Decanal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Decanal
Alerta sobre risco à saúde
Decanal structure.png
Nome IUPAC Decanal
Outros nomes Aldeído decílico, aldeído cáprico
Identificadores
Número CAS 112-31-2
PubChem 8175
ChemSpider 7883
KEGG C12307
ChEBI 31457
SMILES
InChI 1/C10H20O/c1-2-3-4-5-6-7-8-9-10-11/h10H,2-9H2,1H3
Propriedades
Fórmula molecular C10H20O
Massa molar 156.2
Aparência líquido incolor
Densidade 0,83 g·ml-1[1]
Ponto de fusão

7 °C[1]

Ponto de ebulição

c. 220 °C[1]

Solubilidade em água praticamente insolúvel (20 °C)[1]
Pressão de vapor 0,1 mbar (20 °C)[1]
Índice de refracção (nD) 1,428[2]
Riscos associados
Frases R R38
Frases S -
Compostos relacionados
Aldeídos relacionados Octanal (C8)
Nonanal (C9)
Isodecanal (8-metil nonanal)
Undecanal (C11)
Dodecanal (C12)
Compostos relacionados Decanona (vários isômeros)
1-Decanol
Ácido cáprico (ácido decanoico)
Exceto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições normais de temperatura e pressão

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Decanal é um composto orgânico com a fórmula química C9H19CHO. É o mais simples aldeído de dez carbonos. Decanal ocorre naturalmente e é usado em fragrâncias e aromatização.[3] Na natureza é um importante componente em citrus juntamente com o octanal, o citral e o sinensal. Decanal é também importante componente do odor do trigo sarraceno.[4]

Decanal pode ser preparado pela oxidação do álcool relacionado decanol. [5]

Segurança[editar | editar código-fonte]

Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou seção está a ser traduzido de «Decanal» na Wikipédia em inglês. Ajude e colabore com a tradução.

Referências

  1. a b c d e Registo de Decanal na Base de Dados de Substâncias GESTIS do IFA.
  2. Catálogo da Sigma-Aldrich {{{Nome}}} acessado em 27 de fevereiro de 2011.
  3. Rychlik, Schieberle & Grosch Compilation of Odor Thresholds, Odor Qualities and Retention Indices of Key Food Odorants, Lichtenbergstraße, Germany, 1998.
  4. Janes D, Kantar D, Kreft S, Prosen H (2008). «Identification of buckwheat (Fagopyrum esculentum Moench) aroma compounds with GC-MS». Food Chemistry [S.l.: s.n.] 112: 120. doi:10.1016/j.foodchem.2008.05.048. 
  5. R. W. Ratcliffe (1988), "Oxidation with the Chromium Trioxide-Pridine Complex Prepared in situ: 1- Decanal", Org. Synth., http://www.orgsyn.org/orgsyn/orgsyn/prepContent.asp?prep=CV6P0373 ; Coll. Vol. 6: 373