Deportação dos tártaros da Crimeia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

É conhecido como Sürgünlik ("exílio" em tártaro da Crimeia) a deportação dos tártaros da Crimeia em 1944 para a República Socialista Soviética do Usbequistão.[1]

Sob o pretexto da suposta colaboração dos tártaros da Crimeia com os nazistas durante a ocupação nazista da Crimeia entre 1941 a 1944 (embora o percentual de colaboradores dos tártaros da Crimeia não são visivelmente diferentes daqueles em outros grupos étnicos) o governo soviético decidiu a expulsão total do povo tártaro da Crimeia.[1]


As deportações começaram em 17 de maio de 1944, em todas as localidades povoadas da Crimeia.[2] . Mais de 32.000 tropas do NKVD participaram da ação. 193.865 tártaros da Crimeia foram deportados, dos quais 151.136 para República Socialista Soviética do Usbequistão, 8597 para a República Socialista Soviética Autónoma de Mari, 4286 para a República Socialista Soviética do Cazaquistão, e o restante (29 486) para vários oblasts da República Socialista Soviética Federativa da Rússia.

Entre maio e novembro de 1944, 10.105 tártaros da Crimeia morreram de fome na República Socialista Soviética do Usbequistão (7% dos deportados por essa república). Cerca de 30.000 (20%) morreram no exílio para o próximo ano e meio, de acordo com dados da NKVD (46% de acordo com dados dos ativistas dos tártaros da Crimeia). Devido à fome, sede e doença, cerca de 45% do total da população morreu no processo de deportação. [3] De acordo com informações dos dissidente soviéticos, muitos tártaros da Crimeia foram obrigados a trabalhar nos projetos de grande escala realizados pelo sistema soviético dos Gulag.[4]

Os ativistas da Crimeia reclamam o reconhecimento de Sürgünlik como genocídio.[5]

Referências

  1. a b Online Encyclopedia of Mass Violence (16 June 2008). "Sürgün: The Crimean Tatars’ deportation and exile". Consultado em 24 março 2014. 
  2. "Ukraine to Investigate Crimean Tatar Deportation". Voice of America [S.l.: s.n.] May 18, 2009. Consultado em 17 May 2011. 
  3. http://www.unpo.org/members/7871
  4. The Muzhik & the Commissar, TIME Magazine, November 30, 1953
  5. Crimean Tatars Call On Kyiv To Restore Their Rights, Radio Free Europe, December 12, 2005