Dead by Daylight

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Dead by Daylight
Desenvolvedora(s) Behaviour Interactive
Publicadora(s) Starbreeze Studios
(no PC até 2017)
Behaviour Interactive
(no PC e Stadia desde 2018)
505 Games
(no PS4 e Xbox One)
Koch Media
(no Android)
Diretor(es) Ashley Pannell
Dave Richard
Mathieu Coté
Produtor(es) Stéfan Beauchamp-Daniel
Designer(s) Dave Richard
Escritor(es) Farah Daoud-Brixi
Programador(es) Fadi Beyrouti
Jean-Philip Desjardins
Rémi Veilleux
Artista(s) Filip Ivanovic
Marc Salha
Compositor(es) Michel F. April
Motor Unreal Engine 4
Plataforma(s) Microsoft Windows
PlayStation 4
Xbox One
Nintendo Switch
Android
iOS
Stadia
PlayStation 5
Xbox Series X/S
Lançamento Microsoft Windows
14 de junho de 2016
PlayStation 4 & Xbox One
23 de junho de 2017
Nintendo Switch
24 de setembro de 2019
Windows Store
31 de outubro de 2019
Android/iOS
16 de abril de 2020
Stadia
1 de Outubro de 2020
PlayStation 5, Xbox Series X/S
2020
Gênero(s) Survival horror
Modos de jogo Multijogador
Página oficial

Dead by Daylight é um jogo de terror de sobrevivência assimétrico multijogador desenvolvido pela Behaviour Interactive e publicado pela Starbreeze Studios.[1] Dead by Daylight foi lançado no sistema operacional Microsoft Windows em junho de 2016,[2][3] lançado nos consoles PlayStation 4 e Xbox One em junho de 2017, lançado para Nintendo Switch em setembro de 2019 e para Android e iOS como Beta no segundo semestre de 2019 com lançamento para 16 de abril de 2020.[4][5][6] O jogo também foi lançado para o Stadia[7] em 1 de outubro de 2020 como um jogo resgatável para usuários do Stadia Pro[8] e utilizando um dos recursos específicos do Stadia o Crowd Choice, que permite que espetadores de uma transmissão no YouTube controle algumas escolhas do youtuber. As versões do jogo para PlayStation 5 e Xbox Series X/S estão programadas para lançamento no final de 2020.[9] Dead by Daylight é jogado exclusivamente um jogador contra quatro, onde um jogador assume o papel do assassino selvagem, e os outros quatro jogadores jogam como sobreviventes, tentando escapar do assassino, reparando cinco geradores e abrindo os portões de saída para evitar ser capturado, enganchados e sacrificados.

Como sobrevivente, é possível jogar sozinho ou com amigos para enfrentar um assassino desconhecido. Sobreviventes podem usar itens, habilidades desbloqueadas e objetos do ambiente para enganar o assassino e escapar do seu território. Colocados em mapas processualmente gerados, os objetos do mundo são gerados aleatoriamente, sendo assim, não é possível saber o que está enfrentando e como fugir. Toda decisão afeta suas chances de sobrevivência. Cada sobrevivente tem três habilidades exclusivas que lhe dará uma vantagem ao decorrer da partida. Mais tarde, essas habilidades exclusivas podem ser desbloqueadas em outros sobreviventes. Itens também lhe dão vantagens na partida; com uma lanterna, por exemplo, você pode cegar o assassino para o perder de vista. É possível adquirir itens como lanternas, caixa de ferramentas e caixa de primeiros socorros encontrando-os em baús ou adquirindo com pontos de sangue na teia de sangue.[10]

Os assassinos vem de todos os gêneros de terror, desde slashers brutais até entidades paranormais assustadoras. Você pode dominar os poderes únicos desses monstros e explorar o conhecimento de seu território para rastrear, caçar, quebrar e sacrificar suas vítimas antes que elas tenham a chance de escapar em segurança. Cada assassino no jogo tem um poder específico que ajuda a pegar os sobreviventes. Como os sobreviventes, os assassinos também têm habilidades exclusivas além do seu poder que também podem ser desbloqueadas em outros assassinos. O poder do assassino pode ser melhorado adquirindo complementos com pontos de sangue na teia de sangue.[10] Entre vários de personagens originais, o jogo também inclui personagens licenciados, desbloqueáveis e baixáveis (DLC). Personagens famosos e cenários das franquias de terror Halloween, The Texas Chainsaw Massacre, A Nighmate on Elm Street, Ash vs Evil Dead, Scream, Saw, Stranger Things e Silent Hill são apresentados no jogo.

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

Um grupo de até quatro sobreviventes deve fugir de um assassino. A perspectiva dos sobreviventes são em terceira pessoa, enquanto a perspectiva do assassino é em primeira pessoa.[11] Os sobreviventes não podem lutar contra o assassino e só podem sobreviver correndo e se escondendo deles. Eles devem usar obstáculos na forma de paletes de madeira, janelas e itens que eles encontram dentro de baús ou trazem antes do começo da partida para correrem do assassino pelo tempo que puderem. Para escapar, os sobreviventes devem consertar um total de cinco geradores espalhados por todo o mapa para ativar os portões de saída, então eles devem abrir os portões de saída e sair da área ou, alternativamente, encontrar uma escotilha que surge aleatoriamente no mapa para escaparem.[12]

Sobreviventes[editar | editar código-fonte]

Os jogadores assumem o papel de um dos 24 sobreviventes, Dwight Fairfield, Meg Thomas, Claudette Morel, Jake Park, Nea Karlsson, Laurie Strode, William 'Bill' Overbeck, Ace Visconti, Feng Min, David King,[13][14] Quentin Smith, David Tapp, Kate Denson, Adam Francis, Jeff Johansen, Jane Romero, Ash Williams, Steve Harrington, Nancy Wheeler, Yui Kimura, Zarina Kassir, Cheryl Mason, Felix Ritcher e Élodie Rakoto.[15] O objetivo dos sobreviventes é fugir da área fechada, o que pode ser feito de duas maneiras: reparando cinco geradores quebrados para fornecer energia para alavancas de dois portões de saída; ou escapando pela escotilha. A escotilha abre somente quando há apenas um sobrevivente restante na partida. Os sobreviventes precisarão de uma chave para abrir a escotilha se houver mais de uma pessoa viva.[16] O assassino pode fechar a escotilha. As opções de movimento dos sobreviventes consistem em correr, caminhar, andar agachado ou rastejar. Eles devem evadir e enganar o assassino, perdendo sua linha de visão em uma perseguição ou se escondendo com sucesso deles.

Assassinos[editar | editar código-fonte]

Alternativamente, os jogadores assumem o papel de um dos 22 assassinos, o Caçador, o Espectro, o Caipira, a Enfermeira, o Vulto, a Bruxa, o Doutor, a Caçadora, o Canibal, o Pesadelo, a Porca, o Palhaço, o Espírito, a Legião, a Praga, o Ghostface, o Demogorgon, o Oni, o Mercenário, o Carrasco, o Flagelo e os Gêmeos.[15] A maioria dos assassinos tem apenas uma forma de locomoção, movendo-se em ritmo acelerado, o que é moderadamente mais rápido do que o ritmo de um sobrevivente correndo. Ao caçar os sobreviventes, o assassino deve capturá-los ou golpeando-os duas vezes com a arma (o primeiro golpe reduz o estado de vida do sobrevivente de "saudável" para "ferido" e empurra-os a uma curta distância à frente do assassino, enquanto o segundo golpe os leva ao estado "morrendo", onde o sobrevivente rasteja lentamente no chão) ou agarrá-los em certos movimentos, pegá-los dentro de armários, enquanto tentam saltar sobre paletes ou através de janelas (a ação de agarrar só funciona quando o sobrevivente está ferido), enquanto consertam um gerador, ou tentam resgatar um sobrevivente um gancho. Alguns assassinos têm ataques secundários que causam dano duplo e colocam os sobreviventes no estado "morrendo" em apenas um ataque. Todo assassino tem uma habilidade secundária, chamada de "poder". Cada poder é único. Por exemplo, o Espectro pode se tornar invisível e se mover mais rápido ao tocar seu sino (mas incapaz de atacar os sobreviventes enquanto estiver oculto), e o Caipira usa uma motosserra que permite que ele corra rapidamente pelo mapa e derrubar sobreviventes instantaneamente com ela. Os poderes podem ser melhorados usando complementos que são comprados na teia de sangue.

O objetivo do assassino é sacrificar os sobreviventes à Entidade, um ser malévolo que domina o reino em que Dead by Daylight ocorre. Sobreviventes presos são colocados em ganchos de açougue localizados ao longo do território da partida, o que inicia o processo de sacrifício, que levará dois minutos para ser concluído sem qualquer influência externa. Alguns complementos especiais, vantagens ou as oferendas chamadas 'Memento Mori' permitem que o assassino pule o processo de sacrifício e mate um sobrevivente diretamente com as próprias mãos, com uma animação especial.

Na primeira vez que um sobrevivente é enganchado, ele entra na primeira fase. Nesta fase, o sobrevivente pode tentar uma chance baixa (de 4%) de escapar do gancho por conta própria ao custo de acelerar tremendamente o processo de sacrifício para a segunda fase por falha em escapar. Sobreviventes enganchados também podem ser resgatados por outros sobreviventes. Oferendas e vantagens específicas podem aumentar a chance de escapar do gancho sozinho. Se o sobrevivente escapa ou é salvo e, eventualmente, é enganchado pela segunda vez, ele entra na 'fase de luta', na qual o sobrevivente tem que resistir à Entidade tentando apunhalá-los pressionando rapidamente a barra de espaço, X ou A, dependendo do plataforma, até que sejam salvos por um aliado ou mortos pela 'Entidade'. Se o sobrevivente for salvo durante a 'fase de luta' e for enganchado pela terceira vez, ele morrerá para a Entidade instantaneamente sem oportunidade de sobrevivência.

O assassino, apesar de andar mais rápido que os sobreviventes, é mais lento do que os sobreviventes na maioria dos outros movimentos: depois de atingir um sobrevivente, o assassino diminuirá a sua velocidade de movimento para limpar o sangue de sua arma. O assassino também é mais lento em saltar janelas e não pode pular sobre paletes que os sobreviventes podem lançar em seu caminho (com exceção da Legião), em vez disso os assassinos têm que rodear o local ou gastar algum tempo destruindo-as.

O assassino também tem uma habilidade de leitura de aura, revelando constantemente a localização de geradores, totens enfeitiçados e, ao carregar um sobrevivente, ganchos através do mapa. Um mecanismo foi adicionado no Patch 1.5.0, que introduziu a mecânica 'Sede de Sangue'. Durante 15 segundos em uma perseguição sem usar o poder, quebrar ou ser atordoado por paletes ou atacar um sobrevivente, o assassino recebe um impulso de 0,2 m/s à sua velocidade de movimento base; 30 segundos em uma perseguição concede ao assassino um aumento de 0,4 de m/s; e finalmente, se uma perseguição durar 45 segundos consecutivos, o assassino recebe um impulso de 0,6 m/s. A sede de sangue dura apenas até que uma perseguição termine ou até o assassino realizar algumas das ações citadas.

Vantagens[editar | editar código-fonte]

Sobreviventes e assassinos têm a opção de utilizar até quatro vantagens (também chamadas pelo termo em inglês Perk), que dão habilidades especiais aos seus personagens. Cada personagem (sobrevivente ou assassino) começa com um conjunto de três vantagens que são exclusivas para eles e devem primeiro ser desbloqueadas antes que os outros sobreviventes possam usá-las. Essas vantagens podem ser desbloqueadas e atualizadas na teia de sangue usando Pontos de Sangue. Cada teia de sangue pode conter até duas vantagens. Essas vantagens podem variar de dar uma arrancada de velocidade para correr do assassino, até ser capaz de se curar sem a necessidade de um kit de primeiros socorros ou de um companheiro de equipe, ou desbloquear a capacidade de sabotar ganchos sem uma caixa de ferramentas. Há também uma infinidade de vantagens "universais" disponíveis para qualquer sobrevivente, bem como para assassinos.[12]

Enredo[editar | editar código-fonte]

A Entidade, um ser sobrenatural oriundo da antiga teia de sangue, é despertada do seu sono profundo sempre que é convocada por ações de grande violência e malícia. Os assassinos, em sua maioria assassinos em série, ou vítimas de uma terrível tragédia, são retirados de suas respectivas realidade por ela e convencidos a cumprir suas ordens. Para manter sua existência, a Entidade exige sacrifícios o que obriga os assassinos a caçarem e matarem os sobreviventes, para que possam se alimentar de suas esperanças e roubar um pedaço de suas almas após a morte. Em seguida, eles são trazidos de volta à vida para repetir o julgamento, tentando escapar incessantemente.[17]

Os sobreviventes são atraídos para o mundo criado pela Entidade quando vagam muito perto dos lugares de onde os assassinos foram retirados, desaparecendo do mundo real sem deixar vestígios. Eles acabam em uma fogueira solitária, onde descansam entre as provações, até que um assassino os persiga novamente. Cada julgamento ocorre em uma série de lugares construídos pela Entidade das áreas de onde os assassinos foram levados. A única esperança de fuga dos sobreviventes é completar uma série de geradores espalhados em cada lugar para ativar portões e escapar. Se o assassino matar todos os sobreviventes, com exceção de um ainda vivo, a Entidade oferecerá a este último uma outra alternativa de fuga na forma de uma escotilha. Escapar de tais territórios sempre leva os sobreviventes de volta à fogueira, e ofertas podem ser criadas para serem queimadas e apelar a favor da Entidade. Como a Entidade alimenta a esperança dos sobreviventes de escapar, ela os ajuda tanto quanto os assassinos, atuando como um observador imparcial da caçada, intervindo apenas para reivindicar os que estavam pendurados em seus ganchos.[17]

Conteúdo para download[editar | editar código-fonte]

  • dagger Esse símbolo destaca DLCs que possuem personagens licenciados, indicando que a Behaviour adquiriu os direitos de uso para os personagens fictícios.
Nome da DLC Data de lançamento Assassino Sobrevivente Mapa
The Last Breath 18 de agosto de 2016 A Enfermeira Nea Karlsson Enfermaria Conturbada (Hospício Crotus Prenn)
The Halloween Chapter dagger 25 de outubro de 2016 O Vulto Laurie Strode Travessa Lampkin (Haddonfield)
Of Flesh and Mud 8 de dezembro de 2016 A Bruxa Ace Visconti A Rosa Lívida (Pântano do Remanso)
Left Behind dagger 8 de março de 2017 William "Bill" Overbeck
Spark of Madness 11 de maio de 2017 O Doutor Feng Min Centro de Tratamento (Instituto Memorial Léry)
A Lullaby for the Dark 27 de julho de 2017 A Caçadora David King Refúgio da Caçadora (Floresta Vermelha)
LeatherFace dagger 14 de setembro de 2017 O Canibal -
A Nightmare on Elm Street dagger 26 de outubro de 2017 O Pesadelo Quentin Smith Escola Primária de Badham (Springwood)
The Saw Chapter dagger 23 de janeiro de 2018 A Porca David Tapp O Jogo (Fábrica de Embalagens de Carnes Gideon)
Curtain Call 12 de junho de 2018 O Palhaço Kate Denson Capela do Padre Campbell (Hospício Crotus Prenn)
Shattered Bloodline 18 de setembro de 2018 O Espírito Adam Francis Residência da Família (Propriedade dos Yamaoka)
Darkness Among Us 11 de dezembro de 2018 A Legião Jeffrey "Jeff" Johansen Resort do Monte Ormond (Ormond)
Demise of the Faithful 19 de março de 2019 A Praga Jane Romero O Templo da Purgação (Floresta Vermelha)
Ash vs Evil Dead dagger 2 de abril de 2019 Ashley "Ash" Williams
Ghost Face dagger 18 de junho de 2019 O Ghostface
Stranger Things dagger 17 de setembro de 2019 O Demogorgon Steve Harrington e Nancy Wheeler O Complexo Subterrâneo (Laboratório Nacional de Hawkins)
Cursed Legacy 3 de dezembro de 2019 O Oni Yui Kimura Santuário da Ira (Propriedade dos Yamaoka)
Chains of Hate 10 de março de 2020 O Mercenário Zarina Kassir Dead Dawg Saloon (Túmulo de Glenvale)
Silent Hill dagger 16 de junho de 2020 O Carrasco Cheryl Mason Escola Primária Midwich (Silent Hill)
Descend Beyond 8 de setembro de 2020 O Flagelo Felix Richter
A Binding of Kin 1 de dezembro de 2020 Os Gêmeos Élodie Rakoto

Recepção[editar | editar código-fonte]

 Recepção
Resenha crítica
Publicação Nota
GameSpot PC: 6/10[18]
Pontuação global
Publicação Nota média
Metacritic PC: 71/100[19]
PS4: 64/100[20]
XONE: 58/100[21]

Dead by Daylight recebeu "críticas mistas ou médias", de acordo com o agregador de críticas Metacritic.[19] A GameSpot deu uma pontuação de 6 de 10, dizendo que "Dead by Daylight executa bem o conceito de um jogo competitivo de terror, mas apenas até certo ponto".[18]

Vendas[editar | editar código-fonte]

Em maio de 2019, o jogo vendeu mais de 5 milhões de cópias.[22]

Referências

  1. Herrera, Kayla (10 fevereiro de 2016). «Dead By Daylight Is Just Another Upcoming Slasher Horror Game—Or Is It?». www.cinemablend.com. Consultado em 21 de outubro de 2018 
  2. «Dead by Daylight on Steam». store.steampowered.com. Consultado em 21 de outubro de 2018 
  3. «Dead by Daylight [Publishing]». Starbreeze (em inglês). Consultado em 21 de outubro de 2018 
  4. Tach, Dave (26 de abril de 2016). «Dead by Daylight is a horror movie where you're the victim (or the killer)». Polygon (em inglês). Consultado em 21 de outubro de 2018 
  5. Sykes, Tom (6 de fevereiro de 2016). «Dead by Daylight is an asymmetrical slasher horror». pcgamer. Consultado em 21 de outubro de 2018 
  6. O'Connor, Alice (22 de abril de 2016). «Dead By Daylight Bringing 4v1 Slasher Horror To June». Rock Paper Shotgun. Consultado em 21 de outubro de 2018 
  7. «Dead by Daylight is now available on Stadia». Dead by Daylight. 1 de outubro de 2020 
  8. «Twitter do Google Stadia confirmando Dead by Daylight como jogo disponível no Stadia Pro». Google Stadia 
  9. Romano, Sal (1 de setembro de 2020). «Dead by Daylight coming to PS5, Xbox Series X this holiday». Gematsu (em inglês). Consultado em 18 de novembro de 2020 
  10. a b «Dead by Daylight - An asymmetrical multiplayer horror game». www.deadbydaylight.com (em inglês). Consultado em 26 de julho de 2019 
  11. «Dead By Daylight Is Just Another Upcoming Slasher Horror Game—Or Is It?». CINEMABLEND. 10 de fevereiro de 2016. Consultado em 26 de julho de 2019 
  12. a b Petitte, Omri (18 de julho de 2016). «Dead by Daylight beginner's guide». PC Gamer (em inglês). Consultado em 8 de dezembro de 2019 
  13. «New 'Dead by Daylight' Footage Introduces the Killers - Bloody Disgusting!». Bloody Disgusting! (em inglês) 
  14. «Dead By Daylight Gets Halloweenie In New DLC» 
  15. a b «Dead by Daylight Wiki». Dead by Daylight Wiki. Consultado em 19 de fevereiro de 2020 
  16. «E3: Dead By Daylight Wants To Kill You». Bleeding Cool Comic Book, Movie, TV News 
  17. a b «Dead By Daylight Non Playable / Characters». TV Tropes. Consultado em 8 de dezembro de 2019 
  18. a b «Dead by Daylight Review». GameSpot (em inglês). Consultado em 24 de fevereiro de 2020 
  19. a b «Dead by Daylight - PC». Metacritic (em inglês). Consultado em 24 de fevereiro de 2020 
  20. «Dead by Daylight - PS4». Metacritic (em inglês). Consultado em 24 de fevereiro de 2020 
  21. «Dead by Daylight - XBOX ONE». Metacritic (em inglês). Consultado em 24 de fevereiro de 2020 
  22. «Video: Inside the massive success of Dead by Daylight». VentureBeat (em inglês). 6 de maio de 2019. Consultado em 24 de fevereiro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]