Defesa contra as Artes das Trevas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Defesa Contra Arte Das Trevas é uma matéria onde se estuda uma proteção exata contra magia negra. Dentre essa magias se encontram Azarações, Maldições e Magia do Mal. No primeiro ano os alunos aprendem o que é Magia Negra, no segundo ano aprendem como se defender de azarações, no terceiro ano aprendem como lidar com criatura das trevas, no quarto ano como se defender das maldições, no quinto ano o que são Maldições perdoáveis e imperdoáveis, no sexto os riscos da magia negra e as leis do ministério, no sétimo como usar maldições com responsabilidade. Na época escolar de Tom Riddle, ele pediu o cargo de professor de Defesa Contra as Artes das Trevas e Dumbledore não o deu então ele lançou uma maldição contra os professores, fazendo com que nenhum professor desta matéria lecionasse por mais de um ano.

Lista de professores de Defesa contra as Artes das Trevas[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.
  • 1895-1945: A professora Galatea Merrythought foi professora de Tom Riddle durante seu período escolar.
  • 1° Ano: Em 1991, o Dumbledore escolheu para esse cargo o professor Quirinus Quirrell, antes professor de Estudo dos Trouxas, que foi servo de Voldemort, deixando-o viver em sua nuca. Quirrell foi morto no final do ano pelo amor de Harry.
  • 2° Ano: Em 1992, Dumbledore escolheu como professor o famoso autor de O meu eu mágico, o sorridente e trapalhão Gilderoy Lockhart. No fim do ano, perdeu a memória com um feitiço que saiu pela culatra e deu entrada ao St. Mungo's.
  • 3° Ano: Em 1993, Dumbledore escolhe para esse cargo um velho amigo dos pais de Harry, que na verdade é um lobisomem, Remus John Lupin (o melhor professor de Defesa contra as Artes das Trevas que Harry havia conhecido até então, segundo ele). Lupin se demitiu ao ser revelado como lobisomem.
  • 4° Ano: Em 1994, ano do Torneio Tribruxo, o professor escolhido foi Alastor "Olho-Tonto" Moody. Só que este não deu sequer uma aula pois foi substituído por um Comensal da Morte disfarçado. O professor na verdade foi Bartô Crouch Jr. que, usando a Poção Polissuco, fingiu o ano inteiro ser Alastor Moody. Bartô Crouch Jr. foi preso. Moody não prosseguiu no cargo, porque, por algum motivo não revelado, havia sido contratado somente para aquele ano.
  • 5° Ano: Em 1995, Dumbledore não consegue encontrar um professor, e o Ministério da Magia decide dar o cargo à odiosa Dolores Jean Umbridge, para espionar o diretor. No entanto, além de todas as maldades e desmandos, ela insultou um membro da manada de centauros da Floresta Proibida, e o centauro levou-a consigo.
  • 6° Ano: Em 1996, Severus Snape enfim consegue o cargo que tanto desejava, o de professor de Defesa contra as Artes das Trevas, e no mesmo ano mata Dumbledore, por dois motivos: um Voto Perpétuo feito com Narcisa Malfoy e um acordo com o próprio Dumbledore, feito um ano antes. Snape é nomeado diretor de Hogwarts.
  • 7º Ano: Em 1997, Harry não está mais em Hogwarts, e depois da morte de Dumbledore, no auge da Segunda Guerra do Mundo Bruxo, Severo Snape assume a direção da escola. Um Comensal chamado Amico Carrow é nomeado, e as aulas recebem somente o nome de "Artes das Trevas". Perde o cargo após a morte de Lord Voldemort.
Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Ver também[editar | editar código-fonte]