Dexter Holland

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dexter Holland
Dexter Holland em 2009 no Sziget Festival em Budapeste, Hungria
Informação geral
Nome completo Bryan Keith Holland
Nascimento 29 de Dezembro de 1965 (51 anos)
Origem Garden Grove, Califórnia
País  Estados Unidos
Gênero(s) Punk rock
Pop punk
Rock alternativo
Skate punk
Hardcore punk (primeiros anos)[1]
Ocupação(ões) Cantor
Guitarrista
Compositor
Empresário
Instrumento(s) Vocal[2]
, guitarra[2], bateria, percussão, baixo, teclado e piano
Período em atividade 1984–atualmente
Gravadora(s) Black Label Records (1986)
Nemesis Records (1988 - 1991)
Epitaph Records (1991 - 1997)
Nitro Records (1995)
Columbia Records (1996 - atualmente)
Afiliação(ões) The Offspring

Dexter Holland, nome artístico de Bryan Keith Holland[3] (Garden Grove, 29 de dezembro de 1965[3]), é um músico, empresário e biólogo estadunidense. Holland é membro co-fundador da banda californiana The Offspring[4], na qual é também o principal vocalista, guitarrista rítmico e principal compositor.

Carreira Musical[editar | editar código-fonte]

Depois que Holland conheceu seu amigo e companheiro de cross-country Greg Kriesel, eles começaram uma banda punk local chamada Manic Subsidal em 1984, onde Dexter tocava bateria; começaram após não terem conseguido entrar em um show de uma banda de sucesso local chamada Social Distortion.

Depois de James Lilja ser contratado como baterista, Holland mudou para os vocais e guitarras. Nunca lançaram nenhum álbum, mas existem algumas demos online. Depois de algumas mudanças na line-up, de "Manic Subsidal" mudaram o nome para "The Offspring" em 1986. Depois de gravar uma demo em 1988, The Offspring assinou um contrato com uma pequena gravadora por um curto tempo, Nemesis Records, para que eles gravassem seu primeiro álbum, The Offspring, em março de 1989. Este álbum acabaria por ser remasterizado em 21 de novembro de 1995 pela gravadora de Holland, Nitro Records.

Em 1991, The Offspring assinou com a Epitaph Records (Bad Religion, L7, NOFX, Pennywise e outras bandas semelhantes). O primeiro lançamento com a gravadora foi Ignition, que foi lançado em 1992. Seu último álbum com essa gravadora foi Smash, em 1994 (que ainda tem o recorde mundial para a maioria das vendas de um álbum por um selo independente). A banda então assinou com a Columbia Records, em 1996 (embora Dexter afirma que Brett Gurewitz, dono da Epitaph e guitarrista do Bad Religion, vendeu o contrato para a Columbia), para eles lançarem seus próximos seis álbuns, Ixnay on the Hombre (1997), Americana (1998), Conspiracy of One (2000), Splinter (2003), Rise and Fall, Rage and Grace (2008), e seu mais recente, Days Go By (2012).

Empresariado[editar | editar código-fonte]

No final de 2006, Dexter fundou sua própria marca de molho picante, a Gringo Bandito[5]. A sede fica na zona industrial da cidade de Huntington Beach, Califórnia, perto do estúdio de gravações do The Offspring[6]. Fez isso depois de pensar se poderia fazer um molho picante melhor, tendo crescido no sul da Califórnia, onde comida mexicana é considerada "parte da vida". Disse também que é uma pessoa que "quando resolve seguir uma ideia, segue pra valer", e que isso foi como sua carreira musical: tinha interesse em gravações e decidiu aprender a tocar guitarra, depois acabou formando uma banda [7].

Molho fabricado pela Gringo Bandito, com a imagem de Dexter no rótulo

Também é co-fundador da gravadora Nitro Records, junto do também membro do The Offspring Greg K., que ele administrou de 1994 a 2013[8].

Carreira Científica[editar | editar código-fonte]

Dexter concluiu seu ensino médio em 1984 como um valedictorian (título dado nos EUA, Canadá e nas Filipinas ao aluno que discursa numa cerimônia de formatura). Nessa época chegou a ser o melhor aluno em matemática de seu ano, fato que ele disse ser "tão excitante quando punk rock"[9].

Frequentou a Universidade do Sul da Califórnia, onde se licenciou em biologia, obteve um mestrado em biologia molecular e chegou a começar um doutorado na mesma área[10]. Com o sucesso do The Offspring, abandonou os estudos para se dedicar à música. Em 1995 disse que quando chegasse aos 40 anos de idade, ia preferir ser um professor universitário a trabalhar com música[11].

Em 2013 ele voltou a fazer o doutorado, no Laboratório de Oncologia Viral e Pesquisa Proteômica, da Faculdade de Medicina Keck, que pertence ao campus da Universidade do Sul da Califórnia em Los Angeles.

Filantropia[editar | editar código-fonte]

Em 1997, Dexter e Jello Biafra, ex-vocalista dos Dead Kennedys, formaram a Fundação F.S.U., que arrecada fundos por caridade em shows. A fundação arrecadou verba para vários projetos, como o AIDS Project Los Angeles (APLA), Poor People´s United Fund, Trees Foundation e Anistia Internacional[12].

Dexter participou da Maratona de Los Angeles de 2006, onde escolheu fazer caridade para o Projeto Inocência, uma clínica legal sem fins lucrativos que faz testes de DNA que podem levar à inocência em casos onde já houve condenação[13].

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

Foi casado com a cabeleireira Kristine Luna, coautora da música Session e que também aparece no clipe de I Choose. Conheceram-se em 1992, casaram em 1995 e se divorciaram em 2012[14]. Tem uma filha, Alexa Holland, de um relacionamento anterior, que também é cantora e compositora com o nome artístico "Lex Land"[15].

É piloto de aviões licenciado e também instrutor de vôo[16], tendo dado uma volta ao mundo sozinho em 10 dias[17]. Gosta também de surfar (como mostra o clipe de Da Hui), pular de pára-quedas (como mostra o DVD Huck It) e andar de skate.

Coleciona selos da Ilha de Man[18]. Mede 1,88 m[19].

Discografia[editar | editar código-fonte]

Referências


Accordrelativo20060224.png Este artigo sobre um(a) músico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.