Dicionário Priberam da Língua Portuguesa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Nomes anteriores Dicionário da Língua Portuguesa On-Line
Proprietário(s) Priberam
Género Dicionário em linha
País de origem Portugal Portugal
Idioma(s) Língua portuguesa
Posição no Alexa Portugal – 105.ª
Angola – 264.ª
Moçambique – 269.ª
Brasil – 713.ª (junho de 2017)[1]
Programador Priberam
Endereço eletrônico dicionario.priberam.org
Estado atual Ativo

O Dicionário Priberam da Língua Portuguesa (DPLP), anteriormente conhecido como Dicionário da Língua Portuguesa On-Line (DLPO), é um dicionário de língua portuguesa em linha, desenvolvido e mantido pela Priberam. Os vocábulos compreendem o vocabulário geral, bem como termos mais comuns das principais áreas científicas e técnicas.[2] Para além das funcionalidades avançadas de consulta e pesquisa assentes na plataforma lexicográfica da Priberam, o DPLP inclui a ligação para os auxiliares de tradução do FLiP (Ferramentas para a Língua Portuguesa), que permitem a tradução de um número significativo de palavras e expressões de e para espanhol, francês e inglês.

O DPLP contém cerca de 130000 entradas lexicais,[3] incluindo locuções e fraseologias, e tem por base o Novo Dicionário Lello da Língua Portuguesa (Porto, Lello Editores, 1996 e 1999), licenciado pela Priberam em 2008, no que diz respeito à informação lexicográfica para o português. Em 2011, foi acrescentada também a opção do português brasileiro.[4][5] A obra foi adaptada para formato adequado à disponibilização eletrónica pela Priberam e revista pela sua equipa de linguistas, estando em constante atualização e apresentando-se em duas versões: uma que permite a consulta com a variedade do português europeu e outra que permite a consulta segundo a norma do português do Brasil. Em ambas as versões é possível a consulta com ou sem as alterações gráficas previstas pelo Acordo Ortográfico de 1990,[6] possibilitando a comparação da grafia das palavras antes e depois da aplicação das regras da reforma ortográfica de 1990.[7]

O Dicionário Priberam foi licenciado à Amazon para o Kindle[8][9] e para o Alexa, e à Kobo[10].

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «priberam.pt Traffic Statistics» (em inglês). Alexa Internet. Consultado em 8 de junho de 2017 
  2. «Dicionário Priberam da Língua Portuguesa». Priberam. Consultado em 8 de junho de 2017 
  3. S.A, Priberam Informática. «Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo». Dicionário Priberam. Consultado em 26 de setembro de 2022 
  4. «Dicionário Priberam à conquista do Brasil». Priberam. 12 de julho de 2011 
  5. Lusa (20 de outubro de 2011). «Novos Kindle têm dicionário em língua portuguesa». Diário de Notícias 
  6. «Texto do Acordo Ortográfico». Ferramentas para a Língua Portuguesa. Priberam. Consultado em 8 de junho de 2017 
  7. «Critérios da Priberam relativamente ao Acordo Ortográfico de 1990 (português europeu)» (PDF). Ferramentas para a Língua Portuguesa. Priberam. Consultado em 8 de junho de 2017 
  8. «Amazon Launches Brazil Kindle Store (www.amazon.com.br) and Free Portuguese Kindle Reading Apps for Android Phones and Tablets, iPads and iPhones—R$299 Kindle Available in the Coming Weeks». Business Wire. 12 de junho de 2012. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  9. https://www.milibrodigital.com/todo-lo-que-debes-saber-sobre-los-diccionarios-de-kindle.html
  10. «Kobo passa a usar dicionários da Priberam». Exame Informática. 28 de novembro de 2012. Consultado em 15 de janeiro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.