De Havilland Dove

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Wiki letter w.svg
Por favor, melhore este artigo, expandindo-o. Mais informações podem ser encontradas no artigo «De Havilland Dove» na Wikipédia em inglês e também na página de discussão. (julho de 2019)
DH.104
Dove
Avião
De Havilland Dove registro D-IFSA (Alemanha)
Descrição
Tipo / Missão Avião comercial, de transporte civil e militar
País de origem  Reino Unido
Fabricante De Havilland
Período de produção 1946-1967
Quantidade produzida 542[1]
Custo unitário $89,000 (1953)[2]
$136,000 (1961)[nota 1]
Desenvolvido em De Havilland Heron
De Havilland Australia DHA-3 Drover
Primeiro voo em 25 de setembro de 1945 (73 anos)
Aposentado em Em serviço limitado
Tripulação 2, piloto e co-piloto (Dove 7)
Passageiros 8 (Dove 7)
Especificações (Modelo: Dove 7)
Dimensões
Comprimento 11,96 m (39,2 ft)
Envergadura 17,40 m (57,1 ft)
Altura 4,06 m (13,3 ft)
Área das asas 31,1  (335 ft²)
Alongamento 9.7
Peso(s)
Peso vazio 2 869 kg (6 320 lb)
Peso máx. de decolagem 4 060 kg (8 950 lb)
Propulsão
Motor(es) 2 x motores de seis cilindros em linha invertidos refrigerados a ar De Havilland Gipsy Queen 70 Mk 3
Potência (por motor) 400 hp (298 kW)
Performance
Velocidade máxima 370 km/h (200 kn)
Velocidade de cruzeiro 301 km/h (162 kn)
Alcance (MTOW) 1 415 km (879 mi)
Teto máximo 6 610 m (21 700 ft)
Razão de subida 5,8 m/s

O De Havilland DH-104 Dove é um avião de transporte a pistão da empresa De Havilland.

Variantes[editar | editar código-fonte]

Variante Característica Notas
Dove 1 Aeronave de transporte leve, assentos para até 11 passageiros. Motorizado com dois motores a pistão De Havilland Gipsy Queen 70-4 de 340 cavalos-vapor (250 quilowatts) [nota 2][nota 3]
Subvariante Característica Notas
Dove 1B Dove Mk 1 equipado com motores Gipsy Queen 70-2 de 380 cavalos-vapor (279 quilowatts) [nota 3]
Variante Característica Notas
Dove 2 Versão de transporte executivo, assentos para seis passageiros e equipado com motores Gipsy Queen 70-4 de 340 cavalos-vapor (250 quilowatts) [nota 3]
Subvariante Característica Notas
Dove 2B Versão do Mk 2 com motores Gipsy Queen 70-2 de 380 cavalos-vapor (279 quilowatts) [nota 3]
Variante Característica Notas
Dove 3 Versão proposta para vigilância, não construída. [nota 3]
Dove 4 Versão militar de transporte e comunicações [nota 3]
Subvariante Característica Notas
Devon C Mk 1 Versão de comunicação e transporte para a Real Força Aérea [nota 4]
Devon C Mk 2 Versão re-motorizada do Devon C Mk 1 da RAF [nota 4]
Sea Devon C Mk 20 Versão de comunicação e transporte para a Marinha Real [nota 4]
Variante Característica Notas
Dove 5 Versão com motores mais potentes Gipsy Queen 70-2 de 380 cavalos-vapor (279 quilowatts) [nota 5][nota 3]
Dove 6 Versão atualizada do Dove 2 executivo com motores Gipsy Queen 70-2 de 380 cavalos-vapor (279 quilowatts) [nota 3][nota 5]
Subvariante Característica Notas
Dove 6B Estressado para operações com peso máximo de 3 856 quilogramas (8 500 libras) [nota 3]
Variante Característica Notas
Dove 7 Versão atualizada do Dove 1 com motores mais potentes Gipsy Queen 70-3 de 400 cavalos-vapor (294 quilowatts) [nota 3]
Dove 8 Versão atualizada do Dove 2 com motores mais potentes Gipsy Queen 70-3 de 400 cavalos-vapor (294 quilowatts) [nota 3]
Subvariante Característica Notas
Dove 8A Versão do Dove 8 para o mercado dos Estados Unidos com cinco assentos [nota 3]
Variante Característica Notas
Dove Custom 800 Versão customizado do Dove feita pela Horton e Horton de Fort Worth, Texas. Normalmente equipado com anteparos removíveis e vários interiores diferentes incluindo opções orientadas para frotas [nota 6]
Carstedt Jet Liner 600 Conversões do Dove realizadas pela Carstedt Inc. de Long Beach, California, USA. A aeronave era equipada com dois turboélices Garrett AiResearch TPE331. A fuselagem foi alongada em 45,7 centímetros (18,0 polegadas) para acomodar 18 passageiros [3][nota 7]
Riley Turbo Executive 400 /
Riley Turbo-Exec 400 /
Riley Dove 400
Conversões do Dove realizadas pela Riley Aeronautics Corp nos Estados Unidos.[nota 8] A aeronave era equipada com um motor a pistão Lycoming IO 720A1A de 400 cavalos-vapor (294 quilowatts). Algumas conversões da Riley possuíam a cauda com uma aleta vertical e leme mais altos. Durante o final dos anos de 1960 a Riley Aeronautics localizada em um aeroporto executivo em Fort Lauderdale, Florida, realizava trabalhos de remontagem de interior dos De Havilland Dove e Heron.

Operadores[editar | editar código-fonte]

Civis[editar | editar código-fonte]

Militares[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre De Havilland Dove
Desenvolvimento relacionado

Notas

  1. Schlaeger September 1961, p. 31.
  2. Gunston 1980, p. 158
  3. a b c d e f g h i j k l Stemp 2011, p. 117.
  4. a b c Stemp 2011, p. 119.
  5. a b Gunston 1980, p. 159.
  6. Schlaeger September 1961, pp. 30–31.
  7. Gunston 1980, pp.159, 238.
  8. Jane 1972, p. 432.
  9. a b c d e f g h i Stroud 1994, p. 67.
  10. a b c Stroud 1994, p. 68.
  11. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t Sykes 1973, p. 56-60.
  12. Sykes 1973, p. 22.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Schlaeger, Gerald J. "de Havilland Dove Custom 800." Flying Magazine, September 1961. Vol. 69, No. 3. pp. 30–31, 64, 66.
  • Gunston, Bill. The Illustrated Encyclopedia of Propeller Airliners. Exeter Books, 1980. ISBN 0-896-73078-6.
  • Stemp, P. D. "Kites, Birds & Stuff – de Havilland Aircraft." Lulu.com, 2011. ISBN 1-447-77679-8.
  • Jane, Frederick Thomas. Jane's All the World's Aircraft. Sampson Low, Marston & Company, 1972.
  • Stroud, John. "Post War Propliners: de Havilland Dove". Aeroplane Monthly, Vol. 22, No. 10, October 1994. pp. 64–69.
  • Sykes, T. (editor) The DH104 Dove and DH114 Heron Tonbridge, Kent, UK: Air-Britain (Historians) Ltd, 1973.

Referências

  1. Jerram, Mike. "The last de Havilland." Flying Magazine, 120 (9). p. 43.
  2. "Commercial Aircraft 1953." Flight International, 6 March 1953. p. 304.
  3. "Carstedt Jet Liner 600"], Flight International, p. 85, 19 January 1967
  4. "F-12 (cn 04156)". airliners.net, 11 February 2006.
  5. "Congo, Part 1; 1960–1963". ACIG. 2003.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um avião, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.