Saltar para o conteúdo

Deserto de Lute

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Deserto de Lute 

Deserto de Lute visto do espaço

Tipo Natural
Critérios vii, viii
Referência 1505
Região Ásia
País Irã Irão
Coordenadas 30° 12′ 58″ N, 58° 50′ 20″ L
Histórico de inscrição
Inscrição 2016

Nome usado na lista do Património Mundial

  Região segundo a classificação pela UNESCO

Deserto de Lute (Dasht-e Lut ou Dasht-i-Lut) é um grande deserto de sal no sudeste do Irã e é o 25º maior deserto no mundo. O deserto de Lute faz parte dos desertos de latitudes médias, como o Deserto do Saara e o deserto de Sonora, nos Estados Unidos; nestas regiões, as condições atmosféricas prevalecentes impedem uma precipitação regular. A formação alongada de cor clara, em primeiro plano (paralela à serra na imagem ao lado) corresponde a um dos lagos Dasht, que se estendem para sul por cerca de 300 km.

Clima[editar | editar código-fonte]

No deserto de Lute foi registrada, em 2004 e 2005, a mais alta temperatura na superfície da Terra, de 70,7 °C graus, gravada pelo sensor MODIS da NASA (temperatura não-oficial). Este sensor não mede a temperatura do ar, mas sim, a temperatura do solo, que é consideravelmente superior à temperatura atmosférica.[1]

UNESCO[editar | editar código-fonte]

Foi inscrito como Patrimônio Mundial da UNESCO em 2016 por: "apresentar alguns dos mais espetaculares exemplos de acidentes geográficos eólicos, bem como desertos de rocha e campos de dunas. Este local é um grande exemplo de processos geológicos constantes."[2]

Referências

  1. O que significa estar quente?
  2. Deserto de Lut. UNESCO World Heritage Centre - World Heritage List (whc.unesco.org). Em inglês ; em francês ; em espanhol. Páginas visitadas em 12/02/2017.