Delegacia de Mulheres

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Delegacia de Mulheres
Informação geral
Formato Série
Duração 45 minutos aprox.
Criador(es) Maria Carmem Barbosa
Patrícia Travassos
País de origem Brasil Brasil
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Wolf Maya
Denise Saraceni
Del Rangel
Elenco ver elenco
Exibição
Emissora de televisão original Brasil Rede Globo
Transmissão original 27 de março de 1990 - 25 de julho de 1990
N.º de episódios 18

Delegacia de Mulheres é um seriado brasileiro de 18 episódios, exibido pela Rede Globo entre 27 de março e 25 de julho de 1990[1].

Escrito por Patrycia Travassos, Miguel Falabella, Charles Peixoto, Geraldo Carneiro, Luís Carlos Góes e Ronaldo Santos e supervisionado por Maria Carmem Barbosa, com direção de Wolf Maya, Denise Saraceni e Del Rangel.

Foi reprisada pelo Canal Viva entre 26 de agosto e 23 de dezembro de 2012[2]

Enredo[editar | editar código-fonte]

A rotina de uma delegacia voltada exclusivamente à mulher, com seus problemas e a luta para defender seus direitos. Lá trabalham a delegada Celeste, as detetives Belinha, Marineide, Ruth Baiana e Rosiclair, a assistente social Paula Pinto, a escrivã Adelaide e a radialista Luli Saraiva. Cada uma delas simboliza um atributo feminino: sabedoria, beleza, força, eficiência, esforço, ilusão, intuição e senso de realidade.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Participações especiais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Delegacia de Mulheres». Teledramaturgia. Consultado em 9 de maio de 2016 
  2. «"Delegacia de Mulheres" estreia no Canal Viva neste domingo». Na Telinha. 23 de agosto de 2012. Consultado em 9 de maio de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]