Deathlok

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Pode encontrar ajuda no WikiProjeto Banda desenhada.

Se existir um WikiProjeto mais adequado, por favor corrija esta predefinição. Este artigo está para revisão desde Fevereiro de 2008.

Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde dezembro de 2009)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Under construction icon-yellow.svg
Este artigo carece de Caixa de informação
Sinta-se livre para editá-lo para que possa atingir um nível de qualidade superior.


Deathlok
Dados da publicação
Publicado por Marvel Comics
Primeira aparição Manning:
Astonishing Tales #25
(Agosto de 1974)
Collins:
Deathlok #1 (Julho de 1990)
Hayes:
Original Sins #1 (Junho de 2014)
Criado por Manning:
Doug Moench (escritor)
Rich Buckler (artista)
Collins:
Dwayne McDuffie (escritor)
Gregory Wright (artista)
Jackson Guice
Hayes:
Nathan Edmondson (escritor)
Mike Perkins (artista)
Características do personagem
Alter ego Luther Manning
John Kelly
Michael Collins
Jack Truman/Larry Young
Henry Hayes
Afiliações (Manning)
CIA
(Collins)
Defensores Secretos
S.H.I.E.L.D. (todos as três)
Exército dos Estados Unidos
(Young/Truman)
M-Tech
(Deathlok Prime Unit L17)
X-Force
Duncionário na Escola de Jean Grey[1]
Habilidades Melhorias cibernéticas que concedem velocidade sobre-humana, força, durabilidade e reflexos
Capacidade de reparar danos corporais
Capacidade de rastrear vários objetos
Projecto Banda desenhada  · Portal da Banda desenhada

Deathlock[2] é um anti-herói cibernético da Marvel dos anos 70. Deathlock teve uma única história publicada no Brasil, na extinta revista Heróis da TV da Editora Abril dos anos 80. Em Portugal foram publicadas diversas histórias na revista Mundo de Aventuras. Mas tem uma série de fãs, inclusive entre os escritores de quadrinhos, recebendo inclusive uma nova mini-série bem interessante nos EUA em 1999. Apareceu ainda em algumas histórias dos Vingadores, Capitão América e do Homem de Ferro.[3]

Recentemente, na série do Pantera Negra publicada na revista do Demolidor, o escritor Reg Hudlin fez uma homenagem ao personagem ao criar os "ciberzumbis" do exército americano de Los Angeles.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Luther Manning era um soldado americano de um futuro alternativo apocalíptico. Durante os anos 70 e 80 galgou vários postos por bravura e competência em combate, chegando ao posto de Coronel. Em uma missão de guerra seu corpo foi seriamente ferido em uma explosão. O major Simon Ryker, então, aproveitou para utilizar seu corpo mutilado em um projeto cujo objetivo era criar um exército de supersoldados ciborgues. Quando acordou, Manning estava em um corpo dotado de implantes metálicos, plásticos e eletrônicos, com um supercomputador alojado em parte de seu crânio. Foi lhe dado o nome de Deathlock e ele atuou durante um tempo como agente de Ryker, mas posteriormente, recuperou sua memória e fugiu, agindo como agente independente nesse mundo caótico.

Outras versões[editar | editar código-fonte]

  • No Universo Ultimate Homem-Aranha#70 Os Supremos lutam com um homem que refere-se a si mesmo como Luther Manning, que se parece com Deathlock e o Homem-Aranha o descreve como um "cara meio-robô meio-zumbi". Ele foi levado em custódia.

Outras midias[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Wolverine and the X-Men #14, 15, 17
  2. [1]
  3. [2]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]