Dia do Rei (Países Baixos)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Dia do Rei
Dia do Rei (Países Baixos)
Comemorações do Dia da Rainha nos Canais de Amsterdam, 2007.
Nome oficial Koningsdag
Celebrado por Reino dos Países Baixos
Tipo histórico/cultural
Data 27 de abril
Frequência Anual

O Dia do Rei (neerlandês: Koningsdag) é um feriado nacional nos Países Baixos, também celebrado em seus constituintes caribenhos Curaçao, São Martinho e em Aruba. É comemorado em 27 de abril, no dia do aniversário do monarca, o rei Guilherme Alexandre. No caso do dia 27 de abril ser um domingo (como foi em 2014), o feriado é celebrado no dia 26 de abril.[1]

Quando o monarca dos Países Baixos é uma rainha, o nome do dia é alterado para Dia da Rainha (neerlandês: Koninginnedag)

História[editar | editar código-fonte]

Guilhermina era ainda menina quando foi homenageada com o 1º Dia da Rainha

O primeiro Dia da Rainha foi celebrado em 31 de agosto de 1885, no dia do 5º aniversário da rainha Guilhermina, por iniciativa de políticos liberais, que queriam promover a união nacional. Após a morte o rei Guilherme III, pai de Guilhermina, sua mãe Emma se tornou regente, mas Guilhermina já era a rainha de direito, sendo assim que o "verdadeiro" primeiro Dia da Rainha de Guilhermina foi celebrado em 31 de agosto de 1891 (ela havia sido declarada rainha em 1890).[2]

Guilhermina e sua família nunca fizeram parte das celebrações públicas, mas devido a data ser a última das férias escolares de verão, a festa se tornou popular, como um "genuíno festival nacional", segundo a Casa Real.[2]

A rainha Juliana seguiu com a tradição de comemorar o Dia da Rainha, quando era tradicional que presentes fossem levados até o palácio, e foi apenas a rainha Beatriz que decidiu participar dos eventos públicos, tornando tradição, a cada ano, visitar uma ou duas cidades dos Países Baixos, com outros membros da família real holandesa, para celebrar com o povo.[2]

Assim como faz o rei Guilherme Alexandre, o Dia do Rei (ou da Rainha) foi celebrado nos dias de aniversário das rainhas Guilhermina e Juliana, respectivamente em 31 de agosto e 30 de abril. Durante o reinado da rainha Beatriz, de de 2004 a 2014, a data continuou, por sua escolha, a ser celebrado no aniversário de sua mãe, a rainha Juliana, porque as condições climáticas eram melhores. Beatriz fazia aniversário em janeiro, em pleno inverno do Hemisfério Norte.[1]

Destaques[editar | editar código-fonte]

Em 2020, o Dia do Rei não teve comemorações públicas devido à pandemia de Covid-19 e a Casa Real anunciou que as celebrações aconteceriam no palácio Huis ten Bosch, apenas com a presença do rei Guilherme Alexandre, de sua esposa Máxima, e das filhas do casal, as princesas Amália, Alexia e Ariane.[3]

Leia a notícia na Wikinotícias: Em meio à pandemia de Covid-19, Dia do Rei é celebrado em casa nos Países Baixos

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b Affairs, Ministry of General (22 de dezembro de 2014). «King's Day - Royal House of the Netherlands» (em inglês) 
  2. a b c Affairs, Ministry of General (22 de dezembro de 2014). «History of King's Day - King's Day - Royal House of the Netherlands» (em inglês) 
  3. Zaken, Ministerie van Algemene (23 de setembro de 2019). «Koningsdag 2020 - Activiteit - Het Koninklijk Huis» (em neerlandês) 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre feriados ou datas comemorativas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.