Demon Days

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Demon Days
Álbum de estúdio de Gorillaz
Lançamento 23 de maio de 2005
Gravação 2004
Gênero(s) Rock alternativo, hip hop alternativo, trip hop, música eletrônica
Duração 50:44
Gravadora(s) Parlophone, Virgin Records
Produção Gorillaz, Danger Mouse, Jason Cox, James Dring
Cronologia de Gorillaz
Último
Laika Come Home
2002
D-Sides
2007
Próximo
Singles de Demon Days
  1. "Feel Good Inc."
    Lançamento: 5 de abril de 2005
  2. "DARE"
    Lançamento: 29 de agosto de 2005
  3. "Dirty Harry"
    Lançamento: 21 de novembro de 2005
  4. "Kids With Guns / El Mañana"
    Lançamento: 10 de abril de 2006

Demon Days é o segundo álbum de estúdio da banda Gorillaz. Foi lançado no dia 23 de maio de 2005 no Reino Unido e em 24 de maio do mesmo ano nos Estados Unidos. Demon Days ganhou o primeiro lugar no Reino Unido e o sexto nos EUA, desbancando então o outro álbum de 2001, "Gorillaz". O single "Feel Good Inc." ganhou um prêmio GRAMMY de Melhor Colaboração de Pop com Vocais.[1]

Informações[editar | editar código-fonte]

"Feel Good Inc.", o carro-chefe dos singles desse álbum, tornou-se o maior hit dos Gorillaz (2º lugar no Reino Unido, 14º lugar nos EUA) até hoje. O segundo single do álbum, "DARE", com Shaun Ryder, tornou-se outro grande sucesso, dando à banda, pela primeira vez, o primeiro lugar nos singles do Reino Unido. Desde que foi lançado, Demon Days teve duplo disco de platina nos EUA e cinco discos de platina no Reino Unido.

O álbum tem contribuições de De La Soul, Neneh Cherry, Martina Topley-Bird, Roots Manuva, MF DOOM, Ike Turner, Bootie Brown of the Pharcyde, Shaun Ryder, Dennis Hopper, o London Community Gospel Choir e Children's Choir of San Fernandez.

A capa do álbum é uma referência ao Let It Be de The Beatles e à arte de Blur: The Best Of o mais vendido álbum da primeira banda de Damon Albarn, o Blur.

Esse álbum foi lançado com a proteção de cópia Copy Control em várias regiões.

Demon Days foi mencionado pela primeira vez em artigos detalhando a reabertura do website dos Gorillaz na primeira quinzena de dezembro de 2004. Inicialmente, foi anunciado que o álbum seria lançado entre março e abril de 2005, mas o lançamento foi adiado. Em um artigo para a "Q Magazine" em fevereiro de 2005, foi dito que o álbum se chamaria "We Are Happy Landfill". Outro título anterior a esse foi "Reject False Icons", que é também o título do projeto cultural dos Gorillaz.

Em janeiro de 2005 foi lançado um promo da música "Dirty Harry" e um vídeo exclusivo na internet chamado "Rock It". Mais tarde foi contado que a faixa "Rockit" não apareceria no álbum, e sim no D-Sides, lançado em novembro de 2007.

Gorillaz em Demon Days[editar | editar código-fonte]

Na fita de entrevista We Are the Dury, a banda respondeu questões sobre os detalhes do disco e suas opiniões na teoria musical do novo álbum:

  • Noodle - "Foi o processo de gravação do disco que se tornou o aprendizado; o resultado final foi o documento, mas o destino foi a jornada."
  • Russel Hobbs - "Como um trabalho corporal, Demon Days foi mais focalizado e considerado do que o primeiro álbum, e talvez tenha uma maior gravidade, profundidade, do que o primeiro disco... A música foi para ele uma disciplina rígida, com um decorrente otimismo macabro."
  • 2D - "Parece que alguém pegou o primeiro álbum e coloriu ele."
  • Murdoc Niccals - "É, ficou bom do jeito que eu mandei ela fazer."

Singles[editar | editar código-fonte]

  • "Feel Good Inc." foi o primeiro single lançado. Foi lançado como um EP no Japão em 27 de abril de 2005 e como um single no Reino Unido e na Austrália em 9 de maio de 2005.
  • "DARE" foi o segundo single lançado. Foi lançado em 29 de agosto de 2005 no Reino Unido, e em 7 de setembro de 2005 no Japão como um EP.
  • "Dirty Harry" foi o terceiro single lançado. Foi lançado em 21 de novembro de 2005 no Reino Unido, e em 7 de dezembro de 2005 no Japão em forma de EP.
  • "El Mañana / Kids With Guns" foi o quarto e último single do álbum. Foi lançado em 10 de abril de 2006 no Reino Unido, e em 19 de abril de 2006 no Japão como um EP. Os ganhadores da promoção "Search For A Star" Colaborou com os Gorillaz de várias formas nesse single.

Edição limitada[editar | editar código-fonte]

Uma edição limitada do álbum foi lançada em uma capa especial, permitindo ao dono qual integrante dos Gorillaz ficaria na capa. Também contêm um livreto especial, com letras e ilustrações para cada música, um DVD contendo um vídeo (com comentário auditivo), uma pré-animação do vídeo "Feel Good Inc.", curtas animados com os integrantes da banda, uma música inédita intitulada "The Swagga" e acesso online exclusivo para certas áreas do site dos Gorillaz, com vários papéis de parede e protetores de tela, também um pé-de-cabra virtual, facilitando a abertura de um armário trancado na cozinha do site para fazer o download da música "We Are Happy Landfill".

Faixas[editar | editar código-fonte]

Todas as faixas foram escritas pelo Gorillaz, exceto as que especificam quem as fez:

  1. "Intro" (Gorillaz, Don Harper) – 1:03
  2. "Last Living Souls" – 3:11
  3. "Kids with Guns" – 3:45 (com Neneh Cherry)
  4. "O Green World" – 4:31
  5. "Dirty Harry (canção)" (Gorillaz, Romye Robinson) – 3:43 (com Bootie Brown)
  6. "Feel Good Inc." (Gorillaz, David Jolicoeur) – 3:41 (com De La Soul)
  7. "El Mañana" – 3:50
  8. "Every Planet We Reach Is Dead" – 4:54
  9. "November Has Come" (Gorillaz, Daniel Dumile) – 2:41 (com MF DOOM)
  10. "All Alone" (Gorillaz, Rodney Smith, Simon Tong) – 3:30 (com Roots Manuva; vocal de apoio de Martina Topley-Bird)
  11. "White Light" – 2:08
  12. "DARE" – 4:04 (com Shaun Ryder)
  13. "Fire Coming Out of the Monkey's Head" – 3:16 (com Dennis Hopper)
  14. "Don't Get Lost in Heaven" – 2:00
  15. "Demon Days" – 4:29

Performance nas paradas[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
allmusic 4.5 de 5 estrelas. [2]
BBC (favorável) [3]
Entertainment.ie 4 de 5 estrelas. [4]
NME (8/10) [5]
Pitchfork Media (6.9/10.0) [6]
PopMatters (9/10) [7]
Q 4 de 5 estrelas. [8]
Rolling Stone 3 de 5 estrelas. [9]
The Guardian 4 de 5 estrelas. [10]
The Observer 5 de 5 estrelas. [11]
Symbol unlikely.svg Esta tabela precisa de ser acompanhada por texto em prosa. Consulte o guia.

Dados retirados do allmusic.[12]

Ano Chart Posição
2005 European Top 100 Albums
2005 The Billboard 200 6
2005 Top Canadian Albums 5
2005 Top Electronic Albums 1
2005 Top Internet Albums 6
2006 European Top 100 Albums
2006 The Billboard 200 6
2006 Top Electronic Albums 1

Referências


Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Gorillaz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.