Desporto da Guiné-Bissau

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Futebol[editar | editar código-fonte]

A equipa não possui nenhum jogador de renome internacional. Os mais conhecidos jogaram e jogam em equipas médias e de pequeno porte da ex-colónia Portugal, com destaque para Bebiano Gomes, mais conhecido por Bio, que representou o Benfica nas camadas de formação de 1980 a 1983 e jogou em equipas do primeiro plano do futebol português, tais como, o Sporting Clube Farense por empréstimo do Benfica (3 épocas- duas na Primeira Divisão e 1 na Segunda Divisão)- onde foi Campeão Nacional da Segunda Divisão em 1986, Futebol Clube de Penafiel (4 épocas - duas na Primeira e duas na Segunda), Futebol Clube Tirsense (1 época- na Primeira Divisão), Beira Mar (1 época na Primeira Divisão), Academico de Viseu (1 época na Segunda Divisão), foi internacional pela Selecção da Guiné-Bissau. Sufrim Lopes, ex-jogador da Naval, mas que possui cidadania portuguesa. Bocundji Ca (com passagem pelo Nantes), Almami Moreira (ex-jogador de Boavista, Hamburgo, Dínamo de Moscovo e Partizan Belgrado) e Braíma Injai (que fez praticamente toda a carreira em Portugal) são outros jogadores conhecidos da Guiné-Bissau. Bruma, que joga atualmente no PSV Eindhoven, Éder, o herói da Final do Euro 2016 e Danilo Pereira, do FC Porto, apesar de serem guineenses de nascimento, optaram por defender a Seleção Portuguesa.

Nunca participou da Copa do Mundo. Em 1998 a seleção foi banida por ter desistido das Eliminatórias da CAN de 1996 com as mesmas em andamento. A sua primeira (e até ao momento a única) participação na CAN foi na edição de 2017, ganha pela seleção dos Camarões. A equipa somou 1 empate e 2 derotas, ficando em último lugar no grupo A, onde estavam a Burquina Faso, os Camarões e o Gabão. Os seus resultados mais expressivos são na Copa Amílcar Cabral quando obteve o vice-campeonato da competição em 1983 e também obtendo por cinco vezes o quarto lugar em 1979, 1995, 2001, 2005 e 2007.

Atletas conhecidos nascidos na Guiné-Bissau[editar | editar código-fonte]

Futebol[editar | editar código-fonte]

Ansu Fati (Bissau, 2002), joga pelo FC Barcelona desde 2019.

Bruma (Bissau, 1994), joga pelo PSV Eindhoven desde 2019.

Éderzito António Macedo Lopes (Éder) (Bissau, 1987), joga no Lokomotiv Moscou desde 2018.

Mama Samba Baldé (Bissau 1995), joga no Dijon FCO desde 2019.

Joelson Fernandes (Bissau, 2014) joga pelo Sporting desde 2020.

Danilo Luís Hélio Pereira (Danilo) (Bissau, 1991) joga no Paris Saint Germain desde 2020.

Carlos Embalo (Bissau, 1994) joga no KAS Eupen, Bélgica desde 2019.

Toni Brito Silva Sá (Toni Silva) (Bissau, 1993) joga no Taraz FK, Cazaquistão desde fevereiro 2020.

Jorge Fernando Barbosa Intima (Bissau, 1995), conhecido como Jorginho, joga no Wadi Degla SC, Cairo, Egipto, desde novembro 2020.

Atlétismo[editar | editar código-fonte]

Holder Ocante da Silva (Bissau, 1988), velocista.

Braima Suncar Dabo (Catió, 1995), atleta, conhecido por seu espírito esportivo excepcional durante os campeonatos de Doha (2019).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Soccer stub.svg Este artigo sobre futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.