Diflunisal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Estrutura química de Diflunisal
Diflunisal
Star of life caution.svg Aviso médico
Nome IUPAC (sistemática)
Ácido 5-(2,4-difluorofenil)-2-hidroxi-benzóico
Identificadores
CAS 22494-42-4
ATC N02BA11
PubChem 3059
DrugBank APRD00922
Informação química
Fórmula molecular C13H8F2O3 
Massa molar 250,198 g/mol
Farmacocinética
Biodisponibilidade 80-90%
Ligação a proteínas >99%
Metabolismo Hepático
Meia-vida 8 a 12 horas
Excreção Renal
Considerações terapêuticas
Administração Oral
DL50 ?

O diflunisal é um medicamento da classe dos anti-inflamatórios não esteróides, utilizado no alívio sintomático da inflamação e da dor. É um derivado do ácido acetilsalicílico (aspirina). A sua ação deve-se à inibição da enzima ciclo-oxiginase, um elemento fulcral da cascata do ácido araquidónico: a via metabólica que permite a síntese das prostaglandinas, que são importantes mediadores pró-inflamatórios.

Indicações[editar | editar código-fonte]

O diflunisal encontra-se indicado para o alívio agudo ou a longo prazo da resposta inflamatória associada a patologia musculo-esquelética, tal como osteoartrite e artrite reumatóide. É eficaz também no controlo da dor ligeira a moderada, incluindo dores de cabeça e dores menstruais. Tem fraca acção como antipirético, não sendo utilizado com essa finalidade.[1]

Efeitos colaterais[editar | editar código-fonte]

Embora seja relativamente bem tolerado, os efeitos colaterais do diflunisal, sobretudo sobre o sistema digestivo, são relativamente comuns. Estes incluem[2]:

  • Náuseas
  • Dispepsia
  • Dor gastro-intestinal
  • Rash cutâneo

Mais raramente, podem também surgir os seguintes efeitos colaterais:

  • Vomitos
  • Obstipação
  • Flatulência
  • Confusão mental
  • Sonolência
  • Insónia
  • Fadiga

Outras manifestações encontram-se também descritas, mas a sua incidência é muito rara.

Os efeitos colaterais mais graves do diflunisal, assim como dos restantes AINEs, é um aumento da incidência de complicações cardiovasculares (como o enfarte do miocárdio), assim como de úlceras e hemorragia gastro-intestinal, muitas vezes com evolução assintomática e que podem levar à morte.

Interacções[editar | editar código-fonte]

O diflunisal possui interacções com as seguintes substâncias:

  • Inibidores da enzima de conversão da angiotensina
  • Antagonistas dos receptores da angiotensina II
  • Paracetamol
  • Antiácidos
  • Ciclosporina
  • Diuréticos
  • Lítio
  • Metotrexato
  • Anticoagulantes orais

Contra-indicações[editar | editar código-fonte]

O diflunisal está contra-indicado em paciente com hipersensibilidade ao medicamento, ou que desenvolvem crises de asma, urticária ou reacções alérgicas à aspirina ou outros AINEs. Encontra-se também contra-indicado o seu uso no tratamento da dor peri-operatória no contexto de cirurgias para bypass coronário.

Referências