Dead or Alive (banda)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dead or Alive
Informação geral
Origem Liverpool, Inglaterra
País  Reino Unido
Gênero(s) New wave
Synthpop
Dance-pop
Dance-rock[1]
Eletrônica
Hi-NRG
Nu-disco
Eurobeat
Pós-punk
Rock gótico
Período em atividade 1980 - 2011
Gravadora(s) Avex Trax
Epic Records
Cleopatra Records
Sony Music Entertainment Japan
Afiliação(ões) The Mission
The Sisters of Mercy
Ex-integrantes Pete Burns
Martin Healy
Phil Hurst
Walter Ogden
Mick Reid
Joe Musker
Adrian Mitchley
Pete Lloyd
Sue James
Mike Percy
Wayne Hussey
Steve Coy
Timothy Lever
Jason Alburey

Dead or Alive foi uma banda de new wave de Liverpool, Inglaterra. O grupo teve auge na década de 1980, com dois singles de sucesso nos Estados Unidos,[2] sete singles Top 40 no Reino Unido e três álbuns Top 30 no Reino Unido. Foi o primeiro grupo produzido pela equipe de produtores Stock Aitken Waterman a terem um single no topo das paradas de sucesso. A banda - que era formada por Pete Burns (vocalista) [3], Wayne Hussey (guitarrista e compositor), Mike Percy (baixista), Steve Coy (baterista), Timothy Lever (vários instrumentos) e Jason Alburey (tecladista) - lançou onze álbuns e tornou-se popular em diversos países da Europa e no Japão.

No Brasil, no início da década de 1990 ficou famosa com o single "Come Home With Me Baby", com destaque em casas noturnas, rádios e principalmente na MTV Brasil, chegando a ser um dos vídeos mais pedidos na emissora.

Dois singles do grupo atingiram o Top 20 na Billboard Hot 100]: "You Spin Me Round (Like a Record)" (# 11, em 1985) e "Brand New Lover" (# 15 em 1986). "You Spin Me Round" esteve na tabela musical britânica em 1985, em 2003 e novamente em 2006, quando Pete Burns participou da edição do programa de televisão Celebrity Big Brother. Este último single também se tornou o primeiro de dois singles no topo da Billboard Hot Dance Club Play.[2]

Pete Burns, fundador e lider da banda, morreu no domingo, 23 de Outubro de 2016. A notícia foi divulgada pelo Twitter de seu empresário no dia seguinte, 24, que relatou que o motivo da morte teria sido uma parada cardíaca.

Início[editar | editar código-fonte]

Em 1977 Burns formou uma banda com Julian Cope, Pete Wylie e Phil Hurst, chamada The Mystery Girls. Eles tocaram em apenas um show (abrindo para a banda Sham 69, no Eric's, em Liverpool, em novembro de 1977) antes de se desintegrarem. Burns voltou no início de 1979 com uma nova banda, Nightmares in Wax (nome original: Rainbows Over Nagasaki), que fazia um som gótico pós-punk, tendo como membros o tecladista Martin Healy, o guitarrista Mick Reid (ex-Crash Course e Glass Torpedoes), o baixista Rob Jones (que saiu logo depois para ser substituído por Walter Ogden), e o baterista Paul Hornby (anteriormente da 051 e Pink Military, que também saiu logo após a formação da banda para ser substituído por Phil Hurst). Nightmares in Wax fez seu primeiro show juntamente com o Wire no Eric's em julho de 1979 e, ao mesmo tempo, gravou demos que incluíam uma cover da canção de Simon Dupree, "Kites", constante em seus primeiros shows. Apesar de contratados pela Eric's Records e lançarem um EP de 7" com três faixas intitulado "Birth of a Nation" em março de 1980, este acabou sendo creditado a Inevitable Records. Mais tarde em 1985 foi lançado um single de 12" com duas faixas do EP ("Black Leather" e "Shangri-La").

Ogden deixou a banda no início de novembro de 1979 pouco antes da gravação de demos para o lançamento pela Inevitable Records. O baixista Ambrose Reynolds ajudou nestas sessões e naquelas para o EP um mês depois. Pete Lloyd juntou-se em janeiro de 1980 e a banda voltou a fazer shows ao vivo no início de fevereiro. Lloyd e Reid deixaram a banda em março de 1980 e Hurst um mês ou um pouco depois. Burns e Healy chamaram o baixista Sue James, o guitarrista Adrian Mitchley e o baterista Joe Musker e, em maio de 1980, pouco antes de gravar um programa de rádio para John Peel, Burns mudou o nome da banda para Dead or Alive. A banda passou por várias mudanças de line-up diferentes ao longo dos três anos seguintes ao gravar uma série de singles independentes. A aparência excêntrica e andrógina de Burns começou a atrair atenção, muitas vezes levando a comparações com o Culture Club e seu vocalista Boy George.

Os singles de Dead or Alive começaram a aparecer nas paradas independentes do Reino Unido, começando com "The Stranger", de 1982, alcançando o número 7 na parada. Isso levou a grande gravadora Epic Records a assinar com a banda em 1983. Seu primeiro lançamento para a Epic foi o single "Misty Circles", que atingiu o Nº 100 na parada de singles do Reino Unido em 1983. A essa altura a banda era um quinteto composto por Pete Burns, Mike Percy (baixo), Tim Lever (teclados/sax), Steve Coy (bateria) e Wayne Hussey (guitarra). Dois singles mais, "What I Want" e "I'd Do Anything", atraíram a atenção do público dos clubs, mas o sucesso estava apenas começando.

Referências

Flag of the United Kingdom.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical do Reino Unido é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.