Del Martin e Phyllis Lyon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Del Martin e Phyllis Lyon
Ocupação feminismo, Movimentos civis LGBT

Dorothy Louise Taliaferro 'Del' Martin (5 de maio de 192127 de agosto de 2008)[1] e Phyllis Ann Lyon (10 de novembro de 1924) foram um casal de lésbicas norte-americanas conhecidas como feministas e ativistas pelos direitos LGBT.

Martin e Lyon conheceram-se em 1950, permanecendo juntas até a morte de Del Martin, em 2008.[2]


Em 1955, Martin e Lyon e outras seis mulheres lésbicas fundaram a Daughters of Bilitis (DOB), a primeira organização lésbica nacional dos Estados Unidos.

Casam em 16 de Junho de 2008, em São Francisco, pouco antes da morte de Martin, em Agosto, aos 87 anos.

Livros[editar | editar código-fonte]

Livros escritos por Martin e Lyon excepto onde assinalado.

  • Lesbian/Woman (1972), sobre vida lésbica na América moderna.
  • Lesbian Love and Liberation (1973), sobre lésbicas e liberdade sexual.
  • Battered Wives (1979), por Martin.

[3]

Documentários[editar | editar código-fonte]

Em 2003, Joan E. Biren fez um documentário para o cinema sobre a vida do casal, No Secret Anymore: The Times of Del Martin and Phyllis Lyon,. O documentário Last Call at Maud's também retrata Martin e Lyon.

Referências

  1. Associated Press, Lesbian activist Del Martin dies at 87[ligação inativa], August 27, 2008.
  2. Cavanaugh, Amy (5 de setembro de 2008). «Del Martin remembered as a hero». Washington Blade. Consultado em 19 de setembro de 2008 
  3. Gianoulis, Tina (4 de março de 2004). «Lyon, Phyllis, and Del Martin» (em inglês). Glbtq: An Encyclopedia of Gay, Lesbian, Bisexual, Transgender, and Queer Culture. Consultado em 11 de fevereiro de 2007. Arquivado do original em 16 de fevereiro de 2007 
Ícone de esboço Este artigo sobre LGBT é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.