Dependências da Coroa Britânica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
O brasão das dependências da Coroa britânica.
As Dependências da Coroa do Reino Unido.
Em detalhe as Ilhas do Canal da Mancha.

Dependências da Coroa Britânica (em inglês: British Crown dependencies) são territórios de posse da coroa britânica, mas que não fazem parte do Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte, e não pertencem à União Europeia.[1] Estas dependências são: as Ilhas do Canal (com os dois Bailiados de Jersey e de Guernsey)[2][3] e a Ilha de Man.[3] Em um contexto histórico, devem ser distinguidas das colônias, territórios britânicos ultramarinos e protetorados protegidos pelo Estado britânico.[1] Também não devem ser confundidos com os reinos da Commonwealth.

Administração

Todas as três dependências fazem parte do Conselho britânico-irlandês, e possuem jurisdição administrativa independente. Desde 2005, cada dependência da Coroa possui seu ministro-chefe como chefe de governo. Contudo, por serem posses da Coroa do Reino Unido, as dependências não são nações soberanas independentes, e o poder legislativo das ilhas reside nas suas assembleias legislativas, com a aprovação da Coroa.

Estas dependências da Coroa, junto com o Reino Unido, são coletivamente conhecidas como as Ilhas Britânicas. Elas são tratadas como parte do Reino Unido para propósitos da lei de nacionalidade britânica. No entanto, elas mantêm controle das moradias e dos empregos quais se aplicam aos cidadãos britânicos sem conexões específicas com tal dependência (assim como para os cidadãos que não são britânicos).

Cada ilha tem:

Ver também

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Reino Unido é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.