Dino D'Santiago

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Dino D'Santiago é um músico, cantor e compositor português.

Dino D’Santiago nasceu a 13 de Dezembro de 1982, em Quarteira, no Algarve. Sendo algarvio, viveu 10 anos no Porto e vive actualmente em Lisboa. Os seus pais são originários da ilha de Santiago, Cabo Verde.[1]

Começou por chamar atenções em 2003 num concurso de talentos da RTP, a “Operação Triunfo”, envolvendo-se logo depois com os espaços da música urbana globalizada através de várias aventuras com soul, R&B ou hip-hop (Dino & The Soul Motion, Expensive Soul ou Nu Soul Family).


Em nome próprio estreou-se em 2008 com “Eu e os Meus”, ao qual se seguiu “Eva” (2013), que venceu dois Cabo Verde Music Awards. Em 2018, ano em que participou na Final do Festival da Eurovisão (em Lisboa), num momento criado por Branko, uma nova etapa na sua vida começou a ganhar forma com “Mundu Nôbu”, disco no qual encontrou uma assinatura que mistura afro-pop com uma visão distinta de funaná futurista e batuku eletrónico. Em 2019, na primeira edição dos Prémios Play, foi distinguido nas categorias de Melhor Artista Solo, Melhor Álbum e Prémio da Crítica. Nos Cabo Verde Music Awards, venceu na categoria de Melhor Ritmo Internacional. Já no final de 2019 juntou à sua discografia o EP “Sotavento”.

Referências

  1. Portelo, Carlos (6 de novembro de 2019). «Biografia de Dino D'Santiago». Festivais da Canção 
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) cantor é um esboço relacionado ao Projeto Música. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Fruto do relacionamento com Rafaela Rosa de Sousa, em 2020, anunciou que vai ser pai[1].