Death Defying Acts

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde agosto de 2014). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Death Defying Acts
País Austrália, Reino Unido
Lançamento 2007
Diretor(a) Gillian Armstrong
Gênero filme dramático
Duração 97 minutos

Death Defying Acts (br Atos Que Desafiam a Morte[1] / pt Houdini - O Último Grande Mágico[2]) é um filme australo-britânico de 2007 dirigido por Gillian Armstrong.

Estrelado por Guy Pearce e Catherine Zeta-Jones, o filme é uma versão romanceada da biografia do ilusionista húngaro Harry Houdini, no auge de sua carreira na década de 1920.

Foi filmado em Londres e Edimburgo. Produzido por Myriad Pictures e distribuído por The Weinstein Company.

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Death Defying Acts teve recepção mista por parte da crítica especializada. Em base de 8 avaliações profissionais, alcançou uma pontuação de 48% no Metacritic. Por votos dos usuários do site, atinge uma nota de 6,3, usada para avaliar a recepção do público.[3]

Portal A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. Atos Que Desafiam a Morte no CinePlayers (Brasil)
  2. Houdini - O Último Grande Mágico (em português) no CineCartaz (Portugal)
  3. «Death Defying Acts» (em inglês). Metacritc. Consultado em 27 de agosto de 2014 
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme australiano é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Under construction icon-yellow.svg
Este artigo carece de caixa informativa ou a usada não é a mais adequada. Foi sugerido que adicionasse esta.