Descolonização portuguesa de África

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Períodos das independências dos países africanos

A independência das colónias portuguesas em África iniciou-se em 1973 com a declaração unilateral da República da Guiné-Bissau, que foi reconhecida pela comunidade internacional, mas não pela potência colonizadora. As restantes colónias portuguesas ascenderam à independência em 1975, na sequência da Revolução dos Cravos.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Davila, Jerry. Hotel Trópico - o Brasil e o Desafio da Descolonização Africana, 1950-1980. Ed. Paz & Terra, 2011. ISBN 9788577531790
  • Franz-Wilhelm Heimer, Der Entwicklungskonflikt in Angola. (em alemão) Munique: Weltforum Verlag, 1979; versão abreviada em português: O processo de descolonização em Angola: Ensaio de sociologia política, Lisboa: A Regra do Jogo, 1980
  • Mário António Fernandes de Oliveira (org.), A descolonização portuguesa: Aproximação a um estudo. Lisboa: Instituto Democracia e Liberdade, 1979
  • Norrie MacQueen, The Decolonisation of Portuguese Africa. (em inglês) Londres & Nova Iorque: Longman, 1997
  • Stewart Lloyd-Jones & António Costa Pinto, The Last Empire: Thirty years of Portuguese decolonisation. (em inglês) Bristol & Portland, Oregon: Intellect Books, 2003

Ver também[editar | editar código-fonte]