Design gráfico pós-moderno

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A chamada Pós-Modernidade do design gráfico (também chamada de Design Gráfico Contemporâneo) é a condição sócio-cultural e estética do estágio do capitalismo pós-industrial. Teóricos e acadêmicos têm diferentes concepções sobre o termo, especialmente em se definir o início desse processo. Embora muitos consideram que o pós-moderno começaria por volta da metade do século XX, um marco inicial claro seriam os anos de 1960 e 1970.

Um dos fatores principais do design gráfico pós-moderno são o surgimento de novas mídias e ideologias. É um momento histórico em que os paradigmas da modernidade e o racionalismo na metodologia do design passam a ser relativizados. O racionalismo modernista não é abandonado, mas passa a ser contestado e reformulado livremente.

Série da artigos sobre: História do design
História do design gráfico

Pré-História | Antiguidade | Idade Média | Idade Moderna | Modernismo | Pós-modernidade

História do design de produto

Pré-História | Antiguidade | Idade Média | Idade Moderna | Modernismo | Pós-modernidade

História da arte

Pré-História | Antiguidade | Idade Média | Idade Moderna | Modernidade | Contemporaneidade


Ícone de esboço Este artigo sobre design é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.