Dino Thomas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo foi proposto para eliminação por consenso. Você é encorajado a melhorar o artigo, mas não remova este aviso, o que seria considerado vandalismo.
  1. Siga este link para criar a votação correspondente na lista de páginas para eliminar.
  2. Adicione {{subst:Aviso-PE-criador|Dino Thomas}}~~~~ ou {{subst:Aviso-PE-novato|Dino Thomas}}~~~~ na discussão do criador do artigo. Caso veja necessidade, adicione também {{subst:Aviso-PE|Dino Thomas}}~~~~ nas discussões de outros colaboradores do artigo.
  3. Considere notificar um WikiProjeto relacionado ao assunto da página. Procure por ele na discussão do artigo ou em Wikipédia:Projetos.

Se aprovada, a eliminação ocorrerá a partir de 28 de julho.

Dean Thomas
Dino Thomas
Dean Thomas.jpg
Dados pessoais
Sexo Masculino
Nascimento 1980
Cabelo Preto
Sangue Mestiço
Dados biográficos
Casa Blason Gryffondor.svg Gryffindor
Organizações as
quais pertence
Armada de Dumbledore, Time de Quadribol da Grifinória
Na série
Primeira aparição
em livro
Harry Potter e a Pedra Filosofal
Primeira aparição
em filme
Harry Potter e a Pedra Filosofal
Intérprete Alfred Enoch
Personagem da série Harry Potter

Dino Thomas (ou em Inglês Dean Thomas) é um personagem da série Harry Potter. Ele é um dos amigos do protagonista, pois estão no mesmo ano na casa de Grifinória.

É interpretado por Alfred Enoch, filho de uma brasileira com um inglês.

Origem de Dino Thomas[editar | editar código-fonte]

Qualquer um que tenha lido ambas as versões Americana e Britânica de "Harry Potter e a Pedra Filosofal" irá notar que a aparência de Dino Thomas não é mencionada no livro Britânico, enquanto que na versão Americana há uma linha descrevendo-o (no capítulo "O Chapéu Seletor").

Rowling declarou que "Foi um corte editorial na versão Britânica; meu editor achou que aquele capítulo estava longo demais, e cortou tudo que achava excessivo. Quando surgiu a questão de distribuir os papéis na versão cinematográfica de A Pedra Filosofal, no entanto, eu disse ao diretor, Chris, que Dino era um Londrino negro. De fato, eu acho que Chris ficou um tanto quanto confuso com a quantidade de informação que eu tinha desse personagem periférico. Eu tinha muita informação sobre Dino, ainda que eu não tenha encontrado o lugar certo para usá-la. A história dele foi incluída em um antigo esboço para A Câmara Secreta, mas então cortada por mim porque parecia uma digressão desnecessária. Agora eu não acho que sua história irá entrar em algum livro."[1]

História[editar | editar código-fonte]

Dino vem do que ele achava ser um histórico formado apenas por trouxas. Ele foi criado pela sua mãe e pelo seu padrasto; seu pai deixou a família quando Dino era bem novo. Ele tem uma vida muito feliz em casa, com alguns meio-irmãos e irmãs.

Naturalmente quando a carta veio de Hogwarts, a mãe de Dino se perguntou se o pai dele poderia ter sido um bruxo, mas ninguém nunca descobriu a verdade: que o pai de Dino, que nunca contou à sua esposa o que realmente era porque queria protegê-la, foi morto por Comensais da Morte quando se recusou a unir-se a eles. A história planejada continha Dino descobrindo tudo isso durante sua estadia na escola.

Dino Thomas tem como melhor amigo Simas Finnigan. Ele é um fã de futebol, inclusive torce pro West Ham, o que o leva a ficar intrigado com as regras complexas do Quadribol. No quinto livro, se une à Armada de Dumbledore, mesmo que Simas acreditasse que Harry estivesse mentindo, nesse mesmo livro começa a sair com Gina Weasley. No sexto eles namoram e esse namoro causa ciúmes em Harry; ainda no sexto livro, Gina termina o namoro quando acha que Dino está a empurrando para entrar na sala comunal da grifinória.

Ao completar dezessete anos, ele é perseguido por aparentemente ser filho de trouxas. Foi capturado pelos Comensais da Morte, mas resgatado por Harry e seu grupo da casa de Draco Malfoy, e é levado para se esconder na casa de Fleur Delacour. Dino é um dos combatentes da batalha de Hogwarts, lutando junto com Parvati Patil. Como ele não é listado na lista de mortes da Batalha, é presumido que sobreviveu.