Deus de Promessas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Deus de Promessas
Álbum de estúdio de Toque no Altar
Lançamento Março de 2005
Gênero(s) Música cristã contemporânea
Duração 70:32
Idioma(s) Português
Formato(s) CD
Gravadora(s) Independente
Produção Ronald Fonseca e Davi Sacer
Arranjos Ronald Fonseca
Cronologia de Toque no Altar
Restituição
(2003)
Toque no Altar e Restituição
(2006)

Deus de Promessas é um álbum de estúdio da banda brasileira de música cristã Toque no Altar, lançado em março de 2005 de forma independente. Produzido pelo pianista Ronald Fonseca e o vocalista Davi Sacer, o projeto é baseado em músicas que versam sobre as promessas de Deus. Os músicos escreveram todas as faixas do álbum com a colaboração de Verônica Sacer, tornando assim o disco da banda com a menor participação de Luiz Arcanjo, o qual atuou exclusivamente nos vocais de apoio.[1]

Musicalmente, Deus de Promessas é um trabalho de música cristã contemporânea com influências do canto congregacional. A obra foi predominantemente gravada em estúdio, embora as faixas "Deus de Promessas" e "Bendito eu Serei" terem sido gravadas ao vivo. Apesar da quantidade menor de faixas, o projeto também se destacou na discografia da banda por conter uma pregação do pastor Marcus Gregório de 25 minutos. É o único trabalho da formação original da banda que não chegou a ser disponibilizado em formato digital, sendo exclusivamente encontrado em formato físico.

Deus de Promessas foi o primeiro álbum da banda a adotar o novo nome artístico Toque no Altar (utilizado de 2005 a 2009) e foi um de seus maiores sucessos comerciais. A obra vendeu cerca de 300 mil cópias em menos de um ano e também recebeu críticas favoráveis, além de várias indicações e prêmios no Troféu Talento, em 2006, incluindo a categoria "Música do Ano", que foi vencida com a música "Deus de Promessas". No final de 2006, a banda gravou o álbum Deus de Promessas ao Vivo, com vocais de Sacer e Arcanjo, e que ficou marcado como o último trabalho do grupo com sua formação original.[2]

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

O grupo vinha de um sucesso significativo alcançado pelos álbuns Toque no Altar (2003) e Restituição (2003). No primeiro álbum, Davi Sacer foi estabelecido como único vocalista, enquanto o segundo trouxe seus vocais com as participações de Luiz Arcanjo e David Cerqueira. Entre os discos e o sucessor Deus de Promessas, muitas mudanças ocorreram no Apascentar. Ronald Fonseca se estabeleceu como o produtor musical do grupo, e sua relação com Sacer se desenvolveria de forma mais significativa no disco.[3]

Conceito[editar | editar código-fonte]

Diferentemente de quaisquer outros trabalhos do Ministério Apascentar de Nova Iguaçu, Deus de Promessas teve seu repertório inteiramente escrito por Davi Sacer, Ronald Fonseca e Verônica Sacer. Verônica, inclusive, teve créditos pela primeira vez como compositora (e pela única vez na carreira).[4]

Em 2006, Verônica Sacer disse que sonhou ter composto uma canção de sucesso pelo país inteiro e, uma semana depois, o pastor Marcus Gregório a escolheu, além de Davi e Ronald, para compor um trabalho inteiramente dedicado às promessas de Deus.[5] Em 2020, em entrevista ao portal Super Gospel, Verônica afirmou que inicialmente Marcus Gregório apenas a convidou e a Davi Sacer, e o convite causou-lhe pânico. Ela solicitou, então, que Ronald Fonseca também fosse recrutado para o projeto, pedido que foi atendido por Gregório.[4]

Além da participação inédita de Verônica como compositora, Deus de Promessas é o único trabalho que traz Davi Sacer com créditos de produtor musical.[6]

Ao mesmo tempo que trabalhavam no álbum Deus de Promessas, Ronald e Davi também escreveram outras canções que se tornariam o álbum Para Chamar Tua Atenção, da banda Unção de Deus. "Fala Deus", maior sucesso do projeto, foi escrita por Ronald Fonseca e seria indicada à Música do Ano no Troféu Talento de 2006.[7]

Gravação[editar | editar código-fonte]

Quase todas as canções de Deus de Promessas foram gravadas em estúdio, exceto "Deus de Promessas" e "Bendito Eu Serei". Para manter uma coesão de gravação ao vivo, todas as faixas até "Cidadão dos Céus" incluiu captações de áudio ao vivo no Ministério Apascentar de Nova Iguaçu, algo que se tornaria recorrente em quase todos os projetos futuros dos músicos, seja pelo Trazendo a Arca ou pela carreira solo de Davi Sacer.[1] Luiz Arcanjo participou do álbum apenas como backing vocal, assim como no projeto Toque no Altar. O disco ainda trouxe, nos vocais de apoio, o cantor Rafael Bitencourt, que se tornaria líder e vocalista do Toque no Altar a partir de 2007.

Além das oito faixas cantadas, o disco ainda incluiu uma pregação do pastor Marcus Gregório, baseada no tema do álbum.[6]

Projeto gráfico[editar | editar código-fonte]

O projeto gráfico do álbum foi elaborado por David Cerqueira, que embora fosse integrante, não participou das gravações. A capa inclui um cenário noturno. Em algumas edições, foi inclusa uma luva.[1]

Lançamento e recepção[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Super Gospel (favorável)[1]
O Propagador 3.5 de 5 estrelas.[8]

Deus de Promessas foi lançado no Brasil em março de 2005, de forma independente, e até novembro de 2005 tinha vendido 290 mil cópias. A recepção da crítica ao álbum foi favorável. Roberto Azevedo, por meio do Super Gospel, disse que "Bendito eu Serei" e "Cidadão dos Céus" são as melhores canções da obra, e elogiou a condução instrumental de "Toda Sorte de Bênçãos".[1]

O guia discográfico do portal O Propagador atribuiu uma cotação de 3 estrelas e meio, afirmando que "as canções de Deus de Promessas procuram seguir uma temática específica, e embora algumas desviem relativamente ao que foi proposto, o repertório é positivo".[8]

A canção-título, "Deus de Promessas", chegou a ser relançada em 2010 no álbum O Melhor do Louvor das Igrejas Vol. 3, coletânea distribuída pela gravadora MK Music.[9] É a única faixa do álbum disponível nas plataformas digitais. No lançamento do catálogo do grupo pela distribuidora Digital Music, optou-se distribuir apenas Deus de Promessas ao Vivo (2007), ação que foi seguida na coletânea 10 Anos, de 2012.[10]

Legado[editar | editar código-fonte]

Deus de Promessas foi um dos maiores sucessos do grupo e marcou a transição de seu nome Apascentar para Toque no Altar. Por meio do álbum, o vocalista Davi Sacer recebeu suas primeiras indicações como cantor.[11]

Várias canções do álbum foram extensivamente regravadas pelo Toque no Altar, pelo Trazendo a Arca e por Davi Sacer em carreira solo. No álbum Ao Vivo no Japão, há releituras de "Toda Sorte de Bênçãos" e "Deus de Promessas".[12] No álbum No Caminho do Milagre, Sacer regravou "Toda Sorte de Bênçãos" e, mais uma vez, "Deus de Promessas". "Deus de Promessas" recebeu uma versão em espanhol, chamada "Dios de Promesas", em 2014, que contou com vocais de Luiz Arcanjo.[13] Em 2019, o álbum 15 Anos trouxe três faixas de Deus de Promessas. "Deus de Promessas" foi lançada como single com a participação da cantora Simone (da dupla Simone & Simaria).[14] Além disso, também foi regravada "Desejo do Meu Coração" (com vocais de Daniela Araújo) e uma versão remix de "Toda Sorte de Bênçãos", com DJ PV.[15]

Na reunião da formação clássica do Trazendo a Arca que gerou o álbum O Encontro, "Bendito eu Serei" foi tocada, além de um pequeno trecho de "Deus de Promessas", interpretada por Luiz Arcanjo (com a roupagem feita no álbum Español). Mas nenhuma das duas performances foi lançada no disco.[16][17]

Faixas[editar | editar código-fonte]

A seguir lista-se as faixas, compositores e durações de cada canção de Deus de Promessas, segundo o encarte do disco.[18]

Todas as faixas escritas e compostas por Davi Sacer, Verônica Sacer e Ronald Fonseca

N.º Título Duração
1. "Toda Sorte de Bênçãos"   4:21
2. "Graças"   4:46
3. "Desejo do Meu Coração"   6:16
4. "Deus de Promessas"   8:13
5. "Bendito eu Serei"   6:14
6. "Cidadão dos Céus"   4:52
7. "Se a Tua Voz Ouvir"   4:45
8. "Te Conhecer"   5:09
9. "Palavra Pr. Marcus Gregório" (faixa bônus) 25:51
Duração total:
70:32

Ficha técnica[editar | editar código-fonte]

A seguir estão listados os músicos e técnicos envolvidos na produção de Deus de Promessas:[18]

Banda
Músicos convidados
Equipe técnica
  • Aureo Luis - mixagem
  • Toney Fontes - mixagem e masterização
Design

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Prêmio Categoria Indicado Resultado
Troféu Talento [19] Melhor Compositor Ronald Fonseca e Davi Sacer Venceu
Melhor Arranjo Ronald Fonseca Indicado
Melhor Intérprete Masculino Davi Sacer Indicado
Melhor CD Independente Deus de Promessas Indicado
Melhor CD - Adoração e Louvor Deus de Promessas Venceu
Música do Ano "Deus de Promessas" Venceu
Melhor Grupo de Louvor Toque no Altar Indicado
Destaque 2005 Toque no Altar Venceu
CD do Ano Deus de Promessas Venceu

Referências

  1. a b c d e «CD Deus de Promessas (Apascentar) - Análise». Super Gospel. Consultado em 6 de janeiro de 2015 
  2. «DVD Deus de Promessas (Apascentar) - Análise». Super Gospel. Consultado em 6 de janeiro de 2015 
  3. «Toque no Altar». Napster. Consultado em 23 de junho de 2020. Cópia arquivada em 23 de junho de 2020 
  4. a b «Confira nosso bate papo exclusivo com Verônica Sacer e Luiz Arcanjo». Super Gospel. Consultado em 12 de novembro de 2020 
  5. «Bate-papo com Verônica Sacer». Toque no Altar. Consultado em 9 de janeiro de 2015. Arquivado do original em 3 de dezembro de 2006 
  6. a b «O Ministério». Toque no Altar. Consultado em 11 de junho de 2020. Arquivado do original em 1 de dezembro de 2006 
  7. «Ministério Unção de Deus: Para Chamar Tua Atenção». Casa Gospel. Consultado em 6 de abril de 2013. Cópia arquivada em 5 de maio de 2016 
  8. a b «Trazendo a Arca: discografia e obra». O Propagador. Consultado em 6 de janeiro de 2015. Arquivado do original em 13 de setembro de 2017 
  9. «O Melhor do Louvor das Igrejas Vol. 3». MK Shopping. Consultado em 12 de agosto de 2020 
  10. Oziel Alves (17 de agosto de 2012). «CanZion Brasil lança edição tripla com os principais sucessos do ministério Trazendo a Arca». Super Gospel. Consultado em 17 de agosto de 2012 
  11. «Conheça os indicados ao Troféu Talento 2006». Super Gospel. Consultado em 6 de janeiro de 2015 
  12. Roberto Azevedo. «CD Ao Vivo no Japão (Trazendo a Arca) - Análise». Super Gospel. Consultado em 14 de junho de 2012 
  13. «CD Español (Trazendo a Arca) - Análise». Super Gospel. 1 de março de 2015. Consultado em 1 de março de 2015 
  14. «Deus de Promessas (Ao Vivo) - Single de Davi Sacer & Simone». iTunes. Consultado em 17 de março de 2019 
  15. «15 Anos (ao Vivo) de Davi Sacer». iTunes. Consultado em 31 de julho de 2019 
  16. «Trazendo a Arca reúne formação clássica em gravação - O Encontro». Super Gospel. Consultado em 5 de maio de 2020 
  17. «O Encontro de Davi Sacer & Trazendo a Arca». Apple Music. Consultado em 14 de julho de 2020 
  18. a b (2005) Créditos do álbum Deus de Promessas por Toque no Altar. Apascentar Music.
  19. Super Gospel. «Confira a lista completa dos vencedores do Troféu Talento 2006». Consultado em 29 de outubro de 2011 
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Apascentar de Louvor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.