Democracia guiada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A democracia guiada, também chamada democracia gerida,[1] é um governo formalmente democrático que funciona como uma autocracia. Tais governos são legitimados por eleições livres e justas, mas não têm a capacidade de alterar políticas, orientações e objetivos do Estado.[2]

Em outras palavras, o governo controla as eleições para que o povo possa exercer todos os seus direitos, sem realmente mudar a política pública. Enquanto eles normalmente seguem princípios básicos da democracia, pode haver grandes desvios para o autoritarismo. Na democracia guiada, o uso contínuo da propaganda impede que o eleitorado tenha um impacto significativo na política.[3]

O conceito de "democracia guiada" foi desenvolvido no século 20 por Walter Lippmann , em seu seminal trabalho Opinião Pública (1922), e por Edward Bernays, em seu trabalho Cristalização da Opinião Pública.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Rohmann, C (2000) A World of Ideas : The Dictionary of Important Ideas and Thinkers, Ballantine Books ISBN 978-0-345-43706-8
  2. Wolin, Sheldon S. Democracy Incorporated: Managed Democracy and the Specter of Inverted Totalitarianism. [S.l.: s.n.] ISBN 0-691-13566-5 
  3. Wolin, Sheldon S. Democracy Incorporated: Managed Democracy and the Specter of Inverted Totalitarianism. [S.l.: s.n.] ISBN 0-691-13566-5 
Ícone de esboço Este artigo sobre política ou um cientista político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.