Design flip

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Telefone celular com formato flip.

O Design flip é um formato de design para aparelhos eletrônicos portáteis que se baseia em duas ou mais seções que são divididas por meio de uma dobradiça.

Quando o aparelho está aberto, já está pronto para ser usado. Os componentes da interface são mantidos dentro da tampa, que oferece mais área de superfície do que quando o dispositivo está fechado. Os componentes da interface, como as teclas e a tela, são protegidos quando a tampa é fechada. Enquanto está fechado, o dispositivo se torna mais curto ou mais estreito, facilitando o transporte. Uma desvantagem do design flip é a própria dobradiça, que é propensa ao desgaste.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Este formato costuma ser mais associado ao mercado de smartphones, já que a Motorola costumava ter uma marca registrada no termo "flip phone", ou "celular de flip".

História[editar | editar código-fonte]

O flip foi usado pela primeira vez pela fabricante de laptops GRiD (que detinha as patentes sobre a ideia na época) para o seu modelo Compass, em 1982.[1][2] Em 1983, o laptop Ampere WS-1 já usava esse design.[3][4]

O primeiro modelo da Motorola a ter esse formato foi o MicroTAC, criado em 1989, embora a General Telephone & Electronics detivesse a patente da década de 1970 para seu Flip-Phone (um dos primeiros celulares pequenos), até 1993.[5][6][7]

O design já foi copiado por praticamente todas as fabricantes de smartphones, tendo sido mais populares durante a década de 2000.

A Motorola é mais conhecida por seus modelos da linha RAZR V3.

O design também já foi usado na série Nokia Communicator, com o primeiro modelo sendo lançado em 1996. No entanto, os primeiros modelos eram muito caros e a Nokia não adotou o formato até 2004.[8]

Os flips já foram o formato mais popular para celulares em todo o mundo. No entanto, perderam terreno para os smartphones.[9] No final de 2014, celebridades como Rihanna, Kate Beckinsalee e Anna Wintour, voltaram a usar modelos flip e a popularidade retornou em pequena escala.[10] As razões para seu retorno incluíam sua natureza simples, por serem leves e por sua capacidade de caber em bolsos devido ao seu tamanho menor e preferência de botões.[11]

Uma referência a um aparelho destes foi feita no capítulo 3 de "Armageddon 2419 AD", um romance de ficção científica de Philip Francis Nowlan, que apareceu pela primeira vez na edição de agosto de 1928 da revista Amazing Stories. O dispositivo é descrito na seguinte passagem citada: "Alan pegou um pacote compacto de cerca de 15 centímetros quadrados de um coldre preso a seu cinto e o entregou a Wilma. Até onde pude ver, não tinha um receptor especial para o ouvido. Wilma meramente jogou uma tampa para trás, como se estivesse abrindo um livro, e começou a falar. A voz que voltava da máquina era tão audível quanto a dela."

Outros usos[editar | editar código-fonte]

Os dispositivos que utilizam o formato flip incluem portáteis como laptops e subportáteis, como o Game Boy Advance SP, o Nintendo DS e o Nintendo 3DS, embora estes sejam menos frequentemente descritos como flips em comparação aos celulares. Outros objetos, como relógios de bolso, sanduicheiras e fichários utilizam há muito tempo um design flip.

Smartphones como o Galaxy Fold e RAZR V4, ao contrário de outros aparelhos, não necessitam de uma dobradiça, pois possuem a capacidade de dobrar a tela.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Portable computer, 18 de outubro de 1982, consultado em 14 de março de 2019 
  2. Portable computer, 18 de outubro de 1982, consultado em 14 de março de 2019 
  3. The Computer Chronicles (8 de novembro de 2012), The Computer Chronicles - Japanese PCs (1984), consultado em 14 de março de 2019 
  4. «/CoSy/language/cosyhard/cosyhard». cosy.com. Consultado em 14 de março de 2019 
  5. «The 50 Greatest Gadgets of the Past 50 Years». PCWorld (em inglês). 24 de dezembro de 2005. Consultado em 14 de março de 2019 
  6. «Sams Telephone Pictures Collection - Post Liberalisation». www.samhallas.co.uk. Consultado em 14 de março de 2019 
  7. «FindArticles.com | CBSi». findarticles.com. Consultado em 14 de março de 2019 
  8. «Nokia takes on clamshell rivals» (em inglês). 14 de junho de 2004 
  9. «MSN | Outlook, Office, Skype, Bing, Breaking News, and Latest Videos». www.msn.com. Consultado em 14 de março de 2019 
  10. Abrahams, Rebecca (2 de dezembro de 2014). «Is Hollywood Going Back to Flip Phones?». Huffington Post (em inglês). Consultado em 14 de março de 2019 
  11. December 2, CBS News; 2014; Am, 9:43. «High-profile stars find fashion in old-school phone tech». www.cbsnews.com (em inglês). Consultado em 14 de março de 2019