Dia do Grande Desapontamento

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Dia do Grande Desapontamento, a 22 de outubro de 1844, foi o dia em que religiosos norte americanos inspirados em profecias bíblicas esperaram o retorno de Jesus Cristo. O movimento foi liderado por Guilherme Miller. Os remanescentes deste evento mais tarde fundaram diversas denominações adventistas.

História[editar | editar código-fonte]

Entre 1831 e 1844, William (Guilherme) Miller - um fazendeiro e pregador leigo Batista, ex-capitão de exército da guerra de 1812 - após estudar a Bíblia, lançou o "grande despertar do segundo advento", o qual eventualmente se espalhou através do mundo cristão nos EUA. Baseado em sua própria interpretação da profecia das 2.300 tardes e manhãs, contida no livro bíblico de Daniel 8:14. Conforme a própria explicação bíblica contida em Ezequiel 4:7 e Números 14:34, profeticamente, um dia (tarde e manhã) é igual a um ano perfazendo 2300 anos portanto, Miller subtraiu o número 2.300 de 457, visto que em 457 a.C. Esdras chegou a Jerusalém para terminar de reconstruir o templo. E chegou à conclusão que Jesus Cristo retornaria à Terra dentro entre a primavera de 1843 e a primavera de 1844.

O período passou e nada aconteceu. Ele e muitos de seus colaboradores, pastores de várias denominações, voltaram novamente ao estudo da Bíblia para descobrir o erro. Dentre eles Samuel Snow, chegou à conclusão da vinda de Jesus para 22 de outubro de 1844, portanto no outono, no dia 10 do sétimo mês quando ocorria a purificação do santuário, que naquele ano cairia em 22/10. Quando Jesus não apareceu, os seguidores de Miller experimentaram o que veio a se chamar "O Grande Desapontamento".

A maioria dos milhares que haviam se juntado ao movimento, saiu em profunda e amarga desilusão (cumprindo o que estava profetizado em Apocalipse 10:10-11). Uns poucos, no entanto, voltaram para suas Bíblias para descobrir porque eles tinham sido desapontados. Apesar de não terem visto acontecer nada que desabonasse o cálculo, eles concluíram que a data de 22 de outubro ainda era correta, mas que Miller tinha predito o evento errado para aquele dia. Verificaram em Daniel 7 que Jesus se dirige ao "ancião de dias" e não à terra entendendo, portanto, que a purificação da Terra (como criam naquela época) na realidade era a purificação do Santuário Celestial, iniciando-se o período do juízo a partir de então Dan. 7:10-13, 1 Pedro 4:17. De acordo com Apocalipse 10:11 a mensagem do juizo (Apocalipse 14:6 e 7) deveria ser levada a todo o mundo cumprindo-se a ordem de Jesus (Mateus 24:14). Mais tarde realizaram a conferência de Albany em 1845, onde 61 delegados compareceram, foi organizada a Associação Milenial Americana (American Millennial Association), que tornou-se na Igreja Evangélica Adventista, ainda praticada nos dias de hoje.

Miller baseou seus estudos da volta de Jesus em 1844 numa crença popular que dizia na época que "a terra era o santuário de Deus". Quando ele interpretou no livro de Daniel "purificação do santuário" seria a purificação da terra. Após o Desapontamento alguns poucos reestudaram as profecias e entenderam que o Santuário a que se referia o livro de Daniel era o Santuário Celestial. Com outros demais estudos bíblicos é que em 1863 originou-se a Igreja Adventista do Sétimo Dia e também outros grupos.

Então do pequeno grupo que se recusou a desistir depois do "grande desapontamento" surgiram vários líderes que construíram a base do que viria a ser a Igreja Cristã do Advento, a Igreja Adventista do Sétimo Dia e o movimento dos Estudantes da Bíblia entre outros.

A religião Baha'i acredita que a predição de Miller estava correta, só que referia à manifestação dessa religião na Pérsia em 1844.

Referências[editar | editar código-fonte]

George R. Knight. Millennial Fever and the End of the World. Boise, ID: Pacific Press, 1993

Momen, Moojan (1999 (online)). "Early Western Accounts of the Babi and Baha'i Faiths". Encyclopedia articles. Bahá'í Library Online.

Whitney R. Cross. The Burned-over District: A Social and Intellectual History of Enthusiastic Religion in Western New York. Ithaca, NY: Cornell University Press, 1950