Delta Leonis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
δ Leonis
Dados observacionais (J2000)
Constelação Leo
Asc. reta 11h 14m 06,5s[1]
Declinação +20° 31′ 25,4″[1]
Magnitude aparente 2,56[2]
Características
Tipo espectral A4 V[1]
Cor (U-B) +0,12[3]
Cor (B-V) +0,12[3]
Variabilidade Delta Scuti[4]
Astrometria
Velocidade radial -20,2 km/s[2]
Mov. próprio (AR) 143,42 mas/a[1]
Mov. próprio (DEC) -129,88 mas/a[1]
Paralaxe 55,82 ± 0,25 mas[1]
Distância 58,4 ± 0,3 anos-luz
17,91 ± 0,08 pc
Magnitude absoluta 1,32
Detalhes
Massa 2,2[4] M
Raio 2,14 ± 0,04[5] R
Gravidade superficial 3,91 (log g)[6]
Luminosidade 15,5 ± 1,8[5] L
Temperatura 8 296[5] K
Rotação 180 km/s[7]
Idade 600-750 milhões[4] de anos
Outras denominações
Zosma, Zozma, Zosca, Duhr, Zubra,[8] 68 Leonis, BD +21°2298, FK5 422, GC 15438, GJ 419, HD 97603, HIP 54872, HR 4357, SAO 81727.[1]
Delta Leonis
Leo constellation map.png

Delta Leonis (δ Leo, δ Leonis) é a quarta estrela mais brilhante da constelação de Leo, com uma magnitude aparente de 2,56.[2] Tem os nomes tradicionais Zosma (ou Zozma) e Duhr. Grafias raras incluem Zozca, Zosca, Zubra, e Dhur. O nome Zosma significa cintura em grego antigo, referindo-se à posição da estrela na constelação.[8] Medições de paralaxe mostram que está localizada a aproximadamente 58,4 anos-luz (17,91 parsecs) da Terra.[1]

Delta Leonis é uma estrela da sequência principal com uma classificação estelar de A4 V,[1] o que significa que gera energia pela fusão nuclear de hidrogênio em seu núcleo. Seu raio, medido diretamente usando um interferômetro, é cerca de 2,14 vezes maior que o raio solar. Está emitindo mais que 15 vezes a luminosidade solar de sua atmosfera externa a uma temperatura efetiva de 8 296 K,[5] o que dá à estrela o brilho branco característico de estrelas de classe A.[9] Por ter uma massa maior que a do Sol, Delta Leonis terá um tempo de vida menor. Com uma idade estimada entre 600 e 750 milhões de anos, já passou da metade de seu período na sequência principal e em uns 300-400 milhões de anos irá virar uma gigante laranja.[4]

Com base na localização e trajetória desta estrela, ela pode ser um membro da associação Ursa Major, um grupo cinemático de estrelas que compartilham uma origem e movimento pelo espaço comuns.[10] A idade desse grupo é de cerca de 500 milhões de anos.[11]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f g h i SIMBAD query result - del Leo. SIMBAD. Centre de Données astronomiques de Strasbourg. Página visitada em 25 de outubro de 2012.
  2. a b c Wielen, R. et al. (1999), Sixth Catalogue of Fundamental Stars (FK6). Part I. Basic fundamental stars with direct solutions, Astronomisches Rechen-Institut Heidelberg, Bibcode1999VeARI..35....1W 
  3. a b Johnson, H. L. et al. (1966), "UBVRIJKL photometry of the bright stars", Communications of the Lunar and Planetary Laboratory 4 (99), Bibcode1966CoLPL...4...99J 
  4. a b c d Kaler, James B. ZOSMA (Delta Leonis). Stars. Página visitada em 25 de outubro de 2012.
  5. a b c d Akeson, R. L. et al. (fevereiro de 2009), "Dust in the inner regions of debris disks around a stars", The Astrophysical Journal 691 (2): 1896–1908, doi:10.1088/0004-637X/691/2/1896, Bibcode2009ApJ...691.1896A 
  6. Malagnini, M. L.; Morossi, C. (novembro de 1990), "Accurate absolute luminosities, effective temperatures, radii, masses and surface gravities for a selected sample of field stars", Astronomy and Astrophysics Supplement Series 85 (3): 1015–1019, Bibcode1990A&AS...85.1015M 
  7. Royer, F. et al. (2002), "Rotational velocities of A-type stars in the northern hemisphere. II. Measurement of v sin i in the northern hemisphere", Astronomy and Astrophysics 393 (3): 897–911, doi:10.1051/0004-6361:20020943, Bibcode2002A&A...393..897R 
  8. a b Allen, Richard Hinckley (1899), Star-names and their meanings, G. E. Stechert, p. 260, http://books.google.com/books?id=5xQuAAAAIAAJ&pg=PA260 
  9. "The Colour of Stars", Australia Telescope, Outreach and Education (Commonwealth Scientific and Industrial Research Organisation), 21 de dezembro de 2004, http://outreach.atnf.csiro.au/education/senior/astrophysics/photometry_colour.html, visitado em 25 de outubro de 2012 
  10. Nakajima, Tadashi; Morino, Jun-Ichi; Fukagawa, Misato (setembro de 2010), "Potential Members of Stellar Kinematical Groups within 20 pc of the Sun", The Astronomical Journal 140 (3): 713–722, doi:10.1088/0004-6256/140/3/713, Bibcode2010AJ....140..713N 
  11. King, Jeremy R. et al. (abril de 2003), "Stellar Kinematic Groups. II. A Reexamination of the Membership, Activity, and Age of the Ursa Major Group", The Astronomical Journal 125 (4): 1980–2017, doi:10.1086/368241, Bibcode2003AJ....125.1980K 
Ícone de esboço Este artigo sobre Estrelas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.