Defesa pessoal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: "autodefesa" redireciona a este artigo. Para a justificativa jurídica, veja Legítima defesa.

Defesa pessoal, ou autodefesa (do inglês self-defense), é um conjunto de vários métodos que têm como fim neutralizar um ataque surpresa.[1]

Visão geral[editar | editar código-fonte]

As técnicas de defesa pessoal têm origem nas artes marciais tradicionais e foram adaptadas por pessoas comuns, para que estas pudessem defender-se de imprevistos no cotidiano.

Na defesa pessoal, utilizam-se técnicas simples e evitam-se movimentos muito complexos.

Utilizam-se principalmente bloqueios, retenções e alavancas para dominar o adversário o mais rápido possível, encurtando o tempo de combate com o objetivo de evitar riscos e deixar em segundo plano diferenças físicas.

A defesa com mãos nuas pode ser completada com armas próprias ou impróprias, que podem ser facas, PDW (Personal Defense Weapon - "arma de fogo para defesa pessoal") ou qualquer objeto que esteja acessível no momento do conflito (armas brancas).

Âmbito civil[editar | editar código-fonte]

groin1
groin2
Mulheres treinando joelhada nos testículos. Técnica comum em aulas de defesa pessoal.

No âmbito civil, tenta-se dominar o adversário de maneira segura e sem provocar danos excessivos, devido à responsabilidade civil da ação defensiva, quando ultrapassa os limites da legítima defesa. A defesa pessoal é baseada nos fundamentos de alguns esportes e/ou artes marciais, como o judô, o aikido ou karatê. O caráter principal da defesa pessoal é a recusa de força, podendo ser aplicado a oponentes de maiores dimensões ou com força muscular. É por aquela razão que as técnicas básicas como os golpes únicos (que se executam contra o oponente com uma parte específica dos nossos corpos) como o uso da palma da mão, as articulações dos dedos e as partes macias ou golpes de joelho, passando as demais por técnicas mais profissionais como vários tipos de chutes, e também mais avançadas como desequilíbrios ou imobilizações (que são usadas em defesa pessoal de polícia ou em modalidades esportivas como o karatê) são as aplicações compreendidas na defesa pessoal de um indivíduo.

Âmbito militar[editar | editar código-fonte]

No âmbito militar, utilizam-se técnicas com maior poder ofensivo e letal, valendo-se também de armas. Algumas artes, a exemplo do systema (da Rússia) e do krav magá (de Israel), são de origem militar, mas se espalharam também para uso civil.

Itnpr.jpg Punch tigre2.jpg Moine baton0.jpg US Navy 090215-N-7280V-135 Cryptologic Technician (Maintenance) 1st Class Barry J. Harmon demonstrates a self-defense baton striking technique.jpg
Técnicas de defesa pessoal
descritos em um manual da
marinha de guerra italiana
Defesa com a palma de mão
contra uma prova de agarrar.
Defesa com um galho de
árvore contra uma prova
de agarrar
Demonstração de técnicas de defesa
pessoal, a bordo de um navio da
Marinha dos Estados Unidos.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Defesa pessoal». Biblioteca Nacional da Alemanha (em alemão). Consultado em 10 de maio de 2020