Dialeto recifense

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Dialeto Recifense
Falado em:  Pernambuco ( Brasil)
Região: Região Metropolitana do Recife e Mesorregião da Mata Pernambucana
Total de falantes: aprox. 5,5 milhões de pessoas
Posição: Não se encontra entre os 100 primeiros
Família: Indo-europeia
 Língua Portuguesa
  Português brasileiro
   Dialeto Recifense
Estatuto oficial
Língua oficial de: sem reconhecimento oficial
Regulado por: sem regulamentação oficial
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: ---

O dialeto recifense é uma variação linguística do português brasileiro, típica da Região Metropolitana do Recife e das regiões da Mesorregião da Mata Pernambucana, no estado de Pernambuco.[1][2][3]

Suas características mais marcantes são o chiado, quando os fonemas /s/ e /z/ são pronunciados [ʃ] e [ʒ] em final de sílaba, e a não palatalização das letras "d" e "t" antes da semivogal /i/ (pronuncia-se "leiti" e não "leitchi"). Esta última característica é compartilhada com o dialeto nordestino, que tem origem no Recife.

Referências

  1. «Harmonia vocálica no dialeto recifense» 
  2. «Zonas Dialecticais Brasileiras» 
  3. «Diferentes "dialetos": as expressões regionais brasileiras». Portal Educar Brasil. Consultado em 14 de julho de 2013. Arquivado do original em 29 de outubro de 2013 
Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.