Dealema

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Dealema
Informação geral
Origem Porto, Vila Nova de Gaia
País  Portugal
Gênero(s) Hip hop
Período em atividade 1996 - actualmente
Gravadora(s) 2º Piso
NorteSul
Banzé
OptimusDiscos
Afiliação(ões) Ace, Mind da Gap, NBC, Ana, Wöyza, Marta Ren, Emicida, Sam the Kid, Nach
Integrantes Mundo Segundo, Maze, Fuse, Expeão e DJ Guze
Página oficial www.dealema.pt

Dealema é um dos mais antigos grupos de hip hop português[1]. Formado na década de 90, com membros de Vila Nova de Gaia e do Porto, nasceu da fusão do grupo Factor X (Mundo Segundo e DJ Guze) com os Fullashit (Fuse e Expeão), aos quais se juntaram Maze[2][3], e todos juntos formaram os Dealema que há 20 anos se mantêm no activo exactamente com a mesma formação[4].

Com um já vasto percurso musical, 6 discos (dos quais 2 são EPs) e inúmeras colaborações, contam com uma base sólida de seguidores, que tem vindo a crescer nos últimos anos, não apenas em Portugal, mas em outros países de língua oficial portuguesa[5].

Biografia[editar | editar código-fonte]

Em Julho de 1996 lançam a sua primeira maquete, O Expresso do Submundo, disponível gratuitamente na página SoundCloud da banda a partir de 2014[6]. O album foi recentemente reeditado em formato K7, uma prenda aos fãs que nunca tiveram acesso comercial a este disco[7].

Em 2003, lançam o álbum homónimo, Dealema, editado pela Norte Sul, que arrebatou a crítica e o público mostrando que afinal o hip-hop também pode ser exprimido em português, com língua afiada e beats pesados. Nesse ano, começa a aventura mediática dos Dealema que foram capa de muitas revistas e tocaram nos maiores festivais de música em Portugal[8].

Desvinculados de editora Norte Sul e agora mais independentes que nunca, surgem em 2008 com V Império, um álbum que veio confirmar o estatuto de banda de culto, consolidando o eixo Porto/Gaia como a nação do hip-hop em Portugal. Deste disco fazem parte alguns dos maiores hinos de Dealema, tais como Sala 101, ainda hoje tocados ao vivo em muitos dos concertos da banda[9].

A convite do radialista e programador musical Henrique Amaro, associam-se numa parceria de sucesso à NOS Discos editando o EP Arte de Viver, que saiu em 2010. Neste disco começam a vislumbrar-se alguns raios de luz que antevêem uma Alvorada da Alma ainda por editar[10].

Em 2011, os Dealema voltam aos beats pesados e à lírica mais negra com o álbum A Grande Tribulação. Neste disco o pentágono pinta a tela do momento pré apocalíptico que paira sobre a humanidade. Como sempre a sua mensagem pretende de forma directa provocar no ouvinte sentimentos concretos tendo como veículo a poesia e ambientes carregados de intensidade[11].

No dia 14 de Dezembro de 2013, apresentam o álbum Alvorada da Alma ao vivo no Hard Club[12]. O álbum é um regresso às origens, onde tudo começou, à paixão pela música desde o primeiro momento até ao que ela representa hoje. O trabalho conta pela primeira vez com 12 convidados, alguns deles nomes internacionais da cena hip hop e outros vindos de universos musicais distintos do rap, denunciando uma diversidade sonora que se consagrou grandiosa[13].

Discografia[editar | editar código-fonte]

Ano Título Tipo
1996 O Expresso do Submundo EP
2003 Dealema Estúdio
2008 V Império Estúdio
2010 Arte de Viver EP
2011 A Grande Tribulação Estúdio
2013 Alvorada da Alma Estúdio

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]