Dinheiro Vivo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Dinheiro Vivo (desambiguação).
Dinheiro Vivo
Informação geral
Formato Telenovela
Duração 40 minutos
Criador(es) Mário Prata
País de origem Brasil
Idioma original português
Produção
Diretor(es) José de Anchieta
Produtor(es) executivo(s) Mario Ferreira
Elenco
Tema de abertura "Open Space", Airto Moreira
Composto por Hugo Fattoruso
Airto Moreira
Exibição
Emissora original Rede Tupi
Formato de exibição 480i (SDTV)
Formato de áudio monaural
Transmissão original 6 de agosto de 1979 – 26 de janeiro de 1980
Episódios 149

Dinheiro Vivo é uma telenovela brasileira exibida pela Rede Tupi de 6 de agosto de 1979 a 26 de janeiro de 1980 em 149 capítulos. Sucedeu Salário Mínimo e antecedeu Drácula, uma História de Amor na faixa das 19 horas. Escrita por Mário Prata, teve direção de José de Anchieta.[1]

Contou com as atuações de Ênio Gonçalves, Márcia Maria, Luiz Armando Queiroz, Sérgio Mamberti, Rodolfo Mayer, Pedro Paulo Rangel e Flávio Galvão nos papeis principais.[1]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Douglas Fabiani é apresentador do programa de TV Três Milhões de Cruzeiros, uma competição de perguntas e respostas. Para disputar o prêmio, surge Zé Márcio, um ex-seminarista que responde sobre o Papa João XXIII. Ao vê-lo na TV, Flávia, dona de uma butique, reconhece no candidato seu ex-namorado Guto, que, no passado, participou de movimentos estudantis e foi dado como morto em 1969 quando fugia de uma caçada a estudantes na Via Dutra. Flávia, que está prestes a se casar com Eduardo, fica atordoada com a dúvida de se Zé Márcio e Guto seriam a mesma pessoa.

Além de Zé Márcio, o programa conta com a participação, entre outros, da ingênua Joaninha, que vem do interior para responder sobre a vida do cantor Roberto Carlos, faz sucesso no game show e passa a apresentá-lo com Douglas Fabiani. Também participam o funcionário público Pacheco, que responde sobre Marilyn Monroe; Garapa, que se submete ao desafio respondendo perguntas sobre o Corinthians; Amanda, sobre a escola de samba carioca Mangueira; e Luiz Roberto, sobre o Conde Drácula.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem[1]
Ênio Gonçalves José Márcio Garcia de Oliveira (Zé Márcio) / Guto
Márcia Maria Flávia
Luiz Armando Queiroz Douglas Fabiani
Sérgio Mamberti Dr. Leonardo Pacheco
Rodolfo Mayer Nonô
Pedro Paulo Rangel Babito
Flávio Galvão Eduardo
Maitê Proença Joana Albuquerque (Joaninha)
Lia de Aguiar Isildinha
Imara Reis Marilu
Henrique Lisboa Luiz Roberto Galvão
Walter Breda Menezes
Walter Prado Juca
Dênis Derkian Carlinhos
Wilma de Aguiar Ema
Luiz Serra Gabriel
Vera Paxie Marlene
Cristina Pereira Garapa
Heraldo Galvão Tadeu
Annamaria Dias Amanda Xavier
Heloísa Arruda Dias
Marisa Sanches Gumercinda
Oscar Felipe Malta
Paulo Betti Caco
Susana Lakatos Celinha
Fátima Ribeiro Shirley
Abrahão Farc Amadeu
Marcos Rosembaum
Luiz Carlos Laborda
Geny Prado
Renato Consorte
Eunice Mendes

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

O long play da trilha sonora nacional da novela foi lançado em 1979 pela GTA - Gravações Tupi Associadas S/A. A seleção de repertório foi de Carlos Alberto Borba e a coordenação musical, de Júlio Medaglia.[1]

N.º TítuloMúsicaTema Duração
1. "Open Space"  Airto MoreiraAbertura 3:04
2. "Sob Medida"  Fafá de Belém  3:16
3. "Rola Bola"  Emílio SantiagoGarapa 2:27
4. "Dr. Pacheco"  Raul Seixas  3:12
5. "Criaturas"  Walter Franco  3:55
6. "Malacaxeta"  Pepeu Gomes  4:32
7. "Tem Dinheiro Nisso"  Harmony Cats  2:45
8. "Dez Anos (Diez Años)"  Gal CostaFlávio 3:18
9. "Raios da Manhã"  Peninha  4:05
10. "Detalhes"  Ricardo BragaJoaninha 4:41
11. "A Desculpa"  João Luiz Wildner  3:18
12. "Danças do Ni"  Bendegó  2:35

Referências

  1. a b c d Nilson Xavier. «Dinheiro Vivo». Teledramaturgia. Consultado em 23 de abril de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]