Diário do Comércio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O Diário do Comércio é um jornal editado na pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP) desde 1924 na cidade de São Paulo. Em 1º de novembro de 2014 deixou de ter uma edição impressa, tornando-se um jornal exclusivamente online.

O jornal era sustentado pela publicação obrigatória dos balancetes das empresas em veículos de comunicação. A continuidade da versão impressa esteva ameaçada por anos de operação com resultados negativos. A tiragem declarada do Diário do Comércio era de 25 mil exemplares. No final de outubro de 2014, a versão impressa deixou de circular, passando o jornal a ser publicado apenas pela Internet. [1]


Prêmios
Prêmio ExxonMobil de Jornalismo (Esso)
  • 2005: Esso de Fotografia concedido a Evandro Monteiro, pela obra "Guerra no Centro"[2]
  • 2009: Esso de Melhor Contribuição à Imprensa, pela obra "Museu da Corrupção", do site "Muco"[3]

Referências

  1. Diário do Comércio anuncia fim da edição impressa, Jornal Valor, 31 de outubro de 2014.
  2. «Prêmio Esso de Jornalismo 2005». Prêmio Esso. Consultado em 24 de março de 2020. Arquivado do original em 12 de agosto de 2010 
  3. «Prêmio Esso de Jornalismo 2009». Prêmio Esso. Consultado em 25 de março de 2020. Arquivado do original em 10 de agosto de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre meios de comunicação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.