Dia do Rei (Países Baixos)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Dia do Rei
Comemorações do Dia da Rainha nos Canais de Amsterdam, 2007.
Nome oficial Koningsdag
Celebrado por Reino dos Países Baixos
Tipo histórico/cultural
Data 27 de abril
Frequência Anual

O Dia do Rei (neerlandês: Koningsdag) é um feriado nacional nos Países Baixos, também celebrado em seus constituintes caribenhos Curaçao, São Martinho e em Aruba. É comemorado em 27 de abril, no dia do aniversário do monarca, o rei Guilherme Alexandre. No caso do dia 27 de abril ser um domingo (como foi em 2014), o feriado é celebrado no dia 26 de abril.[1]

Quando o monarca dos Países Baixos é uma rainha, o nome do dia é alterado para Dia da Rainha (neerlandês: Koninginnedag)

História[editar | editar código-fonte]

Guilhermina era ainda menina quando foi homenageada com o 1º Dia da Rainha

O primeiro Dia da Rainha foi celebrado em 31 de agosto de 1885, no dia do 5º aniversário da rainha Guilhermina, por iniciativa de políticos liberais, que queriam promover a união nacional. Após a morte o rei Guilherme III, pai de Guilhermina, sua mãe Emma se tornou regente, mas Guilhermina já era a rainha de direito, sendo assim que o "verdadeiro" primeiro Dia da Rainha de Guilhermina foi celebrado em 31 de agosto de 1891 (ela havia sido declarada rainha em 1890).[2]

Guilhermina e sua família nunca fizeram parte das celebrações públicas, mas devido a data ser a última das férias escolares de verão, a festa se tornou popular, como um "genuíno festival nacional", segundo a Casa Real.[2]

A rainha Juliana seguiu com a tradição de comemorar o Dia da Rainha, quando era tradicional que presentes fossem levados até o palácio, e foi apenas a rainha Beatriz que decidiu participar dos eventos públicos, tornando tradição, a cada ano, visitar uma ou duas cidades dos Países Baixos, com outros membros da família real holandesa, para celebrar com o povo.[2]

Assim como faz o rei Guilherme Alexandre, o Dia do Rei (ou da Rainha) foi celebrado nos dias de aniversário das rainhas Guilhermina e Juliana, respectivamente em 31 de agosto e 30 de abril. Durante o reinado da rainha Beatriz, de de 2004 a 2014, a data continuou, por sua escolha, a ser celebrado no aniversário de sua mãe, a rainha Juliana, porque as condições climáticas eram melhores. Beatriz fazia aniversário em janeiro, em pleno inverno do Hemisfério Norte.[1]

Destaques[editar | editar código-fonte]

Em 2020, o Dia do Rei não teve comemorações públicas devido à pandemia de Covid-19 e a Casa Real anunciou que as celebrações aconteceriam no palácio Huis ten Bosch, apenas com a presença do rei Guilherme Alexandre, de sua esposa Máxima, e das filhas do casal, as princesas Amália, Alexia e Ariane.[3]

Leia a notícia na Wikinotícias: Em meio à pandemia de Covid-19, Dia do Rei é celebrado em casa nos Países Baixos

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b Affairs, Ministry of General (22 de dezembro de 2014). «King's Day - Royal House of the Netherlands» (em inglês) 
  2. a b c Affairs, Ministry of General (22 de dezembro de 2014). «History of King's Day - King's Day - Royal House of the Netherlands» (em inglês) 
  3. Zaken, Ministerie van Algemene (23 de setembro de 2019). «Koningsdag 2020 - Activiteit - Het Koninklijk Huis» (em neerlandês) 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre feriados ou datas comemorativas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.