Dennis Bergkamp

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Dennis Bergkamp
Dennis Bergkamp
Bergkamp em 2014
Informações pessoais
Nome completo Dennis Nicolaas Maria Bergkamp
Data de nasc. 10 de maio de 1969 (53 anos)
Local de nasc. Amesterdã, Países Baixos
Nacionalidade neerlandês
Altura 1,88
destro
Apelido Homem de Gelo
Informações profissionais
Clube atual aposentado
Posição atacante
Clubes de juventude
1981–1986 Ajax
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1986–1993
1993–1995
1995–2006
Ajax
Internazionale
Arsenal
00240 00(121)
00081 000(29)
00422 00(120)
Seleção nacional
1989
1990–2000
Países Baixos Sub-21
Países Baixos
00002 0000(0)
00079 000(37)

Dennis Nicolaas Maria Bergkamp (Amesterdã, 10 de maio de 1969) é um ex-futebolista neerlandês que atuava como atacante.

Dono de técnica apuradíssima e autor de belos gols, recebeu vários prêmios individuais e já foi tido como um dos melhores jogadores do mundo pela FIFA.[1] Também está incluído na lista FIFA 100.[2]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Ajax[editar | editar código-fonte]

Aos onze anos de idade, Bergkamp entrou na equipe juvenil do Ajax Amsterdam.[3]Em 1986, foi promovido ao time principal e estreou na Eredivisie em 14 de dezembro daquele mesmo ano, aos dezessete anos, em uma partida contra o Roda JC Kerkrade com um resultado final de 2 a 0 a seu favor. Seu primeiro treinador foi Johan Cruijff, o melhor jogador holandês de todos os tempos, que logo colocou Bergkamp no time titular.[4]Seu primeiro gol foi contra o HFC Haarlem em 22 de fevereiro de 1987, em uma vitória por 6 a 0.[5]

Na temporada 1986-87, disputou vinte e três jogos nos quais marcou dois gols, para finalmente ocupar a segunda posição da tabela classificativa com cinquenta e três pontos.[6]Naquela temporada, o Ajax venceu a Copa da Holanda depois de vencer o ADO The Hague por 4 a 2 na final da competição. [7]

Bergkamp foi o artilheiro da Eredivisie três vezes (nas temporadas 1990-91, 1991-92 e 1992-93) e foi eleito o Jogador do Ano da Holanda em 1992 e 1993. Durante sua carreira no Ajax marcou 122 gols em 239 jogos.[8]Ganhou títulos como a Copa da UEFA e a Recopa Europeia.

Bergkamp no Ajax em 1989

Internazionale[editar | editar código-fonte]

Verão de 1993 ele foi comprado pela Inter por 18 bilhões de liras (19,7 milhões de euros). [9]O período passado em Milão não é o mais fácil para o holandês: durante a temporada de estreia ele passa seis meses sem marcar.[10]Ficou na Itália por duas temporadas, quase nunca conseguindo expressar plenamente suas qualidades.[11]No entanto, ele deu uma contribuição decisiva no campo europeu, na temporada em que o Inter conquistou sua segunda Copa da UEFA em 1994 , na qual marcou 8 gols em 11 jogos (incluindo um hat-trick contra o Rapid Bucareste), sendo o artilheiro da competição.

No final da experiência nos Nerazzurri (ainda conseguiu marcar 22 gols em 72 jogos no total), mudou-se para a Inglaterra.[12]

Arsenal[editar | editar código-fonte]

Bergkamp em campo pelo Arsenal em 2001.

Em junho de 1995, depois de chegar a um acordo com Moratti para se desvincular da Inter, Bergkamp foi contratado pelo Arsenal da Inglaterra, que pagou 7,5 milhões de euros por sua transferência.[13]Bergkamp fez sua estreia oficialmente na derrota por 3 a 2 contra o Middlesbrough. Bergkamp marcou seu primeiro e segundo gols pelo Arsenal contra o Southampton em Highbury.[14]Bergkamp terminou sua primeira temporada com 33 jogos e 11 gols, ajudando o Arsenal a terminar em quinto e ganhar um lugar na Copa da UEFA ao marcar o gol da vitória contra o Bolton Wanderers no último dia da temporada.[15]

Em 1998, ele foi eleito o melhor jogador de futebol da liga inglesa, ganhando os prêmios de Jogador do Ano da FWA e Jogador do Ano da PFA.[16]

Sua última partida como profissional foi no dia 22 de julho de 2006. Na ocasião, foi inaugurado o Emirates Stadium, novo estádio do clube. O jogo foi entre Arsenal e Ajax, e contou com a presença de vários ídolos dos dois clubes. A partida acabou com vitória dos Gunners pelo placar de 2 a 1.[17]

Deixou o Arsenal, por onde conquistou a Premier League, a Copa da Inglaterra e a Supercopa da Inglaterra. No clube londrino, foi apelidado pelos torcedores de Iceman ("Homem de Gelo"), devido à sua frieza dentro de campo e por demonstrar pouca ou quase nenhuma emoção durante suas comemorações de gol. Está na história do Arsenal por fazer parte do time campeão inglês invicto na temporada 2003–04.

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

Bergkamp se alinha antes de uma partida da Euro 1996 contra a Escócia

Pela Seleção Neerlandesa, é o quarto maior artilheiro, com 37 gols marcados, ficando atrás de Patrick Kluivert, Klaas-Jan Huntelaar e Robin van Persie. Esteve presente em duas Copa do Mundo FIFA: a de 1994 e a de 1998. Nesta segunda Copa foi autor de sete gols, um deles magnífico, contra a Argentina, pelas quartas de final, que declarou ter sido o mais bonito de toda a sua carreira.[18]

Bergkamp também é famoso pelo seu medo de viajar de avião.[19][20] A fobia o impediu de jogar várias partidas fora de casa pela Liga dos Campeões da UEFA, mas não de disputar a Copa do Mundo FIFA de 1994, nos Estados Unidos, na qual inclusive fez um gol contra o Brasil. Foi convocado pela primeira vez em 1990 e encerrou a carreira pela Seleção após a Eurocopa de 2000.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Ajax
Internazionale
Arsenal

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Artilharias[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Bruno Bonsanti (10 de maio de 2019). «Bergkamp precisava de apenas um toque na bola para destruir a defesa adversária». Trivela. Consultado em 21 de junho de 2022 
  2. «Lista de craques de Pelé para Fifa tem maioria brasileira». BBC Brasil. 4 de março de 2004. Consultado em 21 de junho de 2022 
  3. «The Big Interview: Dennis Bergkamp» (em inglês). The Sunday Times. Consultado em 30 de setembro de 2022 
  4. «Ajax 2–0 Roda JC» (em alemão). Voetbal International. Consultado em 30 de setembro de 2022 
  5. «Ajax 6–0 Haarlem» (em alemão). Voetbal International. Consultado em 30 de setembro de 2022 
  6. «Netherlands 1986/87» (em inglês). rsssf. Consultado em 30 de setembro de 2022 
  7. «Netherlands Cup Full Results 1970–1994» (em inglês). rsssf. Consultado em 30 de setembro de 2022 
  8. «Deze week ... 17 jaar geleden» (em neerlandês). Ajax. Consultado em 30 de setembro de 2022 
  9. Caio Dellagiustina. «Dennis Bergkamp na Inter: nem perto do artilheiro do Arsenal». Calciopédia. Consultado em 21 de junho de 2022 
  10. «Mago Moratti fa riapparire Bergkamp» (em italiano). Corriere della Sera. Consultado em 30 de setembro de 2022 
  11. «BERGKAMP, Dennis» (em italiano). treccani. Consultado em 30 de setembro de 2022 
  12. «Dennis Bergkamp e l'Inter, lost in translation». ultimouomo.com. Consultado em 30 de setembro de 2022 
  13. «Rioch signs Bergkamp to signal new era» (em inglês). independent. Consultado em 30 de setembro de 2022 
  14. «Dennis finds his menace» (em inglês). independent. Consultado em 30 de setembro de 2022 
  15. «Bergkamp sends Arsenal into Europe» (em inglês). independent. Consultado em 30 de setembro de 2022 
  16. «PFA Players' Player of the Year 1998 – Dennis Bergkamp» (em inglês). fourfourtwo. Consultado em 30 de setembro de 2022 
  17. «Há exatos 10 anos, o holandês Dennis Bergkamp se despedia oficialmente dos campos de futebol». ESPN Brasil. 22 de julho de 2016. Consultado em 26 de abril de 2020 
  18. Leandro Stein (4 de julho de 2016). «Bergkamp, três toques, um gol genial: "É como se a sua vida fosse conduzida àquele momento"». Trivela. Consultado em 19 de julho de 2021 
  19. «Ainda com medo de voar, Bergkamp reafirma que jamais será técnico do Arsenal». Virgula. 25 de setembro de 2013. Consultado em 19 de julho de 2021 
  20. «Veja 5 jogadores de futebol que possuem fobias curiosas». Torcedores.com. 6 de julho de 2016. Consultado em 19 de julho de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]