Days of Thunder

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Days of Thunder
Dia de Tempestade (PT)
Dias de Trovão (BR)
Pôster de divulgação.
 Estados Unidos
1990 •  cores •  108 min 
Direção Tony Scott
Roteiro Robert Towne
Tom Cruise[1]
Género aventura
Companhia(s) produtora(s) Paramount Pictures
Idioma inglês
Francês
Receita 157,9 milhões[2]

Days of Thunder (Dias de Trovão (título no Brasil) ou Dia de Tempestade (título em Portugal)) é um filme norte-americano de 1990 dirigido por Tony Scott.[3]

Obteve 40% de aprovação dos críticos especializados, segundo o Rotten Tomatoes, baseado em 42 críticas recolhidas.[4] Por comparação, o Metacritic calculou uma média 60, em um máximo de 100, através de 16 críticas.[5]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Cole Trickle é um jovem piloto de Glendale, Califórnia, com anos de experiência em corridas, ganham campeonatos na IndyCar Series. Seu objetivo era ganhar as 500 Milhas de Indianápolis, mas percebe que não pode vencer a Indy sem um grande carro. Ele é recrutado por Daland, o magnata da concessionária Chevrolet, para a corrida na sua equipe na NASCAR Winston Cup Series. Daland também convence o ex-chefe de equipe e construtor de automóveis Harry Hogge para sair da aposentadoria e liderar grupo de Cole. Depois Trickle define um teste privado em Charlotte, Hogge constrói-lhe um novo Chevrolet Lumina para dirigir na Copa Winston, embora a temporada já começou. Durante suas primeiras corridas, Cole tem dificuldade para se ajustar aos carros maiores da NASCAR e se comunicar com sua equipe enquanto está sendo intimidado na pista pelo vencedor da Winston Cup, Rowdy Burns,; isso resulta em Cole não terminando as corridas, principalmente devido a acidentes. Depois de descobrir que Cole não entende a terminologia comum usada por equipes da NASCAR, Harry coloca-lo em um treinamento rigoroso. Isso compensa na corrida de Darlington, quando Cole usa uma manobra para ultrapassar Rowdy e vencer sua primeira corrida.

A rivalidade entre Cole e Rowdy se intensifica ao longo da temporada até graves tragédias. No Firecracker 400 em Daytona, ambos os pilotos estão gravemente feridos após seus carros serem destruídos por "The Big One". Enquanto se recuperava de seus ferimentos em Daytona Beach, Cole desenvolve um relacionamento romântico com a Drª. Claire Lewicki, uma neurocirurgiã do Hospital Memorial Daytona, que era médica sênior de plantão quando ele foi trazido depois de seu acidente e estava acompanhando à sua saúde. Ao mesmo tempo, Cole e Rowdy passam a ser amigos. Como Cole ainda está passando por terapia, Daland contrata o estreante Russ Wheeler para assumir seu lugar. Semanas depois, Cole retorna à ativa, com Daland agora nos dois times - o segundo carro dirigido por Russ. Embora Cole mostra sinais de seu antigo eu, ele encontra-se intimidados por seu companheiro de equipe. Então, em North Wilkesboro, Russ joga Cole para fora para ganhar a corrida. Em retaliação, Cole bate seu carro no de Russ – que é o seguinte da prova – resultando em Cole e a equipe de Harry sendo demitida por Daland.

Quando Rowdy descobre que ele tem de passar por uma cirurgia no cérebro, ele pede para Cole dirigir seu carro na Daytona 500, assim seus patrocinadores irão pagar para o ano. Cole relutantemente concorda e convence Harry para ser seu chefe de equipe novamente. Horas antes da corrida, Harry descobre um sinal de falha de motor, então ele consegue que Daland forneça-lhe um novo motor. Durante a corrida, o carro de Cole fica com defeito depois de ser jogado para fora por Russ, mas com os esforços de seu grupo, consegue resolver o problema e levá-lo de volta à corrida. Isso define o tom para um confronto final entre Cole e Russ. Na última volta, Russ prevê que Cole vai tentar a sua manobra, mas Cole com um crossover, ultrapassando-o, ganha seu primeiro Daytona 500. Cole dirige na linha de chegada, onde ele e Claire beijam-se apaixonadamente, enquanto eles celebram com o seu pit-crew. Como ele olha em volta para ver onde Harry está, ele vê-lo sentado sozinho em uma barreira de concreto perto das tendas equipes. Cole anda até Harry e desafia-o a uma corrida a pé na pista.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Trilha Sonora[editar | editar código-fonte]

01. Trail Of Broken Hearts - Cher
02. Hearts In Trouble - Chicago
03. The Last Note Of Freedom - David Coverdale
04. Knockin' On Heavens Door - Guns N' Roses
05. Long Live The Night - Joan Jett & The Blackhearts
06. You Gotta Love Someone - Elton John
07. Show Me Heaven - Maria McKee
08. Gimme Some Lovin' - Terry Reid
09. Thunder Box - Apollo Smile
10. Break Through The Barrier - Tina Turner
11. Deal For Life - John Waite

Elenco[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o


Referências

  1. Maslin, Janet (27-06-1990). Days of Thunder (1990) (em inglês) The New York Times. Visitado em 16-04-2010.
  2. Days of Thunder (em inglês) Box Office Mojo. Visitado em 16-04-2010.
  3. Howe, Desson (29-06-1990). ‘Days of Thunder’ (em inglês) Washington Post. Visitado em 16-04-2010.
  4. Days of Thunder (1990) (em inglês) Rotten Tomatoes. Visitado em 16-04-2010.
  5. Days of Thunder (em inglês) Metacritic. Visitado em 16-04-2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Days of Thunder