Dino D'Santiago

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

[parcial?]

Dino D'Santiago
Nascimento 1982 (40 anos)
Quarteira
Cidadania Portugal
Ocupação músico, compositor, ativista
Prêmios

Dino D'Santiago (Quarteira, 1982) é um músico, compositor e activista português de ascendência cabo-verdiana. Em 2019, foi o cantor que mais prémios recebeu na primeira edição dos Play - Prémios da Música Portuguesa. Foi distinguido pela câmara municipal de Loulé com a Medalha de Mérito - Grau Ouro em 2021.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Dino d’Santiago é o nome artístico adoptado pelo algarvio Claudino Pereira, nascido em Quarteira, no início da década de 80, no dia 13 de Dezembro de 1982. [1][2][3] Filho de pais cabo-verdianos, naturais da ilha de Santiago, cresceu no Bairro dos Pescadores um antigo bairro de lata de Quarteira, para o qual os pais tinham ido morar ao chegarem a Portugal. [2]

Este bairro, que após a revolução do 25 de Abril, se tornou residência de emigrantes oriundos das antigas colónias portuguesas, nomeadamente de Angola, Cabo-Verde, Moçambique e São Tomé e Príncipe, começou a ser demolido em 1997. [4] É nesta altura que Dino, com 15 anos, vai morar no Bairro da Abelheira com os pais e os irmãos. [2][5]

Aos 21 anos vai morar para o Porto onde fica 11 anos, seguindo-se Lisboa onde fixa residência, passando temporadas na ilha de Santiago. [6][7][8]

Percurso[editar | editar código-fonte]

A carreira musical de Dino d' Santiago iniciou-se, quando começou a cantar no coro da igreja quando era pequeno, seguindo o exemplo dos pais que cantavam em coros e a cujos ensaios ele assistia. [9][10][11]

Nos anos 90 do século passado, com a chegada do hip-hop a Portugal, Dino é convidado por rappers que também moravam no Bairro dos Pescadores, para fazer os ganchos nas músicas. É nesta altura que começa a compor. [10]

Torna-se conhecido em 2003, quando ao acompanhar a sua amiga Carla de Sousa ao casting para a segunda edição da Operação Triunfo, é ouvido a cantar por um dos câmaras. Este pergunta ao rapper Virgul dos Da Weasel que era seu amigo, porque é que ele também não se inscrevia para o casting. Passa na selecção ao cantar uma música da banda de rap Black Company e alguns originais seus. [2][12][9][13][1]

É na Operação Triunfo que conhece Ludgero Rosas que o convence a mudar de nome artístico. Assim, Dino que em 2008 havia lançado um primeiro álbum com o pseudónimo Dino SoulMotion, passa a Dino d'Santiago por ser o nome pelo qual é chamado em Cabo Verde, prestando assim homenagem à terra natal dos pais. [2][9][14]

Após a sua participação no concurso, Dino d' Santiago dedica-se a vários projectos de hip-hop, R&B e Soul. Colabora com projectos como os Expensive Soul para os quais faz coros; forma o seu próprio grupo ao deu o nome de Dino & The SoulMotion e integra o projecto Nu Soul Family, ao lado de nomes como Virgul, que será premiado com o MTV Europe Music Award para Melhor Artista Português em 2010 e do qual fará parte durante 11 anos. [1][12][2]

Discografia Seleccionada[editar | editar código-fonte]

Entre a sua discografia encontram-se: [15][16]

A Solo[editar | editar código-fonte]

  • 2013 - Eva [17]
  • 2016 - Unplugged (live)
  • 2019 - Mundu Nôbu [18]
  • 2019 - Sotavento  [19]

Como membro de bandas[editar | editar código-fonte]

  • 2010 - Never Too Late to Dance, Nu Soul Family [24]
  • 2012 - Unconditional Love, Nu Soul Family [25]

Produtor e director artístico: [26][editar | editar código-fonte]

  • 2020 - À Moda Quarteirense [27]

Participações[editar | editar código-fonte]

Prémios e distinções[editar | editar código-fonte]

  • 2010 - Os Nu Soul Company ganham o MTV Europe Music Award para Melhor Artista Português [33]
  • 2011 -  Com a canção O Amor É Mágico, os Expensive Soul (Dino faz parte do coro) ganham o Globo de Ouro de Melhor Música [34]
  • 2013 - Os Expensive Soul ganham o Globo de Ouro para Melhor Grupo com Syphonic Experience [35]
  • 2013 - O seu álbum Eva é considerado pelo júri dos Europe World Music Charts com um dos melhores do mundo [36][37]
  • 2014 - Ganhou dois prémios nos Cabo Verde Music Awards: o de Melhor Álbum Acústico por EVA e Melhor Batuko/Kola San Jon com a canção Ka bu Tchora [38][39]
  • 2019 - É o artista mais premiado na 1ª edição dos Play - Prémios da Música Portuguesa, ao ganhar os prémios: Melhor Artista Solo, Melhor Álbum e Prémio da Crítica [40][41]
  • 2019 - Foi nomeado Personalidade do Ano na categoria de música, na 5ª edição dos prémios Somos Cabo Verde [42][43][44]
  • 2019 - É eleito Men of The Year pela revista internacional GQ Portugal [6][45][46]
  • 2019 - É destacado pela revista Rolling Stone, tornando-se no primeiro artista português a consegui-lo [47][6][10]
  • 2020 - A revista Blitz elege o seu album Kriola o Melhor do Ano [48]
  • 2020 - É distinguido com a Medalha de Honra de Ouro pela Câmara Municipal de Loulé
  • 2021 - Foi o artista mais premiado nos Play - Prémios da Música Portuguesa tendo recebido os prémios: Melhor Artista Masculino, Melhor Albúm com Kriola e Prémio da Crítica. [49][50]
  • 2021 - Nomeado para os Globo de Ouro - Sic - Melhor intérprete e Melhor Música. [51][52]
  • 2021 - Considerado pela MOST INFLUENTIAL PEOPLE OF AFRICAN DESCENT, um dos Afrodescendentes mais influentes de 2021, com o suporte das Nações Unidas. [53]
  • 2021 - Foi considerado uma das personalidades negras mais influentes da lusofonia, listadas na PowerList100 criada pela revista Bantumen com o apoio de várias entidades. [54]

Actuações[editar | editar código-fonte]

  • 2019 - Festival NOS PRIMAVERA SOUND
  • 2019 - Festival SUPERBOCK-SUPERROCK
  • 2019 - Festival MED
  • 2019 - Festival de Sines - Músicas do Mundo
  • 2020 - Participação no Festival da Canção, como Autor da canção “Diz Só”
  • 2020 - Espectáculo de comemoração do Dia 25 de Abril com o (Dj/ Produtor) Branko na Av. da Liberdade a convite da CML.
  • 2020 - Espectáculo no Campo Pequeno em Lisboa, com o movimento BLACK LIVES MATTER
  • 2020 - Actuação no Pavilhão Rosa Mota no Porto - Jogos Santa Casa da Misericórdia;
  • 2020 - Actuação no mítico The Jazz Caffe no Reino Unido;[55]

Referências

  1. a b c «BIOGRAFIA: Dino D'Santiago». Festival da Canção 2021. RTP. Consultado em 20 de maio de 2021 
  2. a b c d e f SAPO. «Dino D'Santiago: "Prometi levar a Madonna primeiro a Cabo Verde, mas vou levá-la de certeza a Quarteira"». SAPO 24. Consultado em 20 de maio de 2021 
  3. «Dino D'Santiago: "Era envergonhado, o gajo que ia à festa ver os outros dançar"». NiT. Consultado em 20 de maio de 2021 
  4. Belanciano, Vítor. «Uma outra cidade nos é mostrada com o movimento Sou Quarteira». PÚBLICO. Consultado em 20 de maio de 2021 
  5. barlavento (13 de maio de 2011). «Bairro de lata de Quarteira dá lugar a parque verde até Vilamoura». Barlavento. Consultado em 20 de maio de 2021 
  6. a b c s.r.o, RECO. «Dino d'Santiago vence Prémio GQ Portugal de Música». gqportugal.pt. Consultado em 15 de maio de 2021 
  7. «Dino D'Santiago. "Sou uma herança feliz do colonialismo"». ionline. Consultado em 20 de maio de 2021 
  8. Welle (www.dw.com), Deutsche. «Dino D'Santiago, o "crioulo" do momento | DW | 09.06.2017». DW.COM. Consultado em 22 de maio de 2021 
  9. a b c «Biografia de Dino D'Santiago». Dexam Sabi Cabo Verde. Consultado em 20 de maio de 2021 
  10. a b c Leight, Elias; Leight, Elias (17 de janeiro de 2019). «Dino d'Santiago Is Bringing Funaná to the World». Rolling Stone (em inglês). Consultado em 20 de maio de 2021 
  11. «BLITZ – Os melhores de 2020. Como Dino D'Santiago construiu a sua nação "kriola"». Jornal blitz. Consultado em 20 de maio de 2021 
  12. a b Belanciano, Vítor. «Dino d' Santiago e também do Algarve, do Porto e da nova Lisboa». PÚBLICO. Consultado em 20 de maio de 2021 
  13. «BLITZ – Os melhores de 2020. Como Dino D'Santiago construiu a sua nação "kriola"». Jornal blitz. Consultado em 20 de maio de 2021 
  14. Welle (www.dw.com), Deutsche. «Dino D'Santiago: "Estar em Cabo Verde despertou um novo eu" | DW | 01.03.2016». DW.COM. Consultado em 22 de maio de 2021 
  15. «Dino d'Santiago on Apple Music». Apple Music (em inglês). Consultado em 20 de maio de 2021 
  16. «Dino D'Santiago | 6 álbuns da Discografia no LETRAS.MUS.BR». Letras.mus.br. Consultado em 20 de maio de 2021 
  17. «EVA DE DINO D'SANTIAGO ENTRE OS MELHORES ÁLBUNS DE WORLD MUSIC | e-cultura». www.e-cultura.pt. Consultado em 20 de maio de 2021 
  18. Videoclipe.pt. «Dino D'Santiago e as suas intimidades musicais». PÚBLICO. Consultado em 20 de maio de 2021 
  19. Santos, Miguel de Almeida (1 de dezembro de 2019). «"Sotavento": o sonho de Dino D'Santiago continua bem real». Comunidade Cultura e Arte. Consultado em 20 de maio de 2021 
  20. «As viagens em forma de diálogo de culturas de Dino d'Santiago». Gira-Discos. 9 de abril de 2020. Consultado em 20 de maio de 2021 
  21. «BLITZ – Dino D'Santiago acaba de lançar um álbum de surpresa». Jornal blitz. Consultado em 20 de maio de 2021 
  22. administrador (25 de agosto de 2008). «DINO E SOUL MOTION». Jornal Inside. Consultado em 20 de maio de 2021 
  23. Autarquia 360. «Cine-Teatro Louletano: Dino d'Santiago apresenta sons de "Eva" no seu 31º aniversário». www.cm-loule.pt. Consultado em 22 de maio de 2021 
  24. pendulo.pt. «Never Too Late to Dance». Rastilho Records. Consultado em 20 de maio de 2021 
  25. SAPO. «Nu Soul Family estão de volta com «Unconditional Love»». SAPO Mag. Consultado em 20 de maio de 2021 
  26. Perishable (29 de outubro de 2020). «Artistas do álbum "À Moda Quarteirense" unem-se para concerto acústico». BANTUMEN. Consultado em 20 de maio de 2021 
  27. Perishable (29 de outubro de 2020). «Artistas do álbum "À Moda Quarteirense" unem-se para concerto acústico». BANTUMEN. Consultado em 20 de maio de 2021 
  28. Pacheco, Nuno. «Jorge Fernando põe soul no fado». PÚBLICO. Consultado em 20 de maio de 2021 
  29. «Faixa-a-faixa: o novo álbum de Branko explicado pelo próprio». Rimas e Batidas. 1 de março de 2019. Consultado em 20 de maio de 2021 
  30. Nosso by Branko - RYM/Sonemic (em inglês), consultado em 20 de maio de 2021 
  31. Melodramático by HMB - RYM/Sonemic (em inglês), consultado em 20 de maio de 2021 
  32. Lusa, Agência. «Novo álbum dos HMB "Melodramático" é editado esta sexta-feira para dar alento a quem o ouve». Observador. Consultado em 20 de maio de 2021 
  33. «BLITZ – Nu Soul Family são Melhor Artista Português para a MTV». Jornal blitz. Consultado em 22 de maio de 2021 
  34. «Globos de Ouro premeiam Aurea, Deolinda e Expensive Soul». TVI24. Consultado em 22 de maio de 2021 
  35. «Vencedores da Gala dos Globos de Ouro: Expensive Soul, Carminho e Ana Moura». https://madeinportugalmusica.pt. Consultado em 22 de maio de 2021 
  36. «About Dino D'Santiago». Ethnocloud (em inglês). Consultado em 22 de maio de 2021 
  37. «EVA DE DINO D'SANTIAGO ENTRE OS MELHORES ÁLBUNS DE WORLD MUSIC | e-cultura». www.e-cultura.pt. Consultado em 22 de maio de 2021 
  38. «EVA DE DINO D'SANTIAGO ENTRE OS MELHORES ÁLBUNS DE WORLD MUSIC | e-cultura». www.e-cultura.pt. Consultado em 22 de maio de 2021 
  39. Informação, Sul (10 de março de 2014). «Quarteirense Dino d' Santiago vence dois Cabo Verde Music Awards». Sul Informação. Consultado em 22 de maio de 2021 
  40. «Conan é a revelação e Dino D'Santiago o mais premiado nos prémios Play». www.dn.pt. Consultado em 15 de maio de 2021 
  41. Lusa, Agência. «Dino D'Santiago foi o mais premiado na primeira edição dos prémios Play». Observador. Consultado em 22 de maio de 2021 
  42. «Dino D'Santiago sobre SOTAVENTO: "É o batuku e o funaná a assumirem uma globalidade electrónica"». Rimas e Batidas. 25 de outubro de 2019. Consultado em 22 de maio de 2021 
  43. DTudo1Pouco. «Gala Somos Cabo Verde marcado por falha de eletricidade e 'fair play' de Dino D'Santiago | DTudo1Pouco». Consultado em 22 de maio de 2021 
  44. s.r.o, RECO. «Dino D'Santiago: "Nós não precisamos de reproduzir fórmulas americanas, anglo-saxónicas ou francófonas para conseguir triunfar na música"». gqportugal.pt. Consultado em 22 de maio de 2021 
  45. s.r.o, RECO. «GQ Men of the Year Awards 2019: os vencedores». gqportugal.pt. Consultado em 22 de maio de 2021 
  46. «You are being redirected...». www.anacao.cv. Consultado em 22 de maio de 2021 
  47. «Dino D'Santiago em destaque na Rolling Stone». Notícias ao Minuto. 18 de janeiro de 2019. Consultado em 22 de maio de 2021 
  48. «BLITZ – Os melhores de 2020. Como Dino D'Santiago construiu a sua nação "kriola"». Jornal blitz. Consultado em 22 de maio de 2021 
  49. «Dino D'Santiago venceu três prémios Play em cerimónia com alertas à crise». Notícias ao Minuto. 9 de julho de 2021. Consultado em 9 de julho de 2021 
  50. Portugal, Rádio e Televisão de. «Dino D`Santiago venceu três prémios Play». Dino D`Santiago venceu três prémios Play. Consultado em 9 de julho de 2021 
  51. «Os nomeados para a 25.ª edição dos Globos de Ouro». SIC Notícias. Consultado em 14 de dezembro de 2021 
  52. «Globos de Ouro: todos os vencedores de uma noite memorável». Jornal Expresso. Consultado em 14 de dezembro de 2021 
  53. «MIPAD - Most Influential People of African Descent». www.mipad.org. Consultado em 14 de dezembro de 2021 
  54. «Dino D'Santiago». POWERLIST100 BANTUMEN. 8 de dezembro de 2021. Consultado em 14 de dezembro de 2021 
  55. «Preview: Dino D'Santiago @ The Jazz Cafe (London; Friday 17th January 2020)». Rhythm Passport (em inglês). 5 de janeiro de 2020. Consultado em 15 de maio de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]