Digital Visual Interface

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde julho de 2010). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ambox grammar.svg
Esta página ou secção precisa de correção ortográfico-gramatical.
Pode conter incorreções textuais, e ainda pode necessitar de melhoria em termos de vocabulário ou coesão, para atingir um nível de qualidade superior conforme o livro de estilo da Wikipédia. Se tem conhecimentos linguísticos, sinta-se à vontade para ajudar.
Digital Visual Interface (DVI)
DVI Connector.jpg
Conector Macho DVI-D (single link)
Tipo Conector de vídeo digital e analógico
Designer Digital Display Working Group
Projetada(o) Abril de 1999
Produzida(o) 1999 até atualmente
Substituiu Conector VGA
Substituída(o) por DisplayPort, HDMI
Externa(o) sim
Sinal de vídeo Fluxo de vídeo digital.
(Single) WUXGA 1920 × 1200 @ 60 Hz
(Dual) WQXGA (2560 × 1600) @ 60 Hz
Vídeo RGB analógico (-3 db em 400 MHz)
Pinos 29
Sinal de dados Dados R,G,B + clock e display data channel
Bitrate (Single) 3.7 Gbit/s
(Dual) 7.4 Gbit/s ou mais
Dispositivos máx. 1
Protocolo 3 × Transition Minimized Differential Signaling (dados + clock)
DVI Connector Pinout.svg
Um soquete DVI-I fêmea visto de frente
Pino 1 TMDS Data 2- Digital red - (Link 1)
Pino 2 TMDS Data 2+ Digital red + (Link 1)
Pino 3 TMDS Data 2/4 shield
Pino 4 TMDS Data 4- Digital green - (Link 2)
Pino 5 TMDS Data 4+ Digital green + (Link 2)
Pino 6 DDC clock
Pino 7 DDC data
Pino 8 Analog vertical sync
Pino 9 TMDS Data 1- Digital green - (Link 1)
Pino 10 TMDS Data 1+ Digital green + (Link 1)
Pino 11 TMDS Data 1/3 shield
Pino 12 TMDS Data 3- Digital blue - (Link 2)
Pino 13 TMDS Data 3+ Digital blue + (Link 2)
Pino 14 +5V Power for monitor when in standby
Pino 15 Ground Return for pin 14 and analog sync
Pino 16 Hot plug detect
Pino 17 TMDS data 0- Digital blue - (Link 1) and digital sync
Pino 18 TMDS data 0+ Digital blue + (Link 1) and digital sync
Pino 19 TMDS data 0/5 shield
Pino 20 TMDS data 5- Digital red - (Link 2)
Pino 21 TMDS data 5+ Digital red + (Link 2)
Pino 22 TMDS clock shield
Pino 23 TMDS clock+ Digital clock + (Links 1 and 2)
Pino 24 TMDS clock- Digital clock - (Links 1 and 2)
C1 Analog red  
C2 Analog green  
C3 Analog blue  
C4 Analog horizontal sync  
C5 Analog ground Return for R, G and B signals

O Digital Visual Interface (DVI) é um padrão de interface de vídeo criado pelo por um consórcio de indústrias, o Digital Display Working Group (DDWG). A interface de dados digitais é usada para conectar uma fonte de vídeo, como um controlador de exibição de vídeo para o dispositivo de vídeo, como um monitor de computador. Foi desenvolvido com a intenção de criar um padrão da indústria para a transferência de conteúdo de vídeos digitais, padrão este usado em monitores LCD e projetores digitais.

Inicialmente esse padrão foi projetado para transportar dados digitais não comprimidos para o vídeo. Ele é compatível com o padrão High-Definition Multimedia Interface no modo digital (DVI-D e DVI-I). A interface é projetada para transmitir dados descompactados de vídeo digital e pode ser configurada para suportar vários modos, tais como DVI-A (somente analógico), DVI-D (apenas digital) ou DVI-I (digital e analógico). Apresentando suporte para conexões analógicas, a especificação DVI é compatível com a interface VGA.[1]

Esta compatibilidade, juntamente com outras vantagens, levou à sua aceitação generalizada na competição com os padrões de exibição digital Plug and Display (P & D) e VESA Digital Flat Panel (DFP).[2] Embora o padrão DVI seja predominantemente associado a computadores, às vezes é usado em outros eletrônicos, como aparelho de televisão, console de videogame, [carece de fontes?] e DVD players.

DVI Analógico[editar | editar código-fonte]

Transporta informações em modo analógico.

Sua capacidade de transmissão é pequena por isso as informações a serem transmitidas precisam ser convertidas para o modo analógico.

Isso deforma contornos, brilho, contraste e cor da imagem o que ficará evidente para usuários de monitores tela fina já que o formato de tela é tela 16:9 porque o sinal analógico não preenche toda a tela.

O decodificador digital-analógico da placa de vídeo converte o sinal para que o tubo do monitor. Esse processo enfraquece gerando na imagem, um efeito chamado cintilação.

As conexões de vídeo analógicas não são compatíveis com resoluções maiores do que 640 x 480.

DVI Digital[editar | editar código-fonte]

Transporta informações de imagem digitais para a tela.

Sua capacidade de transmissão é maior do que a do analógico por isso suporta formato de tela 16:9.

A conexão entre placa de vídeo e monitor pode ser com conectores 14 vias suportando resoluções de até 1920 X 1200 ou 20 vias suportando resoluções a partir 2560 X 1600.

O canal digital ajusta-se à tela no momento da conexão entre placa de vídeo e monitor.

O número de contatos do cabo DVI-D Dual Link aplica-se em monitores com resoluções de 2560 X 1600 ou maiores.

A taxa de atualização é o número de quadros por segundo que o monitor utiliza em imagens em movimento.

Exemplos de Resoluções DVI-D[editar | editar código-fonte]

Conector da placa de vídeo link único

Suportam resolução nativa de até 1920 X 1080 com frequência de 3700 MHz

Condutor de 20 contatos:

Na prática suporta 1920 X 1080 com velocidade de frequência de 7400 MHz

A diferença de desempenho está na configuração do TMDS da placa de vídeo e na qualidade da blindagem do cabo para diminuir interferências inerentes á transmissão.

DVI Interlaced[editar | editar código-fonte]

O DVI entrelaçado surgiu na época da migração do sistema analógico para o digital por isso ele é compatível com os dois formatos.

Para mais informações leia os textos acima sobre DVI analógico e DVI digital.

Monitores digitais que utilizam porta de dados analógica[editar | editar código-fonte]

Nesse tipo de monitor as informações saem da memória de vídeo em forma binária ("0" e "1"), são transformas em raios pelo decodificador e é projetada na tela em forma raio.

Mas como os monitores de tubo e as placas de vídeo com decodificadores digital-analógico extinguiram-se não é possível conversão para analógico.

As placas de vídeo recentes oferecem somente transmissão de dados de imagem digital.

Vale ressaltar que é de fundamental importância para o Digital Visual Interface funcionar, a placa de vídeo e o monitor oferecerem a porta.

O condutor de dados, grosso modo, é um maço de fios finos, coloridos, separados e trançados com dois fios para cada pino cobertos por uma capa com duas tomadas prensadas nas pontas.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Digital Visual Interface adoption accelerates as industry prepares for next wave of DVI-compliant products». DDWG, copy preserved by Internet Archive. 16 de fevereiro de 2000. Consultado em 29 de março de 2012 
  2. Eiden, Hermann (7 de julho de 1999). «TFT Guide Part 3 - Digital Interfaces». TomsHardware.com. Consultado em 29 de março de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre Tecnologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.