Denis Parsons Burkitt

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Denis Parsons Burkitt
Nascimento 28 de fevereiro de 1911
Morte 23 de março de 1993 (82 anos)
Gloucester
Cidadania Reino Unido
Ocupação médico militar, cirurgião
Prêmios membro da Royal Society, Prix mondial Cino Del Duca, Prêmio Internacional da Fundação Gairdner, Prêmio Lasker-DeBakey de Pesquisa Médico-Clínica, Prêmio Paul Ehrlich e Ludwig Darmstaedter, Prêmio Charles S. Mott, Medalha Buchanan, Prêmio Bower de Realização em Ciência

Denis Parsons Burkitt (Enniskillen, Condado de Fermanagh, Irlanda do Norte, 28 de fevereiro de 1911Gloucester, Inglaterra, 23 de março de 1993) foi um cirurgião e médico tropical britânico-norte-irlandês.[1] Conhecido principalmente pela primeira descrição do linfoma que leva seu nome, linfoma de Burkitt, e seus pontos de vista (controversos) sobre fibras na dieta.

Jovem africano com linfoma de Burkitt (não tratado) na região da mandíbula

Recebeu o Prêmio Lasker-DeBakey de Pesquisa Médico-Clínica e o Prêmio Paul Ehrlich e Ludwig Darmstaedter de 1972, o Prêmio Internacional da Fundação Gairdner de 1973, o Prêmio Charles S. Mott de 1982, a Medalha Buchanan de 1992 e o Prêmio Bower de Realização em Ciência de 1992.

Referências

  1. Biografia em whonamedit


Precedido por
Albert Claude, Keith Roberts Porter e Fritiof Sjöstrand
Prêmio Paul Ehrlich e Ludwig Darmstaedter
1972
com Jan Waldenström
Sucedido por
Michael Anthony Epstein, Kimishige Ishizaka e Dennis Howard Wright