Diferenças entre o ido e o novial

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde abril de 2017). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Novial foi criado por Otto Jespersen, que também foi um co-autor do Ido. Ambas as linguagens baseiam seus vocabulários primariamente nas línguas germânicas e românicas mas diferem gramaticamente em diversas recomendações importantes. Comparações entre Ido, Novial, e outras línguas auxiliares internacionais notáveis formaram uma parte importante de estudos interlinguísticos. Por exemplo, ambos, Ido e Novial, estiveram dentre as línguas investigadas pela International Auxiliary Language Association (IALA), que desenvolveu a Interlingua. Este artigo é projetado para proporcionar uma visão geral das diferenças salientes e similaridades de Ido e Novial.

Novial é mais analítica do que Ido, e na visão de Jespersen, mais natural.

Alfabetos e pronúnica[editar | editar código-fonte]

Ambos, Ido e Novial são escritos no alfabeto latino moderno sem diacríticos.

No sistema ortográfico fonético de Novial (1928, 1930), as principais diferenças entre o vocabulário de Novial e estes de outros sistemas vêm da supressão das letras C e Z. A letra S faz uma parte importante mas tende a distorcer a aparência visual de algumas palavras (sientie = ciência, sesa = cessar, sivil(i) = civil). [1]

Ido IPA Novial
A, a /a/ A, a
B, b /b/ B, b
C, c /ts/ TS, ts
CH, ch; /tʃ/ CH, ch
D, d /d/ D, d
E, e /e/ or /ɛ/ E, e
F, f /f/ F, f
G, g /ɡ/ G, g
Dj, dj /dʒ/ J, j
H, h /h/ H, h
I, i /i/ I, i
J, j /ʒ/ J, j
K, k /k/ K, k
L, l /l/ L, l
M, m /m/ M, m
N, n /n/ N, n
O, o /o/ ou /ɒ/ O, o
P, p /p/ P, p
QU, qu /kw/ or /kv/ QU, qu
R, r /r/ R, r
S, s /s/ S, s (também Z,z)
SH, sh /ʃ/ SH, sh
T, t /t/ T, t
U, u /u/ U, u
W, w /w/ W, w (antes de uma vogal)

U, u (depois de uma vogal)

V, v /v/ V, v
X, x /ks/ or /ɡz/ X, x
Y, y /j/ Y, y
Z, z /z/ Z, z (também S, s)

Pronomes pessoais[editar | editar código-fonte]

Pronomes
singular plural indefinido
1ª pessoa 2ª pessoa 3ª pessoa 1ª pessoa 2ª pessoa 3ª pessoa
familiar formal m. f. n. pan-gênero m. f. n. pan-gênero Reflexivo
Português Eu Tu Você Ele Ela Isso Ele/Isso Nós Vós       Eles Um
Ido me tu vu il(u) el(u) ol(u) lu ni vi ili eli oli li su on(u)
Novial me vu vu lo la lu(m) le nus vus los las lus les se on

Sistemas verbais[editar | editar código-fonte]

As gramáticas de Novial e Ido diferem substancialmente na forma que os diversos tempos verbais, modos verbais e vozes dos verbos são expressados. Ambos usam uma combinação de verbo auxiliar e terminações verbais. Entretanto, Novial usa muitos verbos auxiliares e poucas terminações, enquanto Ido usa apenas um verbo auxiliar e um grande número de terminações verbais.

Como muitas línguas auxiliares internacionais, todas formas verbais em Ido e Novial são independentes da pessoa (1ª, 2ª ou 3ª pessoas) e número (singular ou plural).

Exemplo de linguagem para comparação[editar | editar código-fonte]

A oração do Pai Nosso em ambas as línguas:

Versão em Ido:
Patro nia, qua esas en la cielo,
tua nomo santigesez;
tua regno advenez;
tua volo facesez
quale en la cielo tale anke sur la tero.
Donez a ni cadie l'omnidiala pano,
e pardonez a ni nia ofensi,
quale anke ni pardonas a nia ofensanti,
e ne duktez ni aden la tento,
ma liberigez ni del malajo.
Versão em Novial:
Nusen Patre, kel es in siele,
mey vun nome bli sanktifika,
mey vun regno veni;
mey on fa vun volio
kom in siele anke sur tere.
Dona a nus disidi li omnidiali pane,
e pardona a nus nusen ofensos,
kom anke nus pardona a nusen ofensantes,
e non dukte nus en tentatione,
ma liberisa nus fro malu.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikilivros
O Wikilivros tem um livro chamado Novial