMyotismon. Esse desejo deu forças a Imperialdramon Modo Guerreiro para criar um grande canhão que destruiu MaloMyotismon com o ataque Aniquilador Final.

Epílogo 2027[editar | editar código-fonte]

Até o ano de 2027, Davis alcança seu sonho de abrir seu próprio restaurante, começando por um carrinho de macarrão e tornou-se um enorme sucesso. Existem agora, diversos de seus restaurantes por todo o mundo. Seu espírito lhe rende um lugar em capas de revistas ao redor do globo. Ele é rico, casado e tem um filho, que tem o mesmo olhar de seu pai, e assim com ele, herdou os óculos de Tai e tem como parceiro, um DemiVeemon.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Japonês[editar | editar código-fonte]