Demétrio Nunes Ribeiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Demétrio Ribeiro)
Ir para: navegação, pesquisa
Demétrio Ribeiro
Ministro da Agricultura
Período 1889 — 1890
Antecessor(a) Quintino Bocaiúva
Sucessor(a) Francisco Glicério
Dados pessoais
Nascimento 5 de dezembro de 1853
Alegrete, Rio Grande do Sul
Morte 1933 (80 anos)
Rio de Janeiro, Distrito Federal
Partido PRR
Constituição brasileira de 1891, página da assinatura de Demétrio Nunes Ribeiro (penúltima assinatura). Acervo Arquivo Nacional

Demétrio Nunes Ribeiro (Alegrete, 5 de dezembro de 1853[1]Rio de Janeiro, ca. 1933) foi um educador, engenheiro, jornalista e político brasileiro, o primeiro Ministro da Agricultura da República do Brasil.

Formado em engenharia pela Escola Politécnica do Rio de Janeiro e bacharel em ciências físicas e matemáticas pela Escola Central retornou ao Rio Grande do Sul, onde foi primeiro engenheiro auxiliar das linhas telegráficas e depois engenheiro da estrada de ferro entre Porto Alegre e Uruguaiana. Foi também professor da Escola Normal de Porto Alegre.

Por ser oposição ao Império, D. Pedro II para poder desviá-lo, mandou-o ver a distribuição das terras aos imigrantes no Espírito Santo. [carece de fontes?]

Adepto do positivismo, foi um dos fundadores do Partido Republicano Riograndense.[2][3]

Demétrio Ribeiro.

Teve grande influência na organização da República, onde foi eleito deputado federal constituinte e nomeado ministro logo após sua proclamação, em 7 de dezembro de 1889. Não ficou muito tempo como ministro, pedindo logo exoneração após ter entrado em divergência com o ministro da fazenda, Rui Barbosa, em 31 de janeiro de 1890, retornando à câmara. Ali, como deputado federal na constituinte de 1891, propôs a separação da Igreja do Estado e o decreto relativo às festas e aos feriados nacionais.

Foi responsável pela fundação do Lloyd Brasileiro, através da fusão de antigas companhias subvencionadas. Também, por sua experiência como engenheiro, ajudou a traçar planos de articulação das linhas de ferro em diversas regiões do país. manteve-se como deputado à constituinte federal, exercendo o mandato até o fim da primeira legislatura da república.

Foi redator do jornal A Federação de 1890 a 1891 e diretor da Igreja Positivista do Brasil em seus últimos anos de vida.


Homenagens[editar | editar código-fonte]

É homenageado com nome de rua em Porto Alegre, em Belo Horizonte, em São Paulo, um distrito no município de Vassouras/RJ, um distrito no município de João Neiva (ES), uma praça na cidade do Rio de Janeiro e uma escola no município de Alegrete (RS).

Referências

  1. Alegrete em fatos
  2. SEGA, R. A. (2008) Getúlio Vargas e o Partido Republicano Rio-Grandense. Fronteiras Revista de História. ISSN 2175-0742. 10(18):195-210.
  3. GRIJÓ, L. A. (2010) A elite do Partido Republicano se apropria da “Revolução”. História Unisinos. 14(1):29-37. jan./abr. 2010.
  • BLAKE, Augusto Victorino Alves Sacramento. Diccionario bibliographico brazileiro. Typographia Nacional, Rio de Janeiro, 1893.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Demétrio Nunes Ribeiro
Precedido por
Quintino Bocaiúva
Ministro dos Transportes do Brasil
e
Ministro da Agricultura do Brasil

1889 — 1890
Sucedido por
Francisco Glicério