Bobô (futebolista)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Deivson Rogério da Silva)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Bobô
Bobô
Informações pessoais
Nome completo Deyvison Rogério da Silva
Data de nasc. 9 de janeiro de 1985 (33 anos)
Local de nasc. Gravatá (PE), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,88 m
Destro
Apelido Bobô, Bobômbardeiro, Bobrôcador
Informações profissionais
Clube atual Alanyaspor
Número 13
Posição Atacante
Clubes de juventude
Corinthians
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2002–2006
2006–2011
2011–2012
2012–2015
2015–2016
2016–2018
2016–
Corinthians
Beşiktaş
Cruzeiro
Kayserispor
Grêmio
Sydney FC
Alanyaspor
00063 0000(5)
00222 000(97)
00010 0000(2)
00066 000(31)
00055 000(14)
00071 000(52)
00004 0000(0)
Seleção nacional
2005
2008
Brasil Sub-20
Brasil
00013 0000(7)
00000 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 30 de setembro de 2018.

Deyvison Rogério da Silva, mais conhecido como Bobô (Gravatá, 9 de janeiro de 1985), é um futebolista brasileiro que atua como atacante. Atualmente defende o Alanyaspor.[1][2]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Bobo13.JPG

Corinthians[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua carreira no Corinthians, jogou pelo clube paulista até 2006, tendo sido campeão brasileiro de 2005. Bastante cobrado, vaiado e criticado pela torcida corinthiana por perder chances incríveis e ter marcado apenas cinco gols em 63 jogos como jogador do clube, o atacante recebe uma proposta do Beşiktaş da Turquia e deixa o Corinthians.[3]

Besiktas[editar | editar código-fonte]

No ano de 2006, foi contratado pelo Beşiktaş da Turquia, onde se tornou o maior artilheiro estrangeiro da história do clube com imponentes 97 gols em 222 jogos oficiais. Ainda foi artilheiro da Copa da Turquia nas temporadas de 2006-07 e 2008-09.[3]

Cruzeiro[editar | editar código-fonte]

Em 2011, foi contratado pelo Cruzeiro para a disputa do Campeonato Brasileiro. No clube mineiro, não teve oportunidades para repetir as boas atuações que o tornou ídolo no Beşiktaş.

Kayserispor[editar | editar código-fonte]

Após a temporada sem sucesso no Cruzeiro, Bobô retornou à Turquia, desta vez para jogar no Kayserispor, clube da primeira divisão do país. Na temporada de 2014-2015, Bobô foi peça fundamental para o Kayserispor voltar à elite do campeonato turco, marcando 11 gols em 19 jogos. No total, o atacante brasileiro fez 36 gols em 73 jogos na sua passagem de três anos pelo Kayserispor.

Grêmio[editar | editar código-fonte]

Após o período, em 25 de julho de 2015, Bobô acertou seu retorno ao Brasil sem custos de transação, visto que já havia se encerrado seu contrato com o clube da Turquia. O destino foi o Grêmio, onde assinou um contrato válido até o final de 2016.[1][2][4]

Estreou com a camisa de número 13, durante o Gre-nal 407, vencido pelo Grêmio por 5 a 0. Fez seu primeiro gol no Grêmio na partida contra o Figueirense em Santa Catarina, válida pela 22ª Rodada do Campeonato Brasileiro 2015

Sydney FC[editar | editar código-fonte]

Em agosto de 2016, transferiu-se para o futebol australiano, indo atuar no Sydney FC, com contrato válido de uma temporada. Ao decorrer da temporada se mostrou peça importante no elenco sendo o artilheiro da equipe na A-League.[5]

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Destacando-se na base do Corinthians é convocado pelo técnico Renê Weber para o Mundial Sub-20 em 2005, na Holanda. Ficou na reserva de Rafael Sobis e Diego Tardelli.[6]

Foi convocado pelo técnico Dunga para jogar o amistoso da Seleção Brasileira contra a Irlanda em 6 de fevereiro de 2008, no lugar de Alexandre Pato, que como o próprio Bobô, também foi chamado pela primeira vez para atuar na seleção.[7]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Corinthians
Beşiktaş
Sydney FC

Campanhas em Destaque[editar | editar código-fonte]

Seleção Brasileira

Artilharias[editar | editar código-fonte]

Beşiktaş
  • Copa da Turquia: 2006–07
  • Copa da Turquia: 2008–09
  • Maior goleador estrangeiro da história do clube (97 gols)
Sydney FC

Prêmios Individuais[editar | editar código-fonte]

Beşiktaş
  • Homem do Jogo da final da Copa da Turquia: 2008–09
  • Equipe de Ouro da Supercopa da Turquia: 2008–09

Referências

  1. a b «"Diretor de futebol do Grêmio confirma chegada de Bobô: "Ele já está em Porto Alegre"». ClicRBS. Consultado em 25 de julho de 2015. 
  2. a b «"Grêmio se acerta com Bobô e espera ex-Corinthians para exames médicos"». Globo Esporte. Consultado em 25 de julho de 2015. 
  3. a b «Dupla foge da pressão corintiana e encontra paz na Turquia». UOL Esporte. 4 de dezembro de 2006. Consultado em 1 de dezembro 2017. 
  4. «"Grêmio reforça ataque e contrata ex-corintiano Bobô"». Terra Esportes. Consultado em 25 de julho de 2015. 
  5. «Ex-Grêmio e Timão, Bobô vira artilheiro na Austrália e não pensa em volta ao Brasil». Globoesporte 
  6. «Presença de área e artilharia na Turquia: conheça a história de Bobô». Gaúcha ZH. 28 de julho 2015. Consultado em 1 de dezembro 2017. 
  7. «GloboEsporte.com > Seleção Brasileira - NOTÍCIAS - Dunga convoca Diego e Bobô». globoesporte.globo.com. Consultado em 10 de janeiro de 2018. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Bobô (futebolista)